30 de outubro de 2011
Em tudo que fazemos, temos uma ação, e uma motivação. O que acreditamos nos motiva. O que fazemos conta a respeito de nossa verdadeira convicção. Motivação sem ação é como chorar debaixo d'água, não importa o quanto chore, não parecerá suficiente para expressar o que sente. Por outro lado, agir sem motivação também tira o valor que porventura teria.
O grande erro é pensar que apenas um deles será capaz de nos levar ao resultado desejado. Na verdade, mais do que isto, não basta ter a motivação, temos que ter a motivação correta, o que te motiva a agir? Quando meditamos a respeito da Palavra que diz que Deus ama ao que oferta com alegria, notamos que tão importante quanto fazer, é o que nos motiva a agir, o que está em nosso coração quando agimos.
Qualquer obra social realizada na igreja precisa estar centrada no objetivo de agradar a Deus. E certamente o que O agradará será boas ações, com fé, motivadas por um genuíno amor, qualquer outro motivo, pois mais bonito que seja, não será um bom motivo. Amor, apenas amor, nada mais do que isto pode nos tornar mais humanos, mais próximos de Deus.
Faça o bem, e busque fazer por amor, busque continuamente amar, e Deus estará com você!
Gilliard Lima