Como tomar decisões mais sábias?


13 de maio de 2014
Reflexões
Julgando segundo as Aparências

"E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada, antes do Senhor ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do Senhor, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar."
(Gênesis 13.10)

Olhar e não Ver


Olhar e não ver. Eis o grande e terrível problema. É muito mais comum do que se imagina. Nós passamos a maior parte do tempo de nossa vida andando no escuro. Olhando, olhando e olhando. E nada vendo. O Futuro é uma incógnita. O amanhã um desconhecido. E o hoje que deveria ser nosso "velho" conhecido nada mais é do que estranho por perto. Passamos a vida sem conseguir reconhecer o que está ao nosso lado, não conseguimos enxergar os sinais e por fim não estamos preparados para os acontecimentos que eles anunciavam. Esta é a verdadeira situação do ser humano.

Este também foi o caso de Ló. Sobrinho de Abrão, ele foi um homem de posses, abençoado por causa de seu tio - que era Amigo de Deus. Porém ele não foi capaz de ver o óbvio: A benção de Deus e o Deus da benção são inseparáveis, não é possível ter apenas um deles por muito tempo.

Ló se separou de Abrão e escolheu para si o lado mais promissor, segundo seus olhos, o lado de Sodoma e Gomorra. Ele não conseguia ver o que era bem claro: O Pecado dos homens daquele lugar estava chegando ao limite.

Não podemos fazer afirmações sobre o que impediu Ló de ter visão espiritual, porém sabemos hoje o que pode cegar um homem, e eis alguns exemplos:

"Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia,
Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus." (Gálatas 5.19-21)

Dar lugar para uma destas "obras" é dar lugar para o mal, pois por menor que pareça tal atitude acabará por cegar o homem ou a mulher que se deixa dominar por um deles.

Por diversas vezes encontramos na Palavra de Deus exemplos de homens que não conseguiram ver os sinais e acabaram pagando um alto preço. Sansão, Salomão e o Servo de Eliseu são apenas alguns nomes. O Segredo - na maior parte das vezes - é não se deixar levar pela cobiça, desejo desenfreado ou precipitação.

Se não atentarmos para nossa maneira de agir corremos o risco de ficarmos cegos e deixar de ver o que é Eterno passando a ver apenas o que é passageiro. Ló não conseguiu ver, mas escolheu para si o lado da terra que haveria de ser destruído.

Devemos estar atentos, pois a qualquer momento corremos o risco de tropeçar, não em grandes pedras, mas em pedregulhos que por seu diminuto tamanho só nos chama a atenção depois de nos derrubarem. É preciso buscar sabedoria, discernimento e conhecimento, para tomar decisões melhores e que estejam firmadas na Eternidade do Deus que está além do tempo.

As aparências enganam o homem, porém Deus, que tudo sabe, pode nos fazer mais do que vencedores em todo tempo.

Se nosso julgamento não estiver firmado na verdade, nossas decisões serão como castelos de areia destinados a desmoronar quando a próxima onda passar.

"Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça."
(Jo 7.24)

Perguntas que geram Reflexão


1) Tenho tomado minhas decisões baseado apenas no que meus olhos estão vendo?

2) Como tomar decisões mais sábias?

3) Como posso adquirir mais sabedoria?

Reflexão que gera Atitude


1) Peça a Deus mais visão espiritual, sabedoria e discernimento.

2) Busque a Sabedoria de Deus na Palavra de Deus.

3) Leia o capítulo 13 de Gênesis hoje.


Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -