Reflexão Inimigo do Amigo. Como identificar? Como não ser?


19 de outubro de 2016
Inimigo do Amigo

Inimigo do Amigo



O Amigo vê em cada olhar um sorriso,
O Inimigo vê em cada sorriso um insulto.


Nem sempre é fácil distinguir um amigo, quase sempre nos enganamos.

Tomamos por amigo aquele que não gosta de nós, porém fala como se fosse amigo.
Tomamos por inimigo aquele que não parece amigo. E é por isto que nos enganamos com frequência.

O que fazer para ter mais assertividade e discernimento nesta questão?

Vamos analisar alguns fatos:

Amigo ouve e compreende, não julga, não ataca, não se sente atacado, não defende quem te atacou, mas defende você a todo custo.
Inimigo não te ouve nem compreende, julga e condena em um mesmo ato, ataca seus argumentos e defende quem o atacou.

Amigo percebe o que te motivou.
Inimigo só vê os motivos dos outros.

Amigo olha para suas atitudes como justas.
Inimigo desaprova seu senso de justiça.

Amigo lhe diz quando você precisa parar.
Inimigo lhe incentiva a se precipitar.

Amigo quer a sua felicidade.
Inimigo quer a sua felicidade para ele.

Amigo te ouve até você terminar de falar.
Inimigo não vê sentido em ouvir, o que ele quer é falar.

Amigo te defende quando você está ausente.
Inimigo te ataca até quando você está presente.

Amigo fica feliz com a sua conquista, comemora como se fizesse parte dela (e na verdade faz mesmo!).
Inimigo fica feliz com a sua derrota, comemora como se fizesse parte dela (e na verdade faz mesmo!).

Amigo te anima, inimigo te desanima.

Amigo conhece suas qualidades e talentos, seus sonhos e motivações, conhece do que você gosta e do que não gosta, e quando não tem certeza procura ter.
Inimigo conhece quase todos os seus defeitos, no que você não é bom, o que você não gosta, e o que ainda não sabe vai procurar descobrir.

Amigo te dá oportunidade de ser mais forte.
Inimigo te dá uma oportunidade se ele se tornar mais forte por conta disto.

Amigo ouve o que você tem a dizer e procurar encontrar argumentos que comprovem que você está certo e que o que disse é bom.
Inimigo ouve apenas até ter algo que possa desmontar seus argumentos.

Amigo conta as suas vantagens.
Inimigo conta as vantagens que tem sobre você.

Amigo é fiel em todo tempo.
Inimigo é fiel em todo tempo que julgar necessário.

Amigo te defende quando todos te atacam,
Inimigo te ataca quando todos te defendem.

Enfim, amigo é amigo até o fim.

Não concordar sempre, pois se concordasse sempre estaria sendo seu inimigo.
Não te incentiva sempre, pois isto também não seria bom.

Amigo pode até te repreender, mas só depois de te ouvir, e só depois de conhecer os seus motivos.

Amigo nem sempre está presente, mas sempre está do seu lado. Mesmo de longe.

Amigo faz o bem para o amigo, e também aos inimigos, pois sabe que pode em algum caso se enganar e não está disposto a se tornar o que ele não é: um inimigo dos seus amigos.

Não é fácil - mesmo olhando para todas estas "dicas" - ter certeza sobre quem é amigo e quem não é.
Isto porém, não é o mais difícil.

Mais difícil que encontrar um amigo é se tornar um,
O mais difícil é não ser inimigo dos nossos amigos.


Gilliard Lima

(Um amigo leria este texto procurando o que há de bom, um inimigo nem chegaria até aqui, mas se chegasse teria em mente várias coisas que não concorda. Fazer o que? :)