Conhecendo melhor o livro de Levítico. Reflexão sobre como conhecer melhor ao Senhor Deus através do livro de Levítico.


30 de julho de 2014
Oferta

A Oferta


"E chamou o SENHOR a Moisés, e falou com ele da tenda da congregação, dizendo:"
(Levítico 1.1)

A Oferta



Hoje iniciamos nossas reflexões sobre o livro de Levítico. Meditaremos nestes dias sobre a Lei de Deus, as ordenanças para o Povo de Israel e em como elas podem nos ajudar a conhecer melhor o nosso bom Deus, o que significa o pecado, e quais são as consequências de nossas falhas.

Levítico começa com diversas orientações sobre como Israel iria prestar culto a Deus, e principalmente como haveria de se comportar o Sumo Sacerdote, ou seja o homem escolhido por Deus para representar todo o povo.

No segundo versículo deste livro lemos: "Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando algum de vós oferecer oferta ao Senhor, (...)", note bem uma palavra que aqui destacamos: QUANDO.

Deus não disse: "SE algum de vós", mas Ele disse: "QUANDO algum de vós oferecer oferta ao Senhor,", o que nos faz ver que Deus esperava que os israelitas - todos eles - oferecessem ofertas ao Senhor Deus. As ofertas não representavam apenas gratidão, como nossa atual interpretação da palavra pode nos fazer supor, mas também uma forma clara e visível de assumir a própria culpa.

Interessante observar que todos haveriam de oferecer oferta ao Senhor, até mesmo o Sumo Sacerdote, pois todos os homens são falhos e todos estão constantemente recebendo algo de Deus. Este livro é muito mais profundo do que podemos imaginar em uma rápida leitura, e pode nos ensinar muito mais do que pensamos, no entanto é necessário ler ele com sede de conhecer melhor o Deus que o inspirou.

Levítico dá aos homens uma clara e breve descrição de como Deus desejava ser adorado pelo povo israelita. Na verdade Deus dava aos Filhos de Israel neste livro um meio legítimo de se manterem puros para que Ele - o Senhor Deus - permanecesse no meio deles, sendo que para que isto de fato ocorresse era necessário que a conta do pecado fosse liquidada de tempo em tempo.

Sabemos que o salário do pecado é a morte, sabemos também que no sangue está a vida, então através do derramamento do sangue inocente de um animal oferecido como oferta o povo "pagava" pelos seus erros. Para nós pode parecer algo extremamente impactante esta palavra, e na verdade é esta a realidade dos fatos: o pecado não é algo banal, o pecado gera morte.

"E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás." (Gênesis 2.16-17)

Hoje temos a remissão - o perdão - de nossos pecados através do morte de Jesus Cristo, em um único, perfeito e completo sacrifício na cruz do calvário. Mas na época em que este livro foi escrito eles - os israelitas - não tinham outro meio para se manterem puros diante de Deus, a não ser oferecendo sacrifícios contínuos de animais conforme Deus estabeleceu em Levítico.

Ler este livro é como fazer uma viagem no tempo, e ao mesmo tempo nos faz ver como hoje somos privilegiados por receber de Deus esta maravilhosa graça, que é o perdão de nossos pecados por meio da fé em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Sigamos, pois nesta viagem durante os próximos dias conhecendo o que ocorreu no passado, para entendermos melhor o que está ocorrendo hoje, e assim poderemos ofertar ao nosso Bom Deus toda nossa gratidão e louvor, adorando ao Criador em espírito e em verdade, como Ele deseja que nós - a Igreja de Cristo - o adoremos.

Perguntas para Reflexão:


1) O que tenho ofertado a Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 1 de Levítico.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -