Reflexão sobre o poder da palavra.


26 de abril de 2012
Reflexão
Reflexão

Decreto real

“Agora, ó rei, emite o decreto e assina-o para que não seja alterado, conforme a lei dos medos e dos persas, que não pode ser revogada”.
Daniel 6.8
Ao ser selado através do anel real o decreto era cumprido completamente e nem mesmo o rei querendo poderia anular o seu próprio decreto. Atualmente com todas as facilidades tecnológicas pode nos parecer antiquado e até mesmo sem propósito, mas na verdade esta era a maneira pela qual o monarca se tornara respeitado: Pela imutabilidade da sua palavra.
A honra do rei está em cumprir tudo o que decreta. A honra do rei está em poder cumprir tudo o que diz.
Como monarcas sem reinos nós continuamos agindo como nossos antepassados, passamos grande parte de nossa vida emitindo decretos. Cada promessa, cada frase que sai da sua boca é nada mais nada menos do que o seu decreto.
A responsabilidade por ser cumprido não é de outro, você é o responsável por fazer cumprir o seu decreto.
Infelizmente enfrentamos dois grandes problemas que tem causado imensa variedade de males na sociedade em que vivemos:

Leia a Reflexão do dia


1º Considerando cada promessa um decreto, não cumprimos cinco por cento de nossas “boas” intenções!

2º Para cada promessa boa, fazemos nove, ou mais, ruins. (Entenda-se aqui por boa a promessa que nos traz um futuro melhor).

Estes dois problemas têm gerado conseqüências lamentáveis que resumidamente iremos relatar. Passamos a vida emitindo decretos, decretos de vida e de morte. “A morte e a vida estão no poder da língua” Provérbios 18.21a Infelizmente decretamos derrotas e não sabemos decretar vida.
Quantas vezes falamos: Acho que não vai dar certo. Ou ainda: Eu estou sentindo que não vou conseguir!. Todos nós temos o direito de tentar.
Quem mata um sonho destrói um possível futuro.
Imagine alguém que se prepara para uma viagem, e todos os dias ao levantar se dirige até o seu carro e retira um pouco da combustível e joga fora. A viagem estará cada vez mais comprometida se está pessoa não parar de jogar combustível fora. É isto que você está fazendo ao dizer dia e noite que não irá conseguir.
Se você passa o tempo inteiro dizendo que não vai conseguir, pode ter certeza que não vai mesmo. Você não vai conseguir acreditar em mais nada. A repetição persuade. Nós acreditamos naquilo que ouvimos repetidas vezes. A pessoa que você mais ouve é você mesmo.
Precisamos reformular o nosso vocabulário, de forma que voltemos a expressar a confiança que temos em um Deus Santo, Poderoso e cheio de amor para conosco.
Não precisamos crer que o poder está em nossas palavras, como alguns pregam nos fazendo pensar que podemos dar ordens a Deus, mas apenas lembrar que Deus deseja que sejamos uma benção para aqueles que nos cercam. (Gênesis 12.2 e Gálatas 3.9)
A palavra de Deus diz que a boca do justo é manancial de vida. (Provérbios 10.11)


Veja a próxima reflexão


Gilliard Lima


Esta reflexão faz parte do livro Os 7 Decretos de Deus que está sendo disponibilizado gratuitamente através deste site, acompanhe nos próximos dias - outras reflexões estarão disponíveis - ou leia outros artigos do livro clicando no link abaixo:

Os 7 Decretos de Deus