Reflexão evangélica sobre o poder e a autoridade de Deus para julgar, e a aplicação prática do Decreto do Julgamento nas principais áreas da vida.


26 de maio de 2012

Veja a Frase para Reflexão de hoje clicando aqui!



“Quem, porém, não crer será condenado” Mc 16.16b

Deus é amor, mas também é fogo consumidor! Deus é bondade mas também é Juiz. Alguns dizem que a justiça de Deus tarda mas não falha, a verdade é que ela nem tarda, nem falha, mas vem na hora certa.
Haverá um dia em que o julgamento irá começar e todos saberão que o Senhor julga o homem pelo mal que fez. Deus é justo e recompensa cada um segundo as suas obras. (Apocalipse 20.12) Há homens que se imaginam como juízes e desejam ver este dia, mas a Palavra nos alerta que “esta perto o grande dia do Senhor, está perto e muito se apresa. Atenção! O dia do Senhor é amargo e nele clama até o homem poderoso.” (Sofonias 1.14)
O Decreto do Julgamento é um decreto de Deus, pois só Ele é Juiz.
“Agora, pois, não sejais escarnecedores, para que os vossos grilhões não se façam mais fortes; porque da parte do Senhor Deus dos exércitos ouvi um decreto de destruição completa e decisiva, sobre toda terra.
Inclinai os ouvidos, e ouvi a minha voz; escutai, e ouvi o meu discurso.” (Isaías 28.22,23)
Só Deus julga com justiça, com equidade. Não olhando para a aparência do homem, mas sondando o nosso coração. “Certamente, ó Senhor Deus, Todo-Poderoso, verdadeiros e justos são os teus juízos.” (Apocalipse 16.7b)
Mas nós não costumamos julgar com perfeição. Julgamos os outros com critérios impróprios, e sabemos que: “Não julgueis, para que não sejais julgados. Pois, com o critério com que julgardes, sereis julgados; e, com a medida com que tiverdes medido, vos medirão também” (Mateus 7.1,2) O próprio Filho de Deus, Jesus Cristo, disse que não veio ao mundo para julgar, mas para salvar.
O momento do julgamento de Deus, no entanto, vem e se aproxima cada vez mais. Deus irá separar aqueles que o amam daqueles que amam a mentira. (Apocalipse 22.15)
“Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte.” (Apocalipse 21.8) “Congregai-vos, sim, congregai-vos, ó nação sem pudor; antes que o decreto produza efeito, e o dia passe como a pragana; antes que venha sobre vós o furor da ira do Senhor, sim, antes que venha sobre vós o dia da ira do Senhor.” (Sofonias 2.1,2)

Decreto na Prática

  • Intelecto
    • Julgamento nos fala de separação, santificação e justiça.
    • Separar o joio do trigo, o que é bom do que não é, é uma capacidade incrível. Assim como Deus irá separar o povo que lhe agrada para estar junto dEle, nós precisamos separar aquilo que é bom para estar perto de nós, para ser colocado em nossa mente. (Filipenses 4.8) O nosso cérebro pode ser comparado a um grande quarto com um número imenso de prateleiras. Passamos a vida inteira enchendo estas prateleiras. Aquilo que nos tornaremos daqui a um ano depende do que estamos colocando hoje em nossas prateleiras.
    • As nossas palavras revelam o que está dentro de nós. Se estivermos com prateleiras abarrotadas de produtos apodrecidos como a mágoa, a ira, o ódio, a inveja e o ciúme, nossas palavras serão repulsivas, principalmente para aqueles que estão com as prateleiras mentais cheias de amor, alegria, paz e autocontrole.
    • Muito cuidado com os seus pensamentos, tudo o que nós focalizamos cresce diante de nós. Tudo aquilo que nós concentrarmos a nossa mente irá aumentar de tamanho. Seja seletivo com relação ao que irá ocupar a sua mente, os seus pensamentos, a sua vida, para não acabar descobrindo que está criando um monstro dentro de você.
    • Deus criou uma linda cidade, mas vai separar apenas aqueles que lhe agradam para desfrutar dela e da sua maravilhosa companhia.
  • Conjugal
    • Julgar para Deus é fazer justiça, para o homem julgar é extremamente perigoso. Julgar o cônjuge é a forma mais rápida de fazer o seu casamento “dar errado”.
    • Quando julgamos fazemos uma idéia sobre o que estará acontecendo no interior de outro ser humano, e no interior de outro ser só quem tem acesso é o Criador.
    • Não julgue! E estará prolongando o seu casamento.
  • Ministerial
    • Todo obreiro precisa entender a importância da verdade. A Palavra nos ensina que todos os que amam e cometem a mentira serão lançados no lago de fogo.
    • A verdade é a essência da nossa fé. Jesus disse: E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.
    • A verdade liberta, ela nos faz renovar as forças, ser novas criaturas na presença de Deus.
    • A verdade é como a luz do sol, que por mais espessas que sejam as trevas da noite, sempre chega iluminando um novo dia.
    • Permita que a verdade ilumine todas as áreas da sua vida.
    • Fale da verdade, ensine a verdade, mas acima de tudo viva a verdade. A verdade não será julgada, a verdade será o Juiz no julgamento de Deus. Quem anda na verdade não será condenado no grande dia do Julgamento.
  • Finanças
    • Deus sempre trabalhou com separação. (Genesis 1) A separação é um passo no caminho da ordem. E o caminho da ordem nos leva mais perto da felicidade.
    • Aprenda a separar na sua vida financeira o que é necessário do que é supérfluo. Anote toda a sua movimentação financeira e separe os débitos dos créditos, verifique se está sendo bem equilibrado.
    • Separe os gastos mensais daqueles que só acontecem de vez em quando.
    • Comece a avaliar o que você deseja para daqui a um ano, avaliando o que você deseja para hoje. Se você puder planejar o seu dia poderá planejar a sua vida com mais segurança.
  • Espiritual
    • Separar o santo do impuro, o certo do errado, o bom do ruim.
    • Separar é viver e viver é saber separar o importante do que realmente não tem importância.
    • O que realmente tem importância? O que realmente faz diferença? Na vida espiritual este discernimento faz toda a diferença!
    • Quando nós deixamos algo que não tem importância, alcançamos algo maior. Deixando um vicio alcançamos a saúde. Ao deixarmos de ir a determinados lugares, teremos tempo livre para investir outras áreas de nossas vidas.
    • Separe um tempo para falar com Deus. Separe um tempo para valorizar a Sabedoria de Deus. A Sabedoria de Deus está registrada no Livro dos livros, a Bíblia Sagrada.
    • Tudo o que você focaliza cresce na sua vida. Sempre que você separa um tempo para falar com Deus, Deus separa um tempo para te ouvir.
    • Sempre que você tira um tempo para estudar a Palavra, Deus também irá separar um tempo para te ensinar.
  • Emocional
    • A misericórdia triunfa no juízo. Aqueles que têm misericórdia alcançarão misericórdia em tempo oportuno. A misericórdia traz paz. A nossa saúde emocional depende do que fazemos por outras pessoas.
    • A sua felicidade depende da felicidade das pessoas que estão ao seu redor.
    • Um ambiente emocional equilibrado traz equilíbrio para quem vive nele.
  • Liderança
    • Saber discernir o certo do errado é o caminho da honra. Saul não soube discernir o que era certo e isto lhe custou o reino. Saber recompensar aqueles que lhe ajudam a escolher o melhor caminho é uma ótima maneira de se conquistar grandes aliados. A recompensa na hora certa alegra o coração.
    • Busque identificar, sem emoção, quem é quem na sua equipe, quem faz o que é certo quando você está presente e quem sempre faz o que é certo. E não deixe de recompensar.

Selando o Decreto

O Decreto do Julgamento foi decretado por Deus com muita sabedoria. Nós no entanto muitas vezes julgamos segundo a aparência.
Decrete com sabedoria a separação daquilo que é bom do que não é bom, isto lhe trará paz e alegria.

Gilliard Lima

Esta Reflexão faz parte do livro Os 7 Decretos de Deus que está sendo disponibilizado gratuitamente através deste site, acompanhe nos próximos dias - outras reflexões estarão disponíveis. Leia outra Reflexão Evangélica clicando aqui.

Artigo publicado originalmente no site FraseseReflexoes.Net - Frase para Reflexão