O que pode curar a Inveja, o que pode vencer este sentimento cruel? Confira nesta reflexão o caminho para a vitória sobre este mal.


6 de junho de 2014




A Cura para a Inveja



"Teve José um sonho, que contou a seus irmãos; por isso o odiaram ainda mais."
(Gênesis 37.5)

O Poder da Gratidão


Algumas coisas podem despertar irá nas pessoas: A tristeza que elas sentem e a alegria que os outros desfrutam.

Isto faz parte da natureza do ser humano sem Deus. Quando Jaco deu uma bela túnica para José, seus irmãos o invejaram, e de tal modo se indignaram que passaram a ter ódio dele.

Quando presenciamos alguém ser abençoado temos sempre duas alternativas: ou nos alegramos, ou nos entristecemos.

Nos entristecemos, quando buscamos nos comparar com os outros, e pensamos apenas no que não temos, não somos ou não fazemos. Nos alegramos, quando entendemos que todos temos um mesmo Pai que abençoa a todos e, de tempo em tempo, dá presentes especiais para cada um dos seus filhos.

Na verdade nós nos alegramos ao pensar no que temos, no que somos e no que fazemos.

A inveja é um sentimento perverso e devastador, que se oculta em muitas desculpas, justificativas e mentiras.

O invejoso nunca ficará satisfeito, pois ele não consegue olhar para o que já tem, sempre irá focar no que não tem, no que está faltando, no que não faz parte da sua vida. Os irmãos de José tinham fartura de tudo, um pai riquíssimo, tudo que alguém poderia desejar naquele tempo estava ao alcance dos filhos de Jacó, mas eles não conseguiam enxergar nada disto, o que eles viam era um irmão que tinha sonhos, e sonhos era algo que eles não tinham.

As pessoas comuns ao perceberem que alguém perto delas está "subindo" na vida se preocupam em descobrir um meio de "puxar" este "exibido" para baixo novamente. As pessoas extraordinárias se preocupam em aprender como subir também.

Pessoas comuns sentem ódio dos vencedores, das pessoas abençoadas, daqueles que "chegam mais longe".
Pessoas extraordinárias admiram os vencedores, pois no final das contas eles também são mais do que vencedores.

Pessoas comuns sentem inveja, pessoas extraordinárias sentem gratidão.

A gratidão é a cura para a inveja e a inveja destrói a gratidão. Uma se opõe a outra e aquela que aceitarmos nos dominará. Algumas atitudes podem despertar inveja, outras despertarão a gratidão, mas as duas estão sempre diante de nós, e nós podemos rejeitar ou aceitar qualquer uma delas.

Não podemos evitar que as outras pessoas sintam inveja, assim como não podemos tomar uma decisão no lugar de outra pessoa. O que podemos fazer é tomar a decisão de lutar contra a inveja nos revestindo de gratidão. O que podemos fazer é escolher olhar para o que temos e agradecer a Deus continuamente por tudo. Agradecer por tudo que Ele tem realizado, por tudo que já tem nos dado, e acima de tudo, por tudo que Ele É. Se esta for a nossa atitude, certamente caminharemos na mesma trilha que José, e longe da inveja alcançaremos os sonhos de Deus para nossa vida.

Perguntas para Reflexão:


1) A Gratidão ou a Inveja, o que eu tenho aceitado?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 37 de Gênesis.

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -