O Pecado e o Fermento

O Pecado e o Fermento

O Pecado e o Fermento


"Nenhuma oferta de alimentos, que oferecerdes ao Senhor, se fará com fermento; porque de nenhum fermento, nem de mel algum, oferecereis oferta queimada ao Senhor."
(Levítico 2.11)

O Pecado e o Fermento


O pecado é o fermento que muda a aparência do homem, fazendo com que ele pareça grande, quando na verdade está cheio de espaços vazios que somente Deus pode preencher.

Na bíblia fermento normalmente está associado ao erro, ao procedimento incorreto, ao pecado. Se buscamos a aprovação de Deus e desejamos apresentar algo diante dEle precisamos atentar para o fato que o que oferecemos a Deus não pode de maneira alguma estar associado a atos ou atividades desaprovadas por Deus, pois afinal de contas o que tem o santo com o profano? Deus é Santo, e deseja que nós O honremos confiando nEle e fugindo de toda aparência do mal.

Perguntas para Reflexão:


1) O que tenho oferecido a Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 2 de Levítico.

Gilliard Lima


- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

A Oferta

Oferta

A Oferta


"E chamou o SENHOR a Moisés, e falou com ele da tenda da congregação, dizendo:"
(Levítico 1.1)

A Oferta



Hoje iniciamos nossas reflexões sobre o livro de Levítico. Meditaremos nestes dias sobre a Lei de Deus, as ordenanças para o Povo de Israel e em como elas podem nos ajudar a conhecer melhor o nosso bom Deus, o que significa o pecado, e quais são as consequências de nossas falhas.

Levítico começa com diversas orientações sobre como Israel iria prestar culto a Deus, e principalmente como haveria de se comportar o Sumo Sacerdote, ou seja o homem escolhido por Deus para representar todo o povo.

No segundo versículo deste livro lemos: "Fala aos filhos de Israel, e dize-lhes: Quando algum de vós oferecer oferta ao Senhor, (...)", note bem uma palavra que aqui destacamos: QUANDO.

Deus não disse: "SE algum de vós", mas Ele disse: "QUANDO algum de vós oferecer oferta ao Senhor,", o que nos faz ver que Deus esperava que os israelitas - todos eles - oferecessem ofertas ao Senhor Deus. As ofertas não representavam apenas gratidão, como nossa atual interpretação da palavra pode nos fazer supor, mas também uma forma clara e visível de assumir a própria culpa.

Interessante observar que todos haveriam de oferecer oferta ao Senhor, até mesmo o Sumo Sacerdote, pois todos os homens são falhos e todos estão constantemente recebendo algo de Deus. Este livro é muito mais profundo do que podemos imaginar em uma rápida leitura, e pode nos ensinar muito mais do que pensamos, no entanto é necessário ler ele com sede de conhecer melhor o Deus que o inspirou.

Levítico dá aos homens uma clara e breve descrição de como Deus desejava ser adorado pelo povo israelita. Na verdade Deus dava aos Filhos de Israel neste livro um meio legítimo de se manterem puros para que Ele - o Senhor Deus - permanecesse no meio deles, sendo que para que isto de fato ocorresse era necessário que a conta do pecado fosse liquidada de tempo em tempo.

Sabemos que o salário do pecado é a morte, sabemos também que no sangue está a vida, então através do derramamento do sangue inocente de um animal oferecido como oferta o povo "pagava" pelos seus erros. Para nós pode parecer algo extremamente impactante esta palavra, e na verdade é esta a realidade dos fatos: o pecado não é algo banal, o pecado gera morte.

"E ordenou o Senhor Deus ao homem, dizendo: De toda a árvore do jardim comerás livremente, Mas da árvore do conhecimento do bem e do mal, dela não comerás; porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás." (Gênesis 2.16-17)

Hoje temos a remissão - o perdão - de nossos pecados através do morte de Jesus Cristo, em um único, perfeito e completo sacrifício na cruz do calvário. Mas na época em que este livro foi escrito eles - os israelitas - não tinham outro meio para se manterem puros diante de Deus, a não ser oferecendo sacrifícios contínuos de animais conforme Deus estabeleceu em Levítico.

Ler este livro é como fazer uma viagem no tempo, e ao mesmo tempo nos faz ver como hoje somos privilegiados por receber de Deus esta maravilhosa graça, que é o perdão de nossos pecados por meio da fé em nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Sigamos, pois nesta viagem durante os próximos dias conhecendo o que ocorreu no passado, para entendermos melhor o que está ocorrendo hoje, e assim poderemos ofertar ao nosso Bom Deus toda nossa gratidão e louvor, adorando ao Criador em espírito e em verdade, como Ele deseja que nós - a Igreja de Cristo - o adoremos.

Perguntas para Reflexão:


1) O que tenho ofertado a Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 1 de Levítico.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

A Glória de Deus

A Glória de Deus

A Glória de Deus


"Porquanto a nuvem do Senhor estava de dia sobre o tabernáculo, e o fogo estava de noite sobre ele, perante os olhos de toda a casa de Israel, em todas as suas jornadas."
(Êxodo 40.38)

A Glória de Deus



O livro de Êxodo conta a história de Israel, desde o momento em que era escravo no Egito até a construção do tabernáculo. Saíram da Terra da Dor para o Reino da Paz, do Período de Provação para o Tempo da Manifestação da Glória de Deus.

Eles passaram por muitos momentos difíceis, mas também por muitas vitórias. Sofriam como escravo, mas Deus lhes enviou Moisés - a quem haviam rejeitado - como seu libertador. Eram castigados no Egito, porém Deus retribuiu aos Egípcios com as Dez Pragas que enviou sobre Faraó e seu povo. Perderam muitos anos naquele pais, mas agora Deus começava um novo tempo para Israel, Deus dava início ao Calendário deles, instituindo o seu primeiro dia, a partir do qual haveriam de contar seus dias. Passaram por muitas privações, mas quando saíram do Egito Deus os supriu de todas as maneiras, enviando maná do céu para alimento e fazendo com que da Rocha brotasse água para saciar a sede de seu povo. Deu ao povo também os Dez Mandamentos, pelos quais - se os cumprissem - viveriam. E por fim instituiu um meio pelo qual manifestaria Sua Presença e Sua Glória aos Filhos de Jacó: o Tabernáculo.

"E disse o Senhor: Tenho visto atentamente a aflição do meu povo, que está no Egito, e tenho ouvido o seu clamor por causa dos seus exatores, porque conheci as suas dores." (Êxodo 3.7)

Em meio a escravidão o Povo de Israel clamou, e Deus os ouviu, os libertou, e lhes revelou a Sua Glória. Se Deus muda a história de uma nação, o que Ele não pode fazer por um homem ou uma mulher que clamar por socorro? Certamente Ele é poderoso e bom para nos atender, mesmo que estejamos tal qual o povo de Israel: cheio de imperfeições. Não importa a situação que você está agora, o importante é confiar que Deus é poderoso para transformar a nossa história, nos dar uma nova oportunidade e cumprir todas as suas misericórdias sobre nossas vidas. Creia, e faça o que Senhor tem lhe ordenado, e assim como o Povo de Israel, verás também a Glória de Deus se manifestar em sua vida.

"Disse-lhe Jesus: Não te hei dito que, se creres, verás a glória de Deus?" (João 11.40)

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho buscado ao Senhor para receber libertação do que está me prendendo a este mundo?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 40 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Um Passo

Um Passo

Um Passo


"Conforme a tudo o que o Senhor ordenara a Moisés, assim fizeram os filhos de Israel toda a obra."
(Êxodo 39.42)

Um Passo



Nos tempos de Moisés Deus deu aos filhos de Israel muitas instruções, e no que diz respeito a construção do tabernáculo eles fizeram tudo conforme o Senhor havia ordenado. Nos nossos dias também temos instruções para seguir da parte de Deus, vejamos algumas delas:

"E Jesus disse-lhe: Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu pensamento." (Mateus 22.37)

"E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo." (Mateus 22.39)

"Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal." (Mateus 6.34)

"Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo;" (Mateus 28.19)

"Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim." (João 14:1)

As palavras selecionadas acima são de Jesus Cristo, o Filho de Deus, e nos instruem sobre como agir com sabedoria em meio a um mundo que está distante de Deus. Na Bíblia podemos encontrar muitas outras instruções detalhadas que o Senhor nos deixou para que através da verdade venhamos a alcançar a Vida Eterna, em breve.

Cremos que se aproxima o momento em que estaremos eternamente com Cristo, e até lá nossa missão é conhecer a Vontade de Deus, e Seguir Suas Instruções, pois cada instrução seguida é um passo na direção de Deus. Sigamos pois para perto de Deus.

Perguntas para Reflexão:


1) Quantas instruções vou procurar conhecer hoje?

2) Quantos passos vou andar em direção a Deus hoje?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 39 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Ele Continua no Controle

Ele Continua no Controle

Ele Continua no Controle


"Um beca por cabeça, isto é, meio siclo, conforme o siclo do santuário; de todo aquele que passava aos arrolados, da idade de vinte anos para cima, que foram seiscentos e três mil e quinhentos e cinqüenta."
(Êxodo 1.1)

Ele Continua no Controle



Enquanto Israel se torna protagonista de ações que o tornam centro da atenção de todo o mundo podemos ver que este povo não está aqui por acaso. Muitas vezes perseguido, alvo de inúmeras tentativas de extermínio, Israel é o Povo que Deus escolheu e separou. Sabemos que ele pode ser atacado, porém não destruído, pois Deus o escolheu, e um remanescente será salvo dentre eles.

"Porque ainda que o teu povo, ó Israel, seja como a areia do mar, só um remanescente dele se converterá; uma destruição está determinada, transbordando em justiça." (Isaías 10.22)

Quando os Israelitas estavam no deserto mais de meio milhão foram contados, milênios depois, da segunda guerra mundial, não chegavam a trezentos mil, e hoje já são mais de 14 milhões espalhados nesta terra. Este povo não foi exterminado simplesmente por que Deus não permitiu. Deus continua no controle, nada acontece sem a sua permissão. Tudo o que está determinado por Deus sobre Israel há de acontecer, e certamente se aproxima, a cada dia, o cumprimento de cada uma das promessas de Deus. Não se espante ao observar as notícias sobre Israel, mas olhe bem, pois isto tudo nos faz ver que o Reino de Deus está próximo, muito próximo.

Perguntas para Reflexão:


1) Já entendi que Deus continua no controle? Creio em Sua Palavra?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 38 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Caminho Certo

O Caminho Certo

O Caminho Certo


"Fez também Bezalel a arca de madeira de acácia; o seu comprimento era de dois côvados e meio; e a sua largura de um côvado e meio; e a sua altura de um côvado e meio."
(Êxodo 37:1)

O Caminho Certo



O desejo de criar o próprio caminho pode nos distanciar do caminho certo.

Deus deu aos Israelitas instruções específicas, que deveriam ser seguidas na construção do tabernáculo e de tudo que haveria nele. Cada detalhe era importante. O sucesso deles nesta missão dependeria diretamente da habilidade de seguir instruções. Hoje, nós também passamos por algo parecido, pois temos instruções específicas para seguir. O que precisamos é vigiar para no momento em que buscamos o caminho certo não venhamos a ceder a tentação de criar nosso próprio caminho.

"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim." (João 14.6)

Perguntas para Reflexão:


1) Estou tentando criar o meu próprio caminho para o céu?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 37 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O que eu posso fazer?

O que eu posso fazer?

O que eu posso fazer?


"E vieram todos os sábios, que faziam toda a obra do santuário, cada um da obra que fazia, E falaram a Moisés, dizendo: O povo traz muito mais do que basta para o serviço da obra que o Senhor ordenou se fizesse."
(Êxodo 36.4-5)

O que eu posso fazer?



O que moveu o Povo de Israel a ofertar para a construção do tabernáculo?
A gratidão, o desejo de fazer parte da obra de Deus, e a fé de que o Senhor estava com eles.
Quando Moisés convocou todo o povo para trazer ofertas eles poderiam responder positivamente, ou não. Sempre que nós convocamos outra pessoa a agir de determinada maneira temos que ter em mente a seguinte verdade:

Só podemos ampliar nas outras pessoas algo que já está presente nelas.

Se convidarmos alguém a expressar gratidão, mas este sentimento não estiver em seu coração, não veremos nada. Ficaremos decepcionados, se não conhecermos esta verdade. Na verdade o ser humano não tem poder para criar algo do nada, ele tem sim habilidade para combinar diferentes elementos já existentes de maneira a criar algo novo. Quando tratamos com outro ser humano podemos até convocar alguém a ampliar determinado sentimento, mas estaremos limitados pelo que já está presente nesta pessoa, no que ela conseguiu gerar em seu interior combinando aquilo que ela já possuía.

Um exemplo prático: Queremos que alguém demonstre mais amizade, e para isto nós buscamos a amizade desta pessoa, fazemos para ela o que acreditamos que um bom amigo deve fazer. Se esta pessoa "sabe" o que é ser amigo ela poderá corresponder, porém se "amizade" não faz parte do seu repertório então veremos atitudes, palavras e sentimentos "fora do tom", sentiremos no final que fracassamos em gerar esta amizade, quando na verdade não podemos gerar algo em outra pessoa que já não esteja presente nela.

Quando tentamos gerar algo em outra pessoa e não conseguimos precisamos ver que possivelmente não estamos sendo bons professores. Um bom professor entende que não pode ensinar alguém a multiplicar sem que antes o aluno saiba somar. Não se pode ensinar alguém a ler as palavras se não conhecer antes as letras do alfabeto. Quando fracassamos na tentativa de ampliar algo nas outras pessoas precisamos recomeçar com algo mais básico, mais simples. Lembre-se dos ensinos de Jesus, sempre falava por parábolas, comparando as coisas celestiais com algo simples da rotina terrestre, com o objetivo de ser entendido pelos mais humildes. Sem um firme alicerce não se constrói uma casa firme.

Deus estava trabalhando com o Povo de Israel, muitas são as lições que eles precisavam aprender para poder corresponder ao chamado de Deus para a vida deles. Em algumas situações eles estavam demonstrando fé, em outras demonstravam dúvida, mas a cada dia que passava conheciam um pouco mais o Deus a que serviam, e nos seus erros e acertos nós somos hoje ainda edificados

No capítulo de hoje vemos que eles contribuíram para com a construção do tabernáculo com alegria, doando aquilo que tinham. Aprendemos aqui que só podemos oferecer aos outros algo que já possuímos.

Cabe a cada um de nós buscar combinar nossas experiências, aprendizados, sentimentos e pensamentos - ou seja, tudo aquilo que chamamos de "nossa vida" - com a finalidade de gerar o que é bom em nosso interior, confiando ainda que é olhando para o nosso Deus que haveremos de ver em sua Natureza Divina a inspiração que necessitamos para lutar contra o que mal que nos assedia e nos tornamos cada dia mais parecidos com nosso Maravilhoso Criador.

Só podemos ampliar nas outras pessoas algo que já está presente nelas.

Perguntas para Reflexão:


1) O que preciso gerar em meu interior que está faltando hoje?

2) O que estou tentando gerar em outra pessoa e não estou obtendo resultado?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 36 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Compartilhando o que Recebemos

Compartilhando o que Recebemos

Compartilhando o que Recebemos


"E o Espírito de Deus o encheu de sabedoria, entendimento, ciência e em todo o lavor,"
(Êxodo 35.31)

Compartilhando o que Recebemos



Sabedoria, entendimento e ciência são características que ajudam a diferenciar o sábio do tolo. Elas não são qualidades que levam o homem a uma inteligência teórica, mas sim prática. Sempre que aprendemos algo novo precisamos atentar para a aplicação deste aprendizado.

A finalidade de toda sabedoria, entendimento e conhecimento que recebemos é para que possamos ser edificados na Verdade, contribuindo para que as outras pessoas cresçam desta mesma maneira.

Se o Espírito de Deus nos tem dado dons, é para que compartilhemos o que dEle recebemos. A Verdadeira Sabedoria nos ensina que na matemática de Deus sempre que dividimos o que dEle já recebemos nós estamos multiplicando o que dEle ainda haveremos de receber. Façamos, pois, o que é bom, em todo o tempo, para que no momento certo Deus possa nos recompensar, de acordo com o que temos realizado com os dons que dEle temos recebido.

Perguntas para Reflexão:


1) Lembro realmente de tudo que tenho Recebido?

2) Tenho compartilhado o que Deus tem me dado?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 35 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Imitadores de Deus

Imitadores de Deus

Imitadores de Deus


"E aconteceu que, descendo Moisés do monte Sinai trazia as duas tábuas do testemunho em suas mãos, sim, quando desceu do monte, Moisés não sabia que a pele do seu rosto resplandecia, depois que falara com ele."
(Êxodo 34.29)

Imitadores de Deus



O homem tem uma característica muito peculiar: ele se torna parecido com o que adora.

Se o ser humano adora um outro ser humano se torna parecido com o seu ídolo. Terá o mesmo penteado, mesma forma de falar, e o mesmo gosto. Se o ser humano adora um objeto ficará parecido com ele, veja o que diz o Salmo 115:

"Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens. Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem. Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram. Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam." (Salmos 115.4-8)

Se a sua confiança está em um objeto, ou em um homem, você ficará cada dia mais parecido com ele, se, no entanto, o adorar ao Deus Criador dos Céus e da Terra é certo que ficará cada dia mais parecido com Ele. Moisés adorava ao Senhor Deus, e é por isto que seu rosto resplandecia, ele se tornava cada dia mais parecido com Deus que ele adorava.

Assim também será com todos os fieis servos de Deus que não permitem que nada, nem ninguém, tenha o primeiro lugar em sua vida tomando o lugar que é de Deus. Adorando a Deus em espírito e em verdade, vivendo a cada dia como filhos amados, imitadores de Deus.

"Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem." (João 4:23)

O homem tem uma característica muito peculiar: ele se torna parecido com o que adora.

"Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados;" (Efésios 5.1)

Perguntas para Reflexão:


1) A quem tenho imitado? Em quem tenho confiado?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 34 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Amizade de Deus

Amizade de Deus

Amizade de Deus


"Então lhe disse: Se tu mesmo não fores conosco, não nos faças subir daqui."
(Êxodo 33.15)

Amizade de Deus



Quando os homens aceitam que Deus fique de fora de seus planos não estão apenas correndo o risco de fracassar, mas principalmente estão se arriscando a ter uma vitória sem Deus, e a vitória sem Deus é a maior de todas as derrotas. Moisés não se conformou com a ideia de continuar a caminhada sem a Presença de Deus, e esta deve ser também nossa postura.

Não importa o que enfrentaremos, o importante não é o resultado de nossa próxima conquista, mas a conquista que precisamos ter em todos os nossos resultados: a maior amizade que podemos obter nesta terra, a Amizade de Deus.

Esta é a nossa verdadeira vitória: Não perder nosso melhor amigo.

Perguntas para Reflexão:


1) O que é mais importante para mim: minhas conquistas ou a Amizade de Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 33 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Incorruptível

Incorruptível

Incorruptível


"Então disse o Senhor a Moisés: Vai, desce; porque o teu povo, que fizeste subir do Egito, se tem corrompido,"
(Êxodo 32:7)

Incorruptível



Enquanto Moisés estava com Deus no monte o povo de Israel se pôs a adorar um bezerro de ouro. Não basta ver as Maravilhas de Deus, nem mesmo ouvir a Voz de Deus, para que o coração do homem possa se manter incorruptível ele precisa estar na Presença de Deus.

Pergunta para Reflexão:


1) Estou na Presença de Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 32 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Doador Universal

Doador Universal

Doador Universal


"Eu escolhi a Bezalel, filho de Uri, filho de Hur, da tribo de Judá, e o enchi do Espírito de Deus, dando-lhes destreza, habilidade e plena capacidade artística"
(Êxodo 31.2-3)

Doador Universal



Deus é o doador das habilidades, capacidades, dons e talentos que expressam excelência na vida de um homem. Ele é quem tem poder de conceder ao homem características únicas para que eles possam executar a missão a que foram destinados. Diante deste fato podemos concluir duas coisas:

1) Não convêm ao homem se orgulhar, pois não há nada no homem que ele não tenha recebido;

2) Tudo o que recebemos tem um propósito específico.

Deus fez isto no passado - deu dons aos homens - e tem feito hoje também. Ele é o Doador Universal, o único que não necessita que ninguém lhe dê algo, mas tem dado a todos tudo o que é necessário, a cada um conforme sua sabedoria. A nós nos compete utilizar da melhor maneira possível, de maneira que durante nossa breve estada nesta vida possamos multiplicar os talentos que nos foram entregues.

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho valorizado os dons que recebi?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 31 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Exigências X Oportunidades

Exigências x Oportunidades

Exigências x Oportunidades


"Quando entrarem na tenda da congregação, lavar-se-ão com água, para que não morram, ou quando se chegarem ao altar para ministrar, para acender a oferta queimada ao Senhor."
(Êxodo 30.20)

Exigências x Oportunidades


"Cada local tem Exigências e Oportunidades específicas"


Quando vamos ao banco precisamos passar por um detector de metais, é uma exigência deste local, quando lá estamos temos acesso a uma variedade de serviços que normalmente não teríamos em outro tipo de estabelecimento comercial. Cada local tem exigências para que lá possamos entrar e permanecer, e também terá oportunidades que não estarão disponíveis em outros locais.

O mesmo ocorre nas questões espirituais, tanto o povo de Israel quanto nós hoje precisamos cumprir determinadas exigências para ter acesso a Presença de Deus, e diante dEle temos oportunidades que não encontraremos em nenhum outro lugar. Cabe a cada um de nós buscar, diariamente, buscar não somente ter acesso a Presença de Deus, mas principalmente se manter constantemente em sua Santa Presença, pois é somente na Presença de Deus que encontraremos a Paz e a Felicidade que tanto buscamos.

Perguntas para Reflexão:


1) Busco a Presença de Deus?

2) Procuro estar na Presença de Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 30 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Relacionamento gera Conhecimento

Relacionamento gera Conhecimento

Relacionamento gera Conhecimento


"E habitarei no meio dos filhos de Israel, e lhes serei o seu Deus, E saberão que eu sou o Senhor seu Deus, que os tenho tirado da terra do Egito, para habitar no meio deles. Eu sou o Senhor seu Deus."
(Êxodo 29.45-46)

Relacionamento gera Conhecimento



"Só Conhece a Deus quem Convive com Ele."

Só podemos conhecer verdadeiramente alguém se mantivermos um relacionamento com esta pessoa, convivendo com ela durante algum tempo. Quanto mais tempo passamos com uma pessoa melhor conheceremos ela. Com Deus este fato se torna ainda mais visível, quem convive com Deus passa a ter mais conhecimento dEle a cada dia que passa.

Quer conhecer alguém bem? Passe tempo com esta pessoa. Quer conhecer o seu Deus melhor? Passe mais tempo com Ele.

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho convivido com Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 29 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

A Família

A Família

A Família


"Depois tu farás chegar a ti teu irmão Arão, e seus filhos com ele, do meio dos filhos de Israel, para me administrarem o ofício sacerdotal; a saber: Arão, Nadabe, e Abiú, Eleazar e Itamar, os filhos de Arão."
(Êxodo 28.1)

A Família



Desde o princípio Deus demonstrou que desejava que o homem vivesse em família. Sempre que Deus projetava algo buscava alcançar uma família, foi assim com a Família de Adão, com a Família de Noé, com a Família de Abrão, de Isaque e de Jacó, entre inúmeros outros exemplos. A Salvação de Deus foi enviada para alcançar a família, pois a família é uma semente capaz de gerar uma geração idêntica a ela. Uma família de homens maus gera uma geração de homens maus. Uma família que Teme a Deus pode gerar uma geração de servos de Deus. Mas o que gera uma família temente a Deus?

Como citado acima normalmente a família estará vinculada ao seu representante - Adão, Noé, Rute, Abrão, Saul, Davi - e isto significa que o que gera uma família é a vida de uma pessoa, ou seja, se nós quisermos ter uma família abençoada precisamos nos dispor para sermos uma benção, um canal das bençãos de Deus para nossa família. Uma família será um reflexo daquele que a lidera.

Por sua vez uma nação é formada por famílias. Quando uma nação não está bem é um claro sinal que as famílias que a constituem não estão bem. Tudo está interligado. Uma nação abençoada começa com famílias abençoadas. Uma nação saudável está firmada em ter famílias equilibradas. E uma família equilibrada é formada por pessoas que temem a Deus. Deus deseja salvar não somente a nossa alma, mas também a nossa família, e para isto tem nos chamado, para refletirmos a sua graça por todos os lugares em que passarmos. Foi o que Deus fez através da família de Arão, conforme relata o capítulo 28 de Êxodo, tornando-a em benção para toda nação de Israel. É isto que Deus deseja fazer com nossa vida e com nossa família: uma grandíssima benção, para todas as famílias da terra.

"E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa." (Atos 16:31)

Perguntas para Reflexão:


1) Qual tem sido a sua influência sobre a sua família?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 28 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Correndo de Olhos Fechados

Correndo de Olhos Fechados

Correndo de Olhos Fechados


"Ordene aos israelitas que lhe tragam azeite puro de oliva batida para a iluminação, para que as lâmpadas fiquem sempre acesas."
(Êxodo 27.20)

A Luz que Ilumina o nosso Caminho



Dentre as instruções que Deus deu aos israelitas uma delas era: "Ordene aos israelitas que lhe tragam azeite puro de oliva batida para a iluminação, para que as lâmpadas fiquem sempre acesas."

Você já pensou no que seria de nós - seres humanos - sem a luz? Seriamos tal qual uma pessoa cega, pois se não há luz não há visão. E se não podemos ver ficamos em uma situação bem desconfortável, pois a nossa mobilidade também é afetada. Quem pode correr de olhos fechados? Isto não é nada fácil. Sem luz também ficamos desorientados, sem saber para onde ir.
Quando a luz está presente podemos descobrir onde estamos.

Em nossa vida espiritual temos algo muito parecido, pois sem a Luz da Palavra de Deus iluminando nosso caminho ficamos parados, não conseguimos nem mesmo dar alguns passos sem tropeçar e cair, sem direção andamos em círculos - cometendo os mesmos erros inúmeras vezes - e nem mesmo conseguimos saber onde é que estamos. Esta é a condição de todos nós quando estamos cegos para as verdades da Palavra de Deus.

Então, qual é a solução? O que fazer para voltar a enxergar, espiritualmente falando?

A resposta está no mesmo versículo citado acima: "Ordene aos israelitas que lhe tragam azeite puro de oliva batida para a iluminação, para que as lâmpadas fiquem sempre acesas."

O azeite representa na Bíblia o Santo Espírito de Deus. Somente com a presença dEle teremos Luz em nossa vida, Luz que nos fará entender os mistérios de Deus, a Palavra de Deus, Quem nós somos, Onde Estamos e Para onde estamos indo.

Queres sabedoria e discernimento a respeito das maravilhas de Deus? Busque a presença do Espírito Santo, fale com Ele, viva com Ele, dia e noite, "para que as lâmpadas fiquem sempre acesas".

Perguntas para Reflexão:


1) Estou buscando a Presença do Santo Espírito de Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 27 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

E se o GPS não funcionar?

GPS

E se o GPS não funcionar?


"Faça o tabernáculo de acordo com o modelo que lhe foi mostrado no monte."
(Êxodo 26.30)

E se o GPS não funcionar?



Na estrada uma das reclamações mais frequentes das mulheres sobre os homens é que eles tem dificuldade de parar e pedir informação quando estão perdidos, e a segunda reclamação é que eles se negam a admitir que estão perdidos. Se o GPS não funcionar o problema se agrava, e tudo fica um pouco mais complicado. Já na estrada da vida estamos todos - homens e mulheres - cometendo estes dois erros, e um terceiro erro que é ainda pior do que os outros dois juntos:

1° Erro - Não Parar para pedir informação:

Quando o ser humano está na estrada ele não quer parar, não importa a direção, o que ele quer é seguir em frente. Se está deprimido, por exemplo, então irá seguir em frente neste mesmo caminho cada vez mais rápido. Se estiver no mundo das drogas, se aprofundará cada dia mais. Se for rico e famoso buscará ainda mais sucesso e fortuna. Se estiver vivendo na mentira, mentira ainda mais para encobrir com uma nova mentira todas as outras que ameaçam se levantar. Parar para pedir informação? Nem pensar. Ninguém quer ter que admitir que está errado, e se buscar ajuda terá que lidar com a possibilidade de estar perdido, e isto não faz parte do pensamento do ser humano.

2° Erro - Não admitir que está perdidos:

Só há um meio de voltar para o caminho certo e ter a chance de chegar a um lugar melhor: admitindo que está perdido. Enquanto negarmos esta realidade continuaremos caminhando para um destino desagradável. Quer um exemplo prático? Alguém que está ganhando peso, todos os meses adquirindo mais meio quilo, dentro de cinco anos estará com 30 quilos a mais. Se esta pessoa não conseguir admitir isto ela irá continuar neste destino. Sem admitir que está errando ninguém pode alcançar um caminho melhor.

3° Erro - Dificuldade para seguir instruções:

Quando buscamos ajuda temos duas opções: aceitar que estamos errados e mudar de direção, ou insistir no mesmo caminho acreditando que os outros estão errados. Enquanto na estrada normalmente aceitamos seguir a orientação que recebemos, na vida quando recebemos orientação - na maior parte das vezes - a última coisa que nos passa pela cabeça é aceitar um conselho. Se disserem: "É por aqui." Nós diremos: "Eu vou por ali".

Não basta admitir que está perdido para voltar para estrada certa, é necessário seguir as instruções exatamente como foi recebida. Se a orientação contêm cinco partes, algo como: "vire a esquerda, depois siga por 2 Km e vire a direita, ande mais 2 Km e vire a esquerda" é necessário seguir todos os passos, pois se deixar de fazer um deles estará comprometendo a rota, estará saindo do caminho novamente.

Moisés recebeu de Deus orientações precisas quanto a como construir o tabernáculo, e seguiu cada orientação com precisão, e foi isto que fez com a Glória de Deus se manifestasse de uma extraordinária naquele lugar. Não foi a precisão geométrica, mas a precisão da obediência. Este é o segredo e a força do servo de Deus nesta terra. Seguir as orientações que recebemos nos levará direto para o nosso alvo, é o caminho mais curto para a eternidade ao lado de Deus.

E afinal de contas qual é o GPS da estrada da vida? Certamente é a Palavra de Deus, com a diferença que ela sempre funciona, nunca desliga ou fica sem sinal, pois Ela sempre cumpre o que Deus determinou.
Independente da direção que decidirmos tomar.

Perguntas para Reflexão:


1) Sigo instruções "ao pé da letra" ou só sei questionar tudo e todos?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 26 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Oferta que Agrada a Deus

Oferta que Agrada a Deus

Oferta que Agrada a Deus


"Diga aos israelitas que me tragam uma oferta. Receba-a de todo aquele cujo coração o compelir a dar."
(Êxodo 25:2)

Oferta que Agrada a Deus



Qual a oferta que agrada a Deus?


A oferta que agrada a Deus possui algumas características específicas, vejamos algumas delas:

É feita com alegria:

"Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria." (2 Coríntios 9.7)

É feita logo, o mais cedo possível:

"Passado algum tempo, Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor." (Gênesis 4.3)

É formada pelo que há de melhor:

"Abel, por sua vez, trouxe as partes gordas das primeiras crias do seu rebanho. O Senhor aceitou com agrado Abel e sua oferta," (Gênesis 4.4)

É de coração:

"Diga aos israelitas que me tragam uma oferta. Receba-a de todo aquele cujo coração o compelir a dar."
(Êxodo 25:2)

A Oferta e o Ofertante


Em Lucas, capítulo 21, nos temos um maravilhoso ensino de Jesus sobre a questão da oferta. Ele nos ensinou que o valor da oferta está diretamente relacionado ao ofertante, que - diante de Deus - o valor da oferta não é importante, mas sim o que a oferta representa para o ofertante, veja o que Jesus disse: "Todos esses deram do que lhes sobrava; mas ela, da sua pobreza, deu tudo o que possuía para viver".

Ao ofertar, que nós possamos nos lembrar que o valor da oferta não é determinado pelo que ela representa para os outros, mas o que ela representa para nós, pois se não tiver valor para mim, também não terá valor para Deus.

Qual a oferta que agrada a Deus?


O que Deus deseja ver através das nossas ofertas - na verdade - é renúncia, pois a renúncia é o Amor em Ação.

Perguntas para Reflexão:


1) Como tem sido minha oferta? Do que sobra? Do que tem valor para mim? Tem sido uma oferta de renúncia?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 25 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira estas Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

A Face de Deus

A Face de Deus

A Face de Deus


"Moisés, Arão, Nadabe, Abiú e setenta autoridades de Israel subiram e viram o Deus de Israel, sob cujos pés havia algo semelhante a um pavimento de safira, como o céu em seu esplendor. Deus, porém, não estendeu a mão para punir esses líderes do povo de Israel; eles viram a Deus, e depois comeram e beberam."
(Êxodo 24.9-11)

A Face de Deus



Muitas pessoas que não acreditam em Deus tentam criar dúvidas sobre a inerrância da Bíblia através dos versículos acima. Hoje vamos esclarecer alguns pontos e fortalecer nossa fé com base na verdade da Palavra.

Primeiramente vejamos alguns outros textos:

"Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito que está no seio do Pai, esse o revelou." (João 1.18)

"Aquele que tem, ele só, a imortalidade, e habita na luz inacessível; a quem nenhum dos homens viu nem pode ver, ao qual seja honra e poder sempiterno. Amém." (1 Timóteo 6:16)

Olhando para estes textos bíblicos alguns podem ficar confusos, pois aparentemente dizem o contrário do que está escrito em Êxodo 24.9-11. O que não podemos nos esquecer é que Deus não nos escreveu versículos, Deus nos enviou uma carta, que chamamos de Bíblia. Uma Carta de Amor, com milhares de linhas, pois o Amor de Deus por nós é muito grande. Sabemos que Deus não nos enviou uma carta apenas, mas também seu próprio filho, por nos amar. Acontece que se nós focalizarmos nossa atenção em apenas uma ou duas linhas estaremos limitando também nosso entendimento. Quer um exemplo bem prático? Neste paragrafo que você está lendo agora tem duas sequências de palavras que estão destacadas em vermelho, olhe para elas por um momento.

A primeira diz que "Deus nos enviou uma carta" e a segunda diz que "Deus não nos enviou uma carta". Se olhássemos apenas para estas duas frases isoladas iriamos dizer que estão se contradizendo, porém ao ler todo o parágrafo acima com discernimento entendemos que não há contradição alguma. E este o erro que estão cometendo aqueles que pegam versículos isolados em busca de contradição que - de fato - não existe. Precisamos olhar para o todo da Palavra de Deus e não apenas para pequenos trechos isoladamente.

Quanto a questão proposta bastaria olhar para alguns outros versículos para entender melhor o que está escrito:

O Anjo do Senhor


O que muitas vezes o homem viu foi o Anjo do Senhor, que inclusive levava o nome de Deus, O Representando:

"Eis que eu envio um anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho, e te leve ao lugar que te tenho preparado. Guarda-te diante dele, e ouve a sua voz, e não o provoques à ira; porque não perdoará a vossa rebeldia; porque o meu nome está nele. Mas se diligentemente ouvires a sua voz, e fizeres tudo o que eu disser, então serei inimigo dos teus inimigos, e adversário dos teus adversários. Porque o meu anjo irá adiante de ti, e te levará aos amorreus, e aos heteus, e aos perizeus, e aos cananeus, heveus e jebuseus; e eu os destruirei." (Êxodo 23.20-23)

Tantas outras vezes vemos textos citando ver a Deus face a face, no entanto o que eles estavam vendo era o Anjo do Senhor. Não acredita? Pois veja a relação direta que podemos obter ao ler Êxodo 3, o momento da chamada de Moisés:

"E apareceu-lhe o anjo do Senhor em uma chama de fogo do meio duma sarça; e olhou, e eis que a sarça ardia no fogo, e a sarça não se consumia. E Moisés disse: Agora me virarei para lá, e verei esta grande visão, porque a sarça não se queima. E vendo o Senhor que se virava para ver, bradou Deus a ele do meio da sarça, e disse: Moisés, Moisés. Respondeu ele: Eis-me aqui. E disse: Não te chegues para cá; tira os sapatos de teus pés; porque o lugar em que tu estás é terra santa." (Êxodo 3.2-5)

O homem não pode ver a Face de Deus


"Não poderás ver a minha face, porque o homem não pode ver a minha face e viver." (Êxodo 33.20)

Eles não viram a Face de Deus, inclusive o que mais foi citado foi o lugar onde estavam os pés de Deus: "(...) sob cujos pés havia algo semelhante a um pavimento de safira, como o céu em seu esplendor."

Moisés que FALAVA com Deus "face-a-face" também não pode ver a Face de Deus, conforme o mesmo versículo acima. Apenas viu a Sua Glória depois de haver Deus passado por ele:

"Disse mais o Senhor: Eis aqui um lugar junto a mim; aqui te porás sobre a penha. E acontecerá que, quando a minha glória passar, pôr-te-ei numa fenda da penha, e te cobrirei com a minha mão, até que eu haja passado. E, havendo eu tirado a minha mão, me verás pelas costas; mas a minha face não se verá."

"Êxodo 33.21-23"

Conclusão


Nenhum homem viu a Face de Deus, porque se Deus permitisse que isto acontecesse este homem morreria. Porém muitos viram o Anjo do Senhor e vislumbraram rapidamente uma pequena parte da Glória de Deus. O que sabemos com certeza é que para aqueles que permanecerem fieis uma promessa foi feita a este respeito, que em breve se cumprirá:

"Amados, agora somos filhos de Deus, e ainda não é manifestado o que havemos de ser. Mas sabemos que, quando ele se manifestar, seremos semelhantes a ele; porque assim como é o veremos." (1 João 3.2)

"Pois agora vemos como por um espelho em enigma, mas então face a face; agora conheço em parte, mas então conhecerei plenamente, assim como fui plenamente conhecido." (I Co 13.12)

Promessa esta que está também confirmada no último capítulo da Bíblia, nas últimas linhas da Carta de Deus aos homens:

"Ali não haverá jamais maldição. Nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão, e verão a sua face; e nas suas frontes estará o seu nome." (Apocalipse 22.3,4)


Perguntas para Reflexão:


1) Conheço a Bíblia como um todo ou apenas pequenas partes dela?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 24 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Deus é Justo

Deus é Justo

Deus é Justo


"Nem ao pobre favorecerás na sua demanda."
(Êxodo 23.3)

Deus é Justo



Deus é Justo. Alguns imaginam que Deus faz Sua Justiça com padrões humanos, mas não é bem assim. Deus não compensa, Deus Recompensa, e isto faz muita diferença. Olhe bem: segundo o parecer humano seria bom - se um rico e um pobre estiverem pleiteando uma causa - pender a balança para o lado do pobre, porém não é isto que Deus quer. Deus não quer que o pobre seja favorecido injustamente, mas sim que se estabeleça de maneira justa todas as questões.

Agora pense bem: nem mesmo ao pobre Deus quer que haja favorecimento de maneira injusta. Se olharmos para uma situação muito de perto corremos o risco de deixar de ver a realidade. Quer um exemplo? Você está tão perto do Planeta Terra que não consegue ver o todo, não consegue ver tudo que ela é. Quem mora no deserto vê a terra como um grande deserto, e quem mora na ilha a vê como um grande oceano.

Olhando para as Obras de Deus podemos ver que Ele age com extrema sabedoria em todas as situações, e o que alguns homens apontam como injustiça da parte de Deus nada mais é do que uma incapacidade de enxergar a realidade como ela é, uma incapacidade de ver o todo, de olhar todos os fatos e julgar de maneira correta. Se tivéssemos uma visão melhor teríamos também decisões melhores, mas nossa visão é curta não enxergamos os acontecimentos do passado, não conhecemos direito a história que estamos ajudando a construir.

"Quando os crimes não são castigados logo, o coração do homem se enche de planos para fazer o mal. O ímpio pode cometer uma centena de crimes e até ter vida longa, mas sei muito bem que as coisas serão melhores para os que temem a Deus, para os que mostram respeito diante dele. Para os ímpios, no entanto, nada irá bem, porque não temem a Deus, e os seus dias, como sombras, serão poucos." Eclesiastes (8.11-13)

Se agirmos com justiça, fazendo o que é certo, a recompensa será também certa, pois Deus é Justo. Ele mesmo recompensa cada um segundo as suas obras. As bençãos de Deus virão - certamente - sobre todos aqueles que o temem, sobre aqueles que seguem os passos do seu Criador.

"E servireis ao Senhor vosso Deus, e ele abençoará o vosso pão e a vossa água; e eu tirarei do meio de vós as enfermidades." (Êxodo 23.25)

Perguntas para Reflexão:


1) Entendo que não é justo favorecer quem quer que seja por meio de uma injustiça?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 23 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Príncipe Dentre o teu Povo

Autoridade

O Príncipe Dentre o teu Povo


"A Deus não amaldiçoarás, e o príncipe dentre o teu povo não maldirás."
(Êxodo 22.28)

O que for Devido



Vivemos em um tempo em que falar mal é visto como algo bom, principalmente quando se trata de alguém que tem poder, autoridade ou bens. O que acontece, na verdade, não é nada além do que já está predito na Palavra de Deus, em que a inversão de valores domina a sociedade e faz com que o bem seja mal visto, e o mal seja bem visto. Não estamos falando de política, estamos falando de autoridade. Deus sabe o que faz, e não sobe alguém ao poder sem a permissão dEle, mesmo os políticos.

" (...) tempo há em que um homem tem domínio sobre outro homem, para desgraça sua." (Eclesiastes 8.9b)

O que estamos olhando aqui vai muito além da política. Os homens possuem uma revolta no seu coração por toda e qualquer autoridade, mas não é esta a vontade de Deus. Ele deseja que nós façamos o que é justo, dando a cada um o que lhe é devido:

"Portanto, dai a cada um o que deveis: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra." (Romanos 13.7)

Não é um "velho" mandamento, é um mandamento perpétuo, pois se não honrarmos as autoridades que podemos ver, como honraremos a maior de todas autoridades: O Deus Invisível que Criou o Universo?

Perguntas para Reflexão:


1) Estou honrando as autoridades, ou vivo maldizendo?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 22 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Povo de Israel e a Igreja de Cristo

O Povo de Israel e a Igreja de Cristo

O Povo de Israel e a Igreja de Cristo


"Mas se houver morte, então darás vida por vida,
Olho por olho, dente por dente, mão por mão, pé por pé,
Queimadura por queimadura, ferida por ferida, golpe por golpe."
(Êxodo 21.23-25)

O Povo de Israel e a Igreja de Cristo



Vamos meditar por um momento sobre as semelhanças e diferenças entre o Povo de Israel e a Igreja de Cristo:

Semelhanças Importantes entre o Povo de Israel e a Igreja de Cristo


Foram chamados para ser imitadores de Deus como filhos amados.

Receberam mandamentos para cumprir pelos quais viveriam.

Não são consumidos pela misericórdia de Deus

Buscam uma "Terra Prometida" por Deus

Servem a Deus pela Fé

Diferenças Importantes entre o Povo de Israel e a Igreja de Cristo


O Povo de Israel é chamado para imitar a Justiça de Deus e a Igreja de Cristo a imitar o Amor de Deus

"Ouvistes que foi dito: Olho por olho, e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mau; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pedir, e não te desvies daquele que quiser que lhe emprestes." (Mateus 5.38-42)
Os Judeus ainda esperam Messias, pois somente os Cristãos reconheceram que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus.

O Israelitas ofereciam sacrifícios por seus pecados, os Cristãos recebem o perdão pelo sacrifício de Jesus na Cruz.

Conclusão


Debaixo da Graça de Deus permanecemos agora sob a Lei de Cristo, e no seu amor aguardamos o cumprimento de suas promessas. Não mais buscando imitar Deus apenas em sua Justiça, mas principalmente em seu Amor, e para isto necessitaríamos de ter de Deus um auxilio maior, auxilio este que Ele já nos enviou através de Seu Santo Espírito, que nos fortalecesse, convence, consola e ensina.

"Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; E andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave." (Efésios 5.1-2)

Perguntas para Reflexão:


1) Estou tentando ser imitador de Deus apenas no que diz respeito a Justiça, ou também no Seu Amor?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 21 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Último Mandamento

O Último Mandamento

O Último Mandamento


"Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo."
(Êxodo 20:17)

O Último Mandamento


Você sabe em que consiste o último dos dez mandamentos? Está expresso no versículo citado logo acima, e podemos resumir como: Não cobiçarás. Por ser o último muitos não dão a ele a importância devida, imaginando que não matar e não adulterar são mandamentos mais importantes, mas não podemos nos deixar enganar, todos são relevantes, todos são essenciais, mesmo para nós que temos aceitado a Jesus Cristo e vivemos neste tempo onde a Graça de Deus tem se manifestado de uma maneira inconfundível.

Olhe bem para o 10° mandamento - Não cobiçarás - e veja a estreita relação que ele possui com todos os outros:

9° Não dirás falso testemunho:


Quem cobiça deseja tomar posse de algo que não é dele, e se preciso for irá mentir para obter o que deseja, prestar falso testemunho será algo leve em comparação ao que estará disposto a fazer para obter o que almeja.

8° Não roubaras:


Para que alguém chegue a roubar primeiramente cobiçará algo que não lhe pertence.

7° Não adulterarás:


Jesus disse: "Eu, porém, vos digo, que qualquer que atentar numa mulher para a cobiçar, já em seu coração cometeu adultério com ela." (Mateus 5.28) Quando Ele disse estas palavras não estava apenas confirmando o último mandamento, mas também estabelecendo a relação dele com este: Não adulterarás. O caminho do adultério passa pela cobiça.

6° Não matarás:


Por que alguém chega a matar? Por vingança, ódio, sede de poder, contendas, ou ainda por desobedecer um dos outros mandamentos. Veja que tudo isto passa por disputar, e toda disputa fala de uma cobiça por algo, um desejo desenfreado por algo que não tem. Matar tem sempre uma justificativa, mas independente da justificativa estará sempre envolvida por muita cobiça e pouco temor a Deus.

5° Honra a teu pai e a tua mãe:


Quem está dominado pela cobiça não pode honrar seus pais, pois estará correndo atrás de tudo, não se importando com o preço, estará disposto a fazer o que for necessário para chegar onde deseja, e não terá tempo para dar ouvido aos conselhos de seus pais, muito menos ainda se preocupará em honrar a seus pais.

4° Lembra-te do dia do sábado, para o santificar:


"Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra." (Êxodo 20.9) Veja que um tempo para descansar, e honrar a Deus, se faz necessário, a cobiça, no entanto, enreda o homem em uma irresponsável correria que não o deixa dormir, nem descansar, e retira o tempo de Deus da vida do homem.

3° Não tomarás o nome do teu Deus em vão


Quem fala sem pensar não perde apenas a honra, mas também revela que está sem controle. Se não estivermos atento as nossas palavras iremos nos deixar levar por elas, e iremos perder a oportunidade de conhecer melhor o que está dentro de nosso coração. Quando um homem tem seu coração preenchido por avareza, cobiça e inveja este se expressará por palavras que irão contra Deus, pois Deus se opõem a tudo isto, quem toma o nome de Deus em vão revela que não está com o foco no Reino de Deus e na sua Justiça, mas nas riquezas e prazeres deste mundo.

2° Não farás para ti imagem de escultura


A cobiça do homem o leva a amar o mundo, e o mundo se expressa através de nossos sentidos, do que podemos ver e tocar. A imagem é uma materialização do mundo e da sua cobiça. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele, não necessitamos de algo "palpável" para fortalecer nossa fé, pois não desejamos estabelecer ela em fundamentos humanos, assim como não cobiçamos a glória deste mundo, mas aguardamos com paciência a Glória Celestial que está reservada aqueles que desfrutarão da presença de Deus eternamente.

1° Não terás outros deuses diante de mim


Amar a Deus acima de tudo. Se assim fizermos não teremos espaço em nosso coração para outros deuses, ou ainda para a cobiça. A cobiça tenta - continuamente - roubar o lugar de Deus em nosso coração, mas Ele já nos alertou: Não terás outros deuses diante de mim.

O remédio para a cobiça? Está na Palavra de Deus: Viver satisfeito, se contentar com o que tem. E o que temos? Jó já sentenciou: "Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá;" (Jó 1.21a) Não temos nada, mas desejamos tudo. Não teremos tudo, mas continuamos desejando. Quando, enfim, entendermos que Deus tem suprido todas as nossas necessidades (nossas verdadeiras necessidades), então estaremos prontos para cumprir os seus mandamentos, pois para desejar fazer a vontade de Deus o homem precisa primeiramente ser liberto de sua descontrolada vontade. Quando assim fizermos Deus nos permitirá ver que nEle temos tudo, e as maiores benção terrestres - iremos finalmente reconhecer - não se comparam a menor das bençãos celestiais.

"Filho meu, não te esqueças da minha lei, e o teu coração guarde os meus mandamentos. Porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz." (Provérbios 3.1-2)

Perguntas para Reflexão:


1) O que eu estou cobiçando?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 20 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

SE e ENTÃO

SE e ENTÃO

SE e ENTÃO


"Agora, pois, se diligentemente ouvirdes a minha voz e guardardes a minha aliança, então sereis a minha propriedade peculiar dentre todos os povos, porque toda a terra é minha."
(Êxodo 19.5)

SE e ENTÃO



Você já observou que é muito fácil encontrar a palavra SE na Palavra de Deus? Sim, isto é um fato, e ela está presente principalmente quando Deus está fazendo uma promessa. Deus normalmente faz uma promessa e diz SE vocês agirem desta forma ENTÃO eu farei "tal" acontecimento se tornar realidade.

É uma maneira justa de Deus nos fazer promessas. Vejamos algumas delas:

"E será que, SE ouvires a voz do SENHOR teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o SENHOR teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra." (Deuteronômio 28.1)

"Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: SE vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." (João 8.31-32)

"Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta, e bato; SE alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo." (Apocalipse 3.19-20)

Se ouvires, Se permanecerdes, Se abrir a porta, Se alguém quiser. Deus está dizendo: olha que tem um meio para saber quem quer e quem não quer, e é que quem quer - de verdade - irá fazer o que for necessário, irá ouvir a Voz de Deus e buscará Fazer a Sua Vontade. Sabemos que não somos perfeitos, que não podemos ser salvos mediante nossa própria força, justiça ou mérito, mas por outro lado sabemos que Deus sempre tem nos dado a opção de escolher: servir ou não servir, obedecer ou não obedecer. Cabe a nós decidir, e o mais Ele fará.

Perguntas para Reflexão:


1) Como tenho respondido ao chamado de Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 19 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Poder de Delegar

O Poder de Delegar

O Poder de Delegar


"E tu dentre todo o povo procura homens capazes, tementes a Deus, homens de verdade, que odeiem a avareza; e põe-nos sobre eles por maiorais de mil, maiorais de cem, maiorais de cinqüenta, e maiorais de dez;"
(Êxodo 18.21)

O Poder de Delegar



Quando Jetro, o sogro de Moisés, foi lhe fazer uma visita, possivelmente não imaginou que iria compartilhar com Moisés sua experiência e iria ser de grande ajuda para o seu genro. Ele trouxe algo que até hoje muitos consideram "inovador". Uma mudança drástica na maneira de pensar, que a maior parte dos servos de Deus não recebem tão bem como Moisés recebeu. O que Jetro comunicou a Moisés foi a necessidade de Delegar.

Delegar é mais do que repassar uma tarefa - Isto é mandar - Delegar é acreditar, instruir e compartilhar responsabilidades. Delegar é no final das contas exercitar a humildade, pois somente quando entendemos que não somos melhores do que os outros podemos acreditar que os outros também tem capacidade de fazer algo de bom. Não delegar é um sinal claro e forte de orgulho.

Nem todos tem o poder de delegar, pois para isto é necessário vencer o próprio orgulho, que nos faz acreditar que somos a melhor pessoa para cumprir com determinada função. Que ninguém pode fazer algo com tanto zelo e cuidado quanto nós. Isto é orgulho, e quem está tomado por este sentimento não tem o poder de delegar. Este, felizmente, não era o caso de Moisés.

O que acontece quando um líder não delega? Ele ficará cansado, sobrecarregado, incapaz de realizar tudo que gostaria, e limitado, principalmente limitado - na sua área de atuação. Veja só: Um líder que não delega terá 24 horas por dia. Isto é fato. Agora um líder que delega terá muito mais do que isto, pois se multiplicará em seus liderados. Se ele delegar para mais uma pessoa então já serão 48 horas, e o alcance estará limitado apenas a quantidade de pessoas que forem alcançadas.

Veja que Jesus - é claro - sabe muito bem disto, e Ele, em sua infinita sabedoria, decidiu delegar: "Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém." (Mateus 28.19-20) Ele sabia que não somos perfeitos, mesmo assim resolveu nos confiar uma missão muito importante, a mais importante missão que pode haver nesta terra: levar as Boas Novas do Evangelho da Paz.

Delegar é o segredo para levar qualquer propósito além. Sem isto não podemos fazer mais, por mais que nos esforcemos.

Que nós possamos cumprir com nossa missão e ao mesmo tempo não ter um coração orgulhoso que nos faça acreditar que somos os únicos homens capazes sobre a face da terra, e assim estaremos sempre realizando o melhor para este maravilhoso Deus que merece nossos maiores esforços em fazer o bem em todo tempo. Que Ele mesmo possa nos instruir e dar a cada dia mais sabedoria para vivermos nesta terra.

Perguntas para Reflexão:


1) Acredito mesmo que sou mais capaz do que todo os outros seres desta terra?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 18 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Contra a Parede?

Contra a Parede?

Contra a Parede?


"E chamou aquele lugar Massá e Meribá, por causa da contenda dos filhos de Israel, e porque tentaram ao Senhor, dizendo: Está o Senhor no meio de nós, ou não?"
(Êxodo 17.7)

Contra a Parede?



Há um mal que se alastra sobre a terra e tem derrubado muitos homens: tentar ao Senhor Deus.

O povo de Israel fez isto diversas vezes e no capítulo de hoje o fizeram quando sentindo sede disseram: "Está o Senhor no meio de nós, ou não?"

Hoje, os homens tem feito isto de diversas formas, mas todas tem um detalhe em comum: Tentam colocar Deus "contra a parede", [como se isto fosse possível]. Jesus, após ser batizado por João Batista foi levado pelo diabo a um lugar alto e disse: "Se tu és o Filho de Deus, lança-te de aqui abaixo; porque está escrito: Que aos seus anjos dará ordens a teu respeito, E tomar-te-ão nas mãos, Para que nunca tropeces com o teu pé em alguma pedra." (Mateus 4.6) Ao que Jesus respondeu: "Também está escrito: Não tentarás o Senhor teu Deus."

Veja que o objetivo contínuo do inimigo é desacreditar a Palavra de Deus, e ao mesmo tempo jogar o homem contra Deus. Infelizmente em muitos casos ele tem obtido relativo sucesso, quando convence o homem a tratar Deus como se este fosse obrigado a se sujeitar a sua vontade, [novamente digo: como se isto fosse possível].

No capítulo 17 de Êxodo o povo sentia sede, e ao invés de clamar com fé, resolveu murmurar e tentar a Deus: "Está o Senhor no meio de nós, ou não?". Se nós não vigiarmos faremos igual a eles, ou ainda pior: imitando o próprio diabo que disse a Jesus: Se tu és o Filho de Deus. Na verdade, muitas pessoas estão agindo assim ao dizer: "Se tu és Deus então isto não pode acontecer em minha vida.", "Se Deus existe então isto ou aquilo não pode acontecer" ou "Porque Deus deixou isto acontecer?".

Precisamos reter firme em nosso coração que Deus não é ou deixa de ser por conta do que nós pensamos, falamos ou fazemos. Ele É Deus, e continuará sendo, mesmo que alguém não acredite nEle. Porém, é importante ressaltar que Ele escolheu abençoar apenas aqueles que acreditam em Suas Palavras, que não O tentam, mas que O amam. E isto é o mais importante.

Não importa o que o diabo diz, o que importa é o que Deus É. Ele é o Criador de Universo, Salvador dos Homens, Todo Poderoso, Amigo Fiel e Verdadeiro, Grande e Soberano Senhor, Pai Eterno, nosso Bom Deus.

E é assim que precisamos tratar aquele que tem olhado por nós continuamente, de acordo com o que Ele É.

Perguntas para Reflexão:


1) Como tenho tratado Deus? Questiono sua autoridade? Discordo do que Ele tem permitido ou respeito suas decisões?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 17 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Crer ou Não Crer

Crer ou Não Crer

Crer ou Não Crer


"Então disse o Senhor a Moisés: Até quando recusareis guardar os meus mandamentos e as minhas leis?"
(Êxodo 16:28)

Crer ou Não Crer



Todas as vezes que leio o pentateuco me deparo com a extrema incredulidade dos filhos de Israel. E todas as vezes fico perplexo, pois posso ver que não é uma característica unicamente deste povo, mas do ser humano. Temos uma capacidade extraordinária para esquecer do que é bom. Diariamente vemos o povo de Israel rejeitar as palavras de Deus. Porque isto acontecia? Porque isto ainda acontece? Qual é o motivo para o homem rejeitar as Palavras de Deus? A resposta é simples: Incredulidade, eles não obedeciam por não acreditarem em Deus.

- Mas eles já não haviam visto Deus abrir o mar? - você dirá, e a resposta é: Sim! Eles tinham visto Deus abrir o mar e derrotar completamente os egípcios. Mas eles ainda não acreditavam em Deus.

- Nossa, mas que povo incrédulo. - é verdade, eles foram incrédulos ao extremo, os mais incrédulos seres que já passaram por esta terra, e na realidade eles foram "iguaizinhos" a todos nós, seres humanos.

- Não, eu não sou assim! - Pois bem, entendo que ninguém queira imaginar que pode ter sido "alguma vez na vida" "um pouco" incrédulo, mas vejamos este assunto um pouco mais a fundo.

O que exatamente aconteceu com o povo de Israel?

Eles foram libertos da escravidão, receberam a oportunidade de caminhar para uma nova terra, para seu verdadeiro lar, um lugar de delícias, onde poderiam desfrutar de uma vida melhor, porém devido a incredulidade muitos foram impedidos de entrar, mesmo tendo visto o agir de Deus por diversas vezes.

O que exatamente acontece com os homens quando aceitam a Jesus Cristo?

Eles são libertos da escravidão, recebem a oportunidade de caminhar para uma nova terra, para o verdadeiro lar, o reino dos céus, lugar de delícias, onde poderão desfrutar de uma vida melhor e eterna, porém devido a incredulidade muitos serão impedidos de entrar, mesmo tendo visto o agir de Deus por diversas vezes.

- Será? - Alguém pergunta, mas Jesus responde:

"Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus." (Mateus 7.21)

E quem faz a vontade de Deus, senão aquele que nEle crê?

Nós muitas vezes temos visto o poder de Deus em nossas vidas, respondendo desde pequenas e rápidas petições, até longas e doloridas orações. Temos provado do seu amor, e dos seus cuidados, no entanto, o que acontece quando uma pequenina pedra surge no meio da estrada? Nos revelamos os mais incrédulos seres desta terra. Agimos, falamos e pensamos como alguém que nunca viu o Poder de Deus em ação, não é mesmo? Triste realidade.

Porém a realidade está aí para ser alterada, e se altera sempre que nos levantamos com atitudes diferentes. Uma nova ação levará a uma nova realidade. Sabemos que se fizermos o mesmo que sempre fizemos até agora, iremos colher os mesmos resultados. Agora é a hora de mudar esta realidade, de fazer algo diferente, de acreditar.

Não faça como fizeram os israelitas naquele deserto, tenha uma atitude diferente, ouça a voz de Deus com atenção, pois nada do que Ele fala é irrelevante. Dê atenção as Palavras de Deus, pois Ele está olhando atentamente por você.

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho agido como um incrédulo?

2) Tenho falado como um incrédulo?

3) Tenho pensado como um incrédulo?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 16 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Louvar ou Murmurar?

Louvor x Murmuração

Louvor x Murmuração


"Então cantou Moisés e os filhos de Israel este cântico ao SENHOR, e falaram, dizendo: Cantarei ao SENHOR, porque gloriosamente triunfou; lançou no mar o cavalo e o seu cavaleiro. (...) E o povo murmurou contra Moisés, dizendo: Que havemos de beber?"
(Êxodo 15.1,24)

Louvor x Murmuração



Louvar e Murmurar são palavras antagônicas, porém andam sempre uma perto da outra. Diante de toda situação de incerteza nos deparamos com as duas. Louvar ou Murmurar? Louvamos a Deus quando nos lembramos do que Deus tem feito, do que Ele tem nos prometido e principalmente quando nos lembramos de Quem Ele É. Murmuramos quando nos esquecemos de tudo isto ao enfrentar uma situação difícil, ou mesmo ao enfrentar uma situação fácil, pois Murmurar não é questão apenas das circunstâncias externas, mas também de como está nosso coração.

Louvar é bendizer, elogiar, enaltecer. Murmurar é maldizer, criticar e desmerecer. Em toda crise podemos agir de uma ou outra maneira, mas como sempre cada escolha tem suas recompensas. Quem adora recebe o cumprimento das promessas, quem murmura recebe o salário dos ingratos: o fim da benção. Quem louva recebe bençãos sem fim.

Murmurar é evidência da falta de fé, da incredulidade. Louvar é um ato de fé, de acreditar, de dar crédito, honra, mérito. Murmurar é duvidar, Louvar é confiar.

O Povo de Israel saiu vitorioso do Mar Vermelho, Deus acabara de derrotar o forte exército egípcio, e os israelitas se perguntavam quem os poderia vencer. Na verdade, eles só seriam vencidos por eles mesmos, pois tinham um Deus extremamente poderoso, e ninguém os poderia derrotar, a não sua própria incredulidade. O grande inimigo que eles tinham agora era sua própria incapacidade de acreditar nas Palavras de Deus, e de se lembrar de tudo que Deus já havia feito, e do que haveria de fazer por cada um deles.

Nós também passamos por momentos em que depois de havermos vencido tudo começamos a enfrentar lutas internas que buscam nos afastar do caminho da fé, da esperança e do amor a Deus. E é nestes momentos que precisamos nos lembrar de que Tudo Deus já tem nos dado gratuitamente, o mais Ele mesmo fará, basta que confiemos firmes, e em breve Ele nos dará ainda mais motivos para louvar e engrandecer o nome do nosso Maravilhoso Deus.

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho louvado ou murmurado?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 15 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Por que clamas a mim?

Por que clamas a mim?

Por que clamas a mim?


"Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem."
(Êxodo 14.15)

Por que clamas a mim?



Na hora em que recebemos uma oportunidade que acreditamos ser valiosa ficamos animados, nos enchemos de esperança, e logo começamos a caminhar em direção a um determinado objetivo. Em pouco tempo verificamos que as dificuldades estão presentes nesta jornada e nos perguntamos: Como foi que eu cheguei até aqui? Por que eu saí de onde estava? Como é que faço para voltar? As dúvidas superam as certezas e a esperança desaparece no ar.

Uma das maiores lições que o ser humano pode aprender é que em toda caminhada encontraremos obstáculos. A questão não é: vou ter que enfrentar dificuldades? E sim: como vou lidar com as dificuldades que certamente vou encontrar?

Quando Deus nos diz algo, através da Sua Palavra, por vezes ficamos tentados a buscar confirmação, nos esquecendo que Deus não é como o homem que muda de opinião constantemente. Deus disse? Então está falado. Se Ele decreta, está decretado, o que se segue é apenas o cumprimento do que Ele disse, e nada mais, nada menos, do que isto.

No capítulo de hoje de Êxodo Israel está saindo do Egito, conforme a promessa de Deus, e chegando perto do mar, se achou sem saída, tendo em vista que os egípcios vinham em perseguição para lutar contra eles. Quando tudo isto aconteceu, Deus disse a Moisés: "Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem."

Aqui precisamos atentar para um fato muito importante: Em muitos momentos da caminhada nos nos debatemos, duvidamos, questionamos, clamamos e entramos em desespero, quando na verdade o que precisamos é nos lembrar do que Deus já fez, do que Ele já disse, e do que Ele nos mandou fazer. Aos Israelitas Deus já havia demonstrado o seu poder de uma maneira extraordinária, já havia falado de diversas formas que estaria com eles, e os havia ordenado ao povo que caminhassem para a Terra Prometida. O que então deveriam fazer os Israelitas?

A resposta de Deus para esta pergunta foi: "Dize aos filhos de Israel que marchem."

Marchar significa manter a caminhada constante e firme. Seguir no caminho certo. Avançar. O que precisamos - muitas vezes - não é de uma nova direção, mas sim de não ficar parado, de permanecer caminhando. Quantas vezes paramos para verificar se Deus disse mesmo aquilo, ou se foi só a "maneira de falar", na maior parte das vezes estamos parados não pelo desejo de fazer exatamente o que Deus mandou, mas pelo medo de seguir em frente. Não é a fé que nos faz ficar parados, mas o medo de fracassar. E o que Deus quer que façamos? "Dize aos filhos de Israel que marchem."

Não é só para Israel esta mensagem, nos nossos dias também vemos constantemente Deus impulsionando os homens a não permanecerem parados, mas a marchar, a perseverar, a não desistir. Parar, nos faz pensar em alguém que deixou de caminhar, e - sendo Jesus o Caminho - nos somos chamados para andar em direção a Deus, pois quem fica parado também está ficando para trás. Quem não está duvidando está marchando. Quem sabe para onde ir não precisa ficar parado. Somente quando sei para onde estou indo eu posso andar com segurança.

"Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne." (Gálatas 5.16)

Certamente Deus já tem falado, e agora nos resta agir, colocar em prática a Palavra de Deus. Deus nos convida a Marchar, firme, forte, constante e com fé. Sem parar ou duvidar, sempre em frente, até o fim.

"Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo." (Mateus 24.13)

Há momentos em que falar não irá resolver, mas a solução estará em nossa atitude de avançar, continuamente, um passo de cada vez, até o fim.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou Duvidando ou Marchando?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 14 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Dia e Noite

Dia e Noite

Dia e Noite


"E o Senhor ia adiante deles, de dia numa coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho, e de noite nuca coluna de fogo, para os alumiar, para que caminhassem de dia e de noite."
(Êxodo 13.21)

Dia e Noite



O Povo de Deus saiu do Egito a caminho do deserto em direção a Canaã.

Na Bíblia o Egito representa o mundo, bem como seu sistema, que busca de diversas formas afastar o homem de Deus. O Deserto representa, entre outras coisas, as provações e privações que passamos em alguns momentos nesta caminhada. Canaã é a terra prometida, representando a Jerusalém celestial que buscamos alcançar ao final da caminhada.

Aqui temos uma boa e uma má notícia.

A má notícia é que se sairmos do Egito em direção a Canaã teremos que passar pelo deserto. Jesus disse: "no mundo tereis aflição" - Mas também disse: "mas tende bom ânimo; eu venci o mundo." (João 16.33) - de toda forma esta caminhada não é fácil: "Entrai pela porta estreita, porque larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela;"

A boa notícia, no entanto, é que nesta caminhada em direção a Terra Prometida Deus não nos deixará só. De Dia e de Noite Ele estará conosco. Em todos os momentos nos auxiliando. E quando lá chegarmos, teremos a plena certeza que foi o braço estendido de Deus o motivo da nossa conquista. Deus não tem nos deixado, antes tem nos ajudado em cada dificuldade, no calor do meio dia tem enviado seu refrigério, no frio da madrugada tem nos aquecido com seu amor. Nas vezes em que caímos Ele nos estende as mãos. Nas frustrações e fracassos tem nos sustentado de pé. Ele nos enviou a Terra Prometida, e Ele também decidiu seguir viagem junto conosco.

"Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares." (Josué 1.9)

Em cada momento, Dia e Noite, Ele tem sido nosso consolo, nossa força, a luz que ilumina o caminho, a sombra que ameniza o sofrimento, o renovo que nos faz caminhar, o Maravilhoso Deus que nos sustenta - Dia e Noite!

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho demonstrado gratidão ao Deus que - com tanto amor - cuida de mim?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 13 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

A Oportunidade de Recomeçar

A oportunidade de Recomeçar

A oportunidade de Recomeçar


"Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano."
(Êxodo 12.2)

Calendário Novo, Vida Nova



Se você estiver lendo o livro de Êxodo comigo, um capítulo por dia, hoje estará no capítulo 12 e irá observar que Israel finalmente está saindo do Egito, depois de 430 anos. Conforme as promessas de Deus.

Neste capítulo vemos os comandos de Deus a Moisés e Arão para que os filhos de Israel celebrem a Páscoa. Antes, no entanto, vemos Deus dizendo: "Este mesmo mês vos será o princípio dos meses; este vos será o primeiro dos meses do ano." E se não nos detivermos um pouco na leitura, nos parecerá algo normal e até simples, algo que não tem maiores implicações, porém ao observar melhor vamos perceber um fato muito importante: Deus estava iniciando o calendário do povo israelita.

Deus não queria apenas tirar o povo da escravidão, Deus deseja lhes dar uma nova oportunidade, uma oportunidade de recomeçar, um novo tempo. O cordeiro, para Deus, representava o recomeço, o perdão, a libertação, a salvação. Um cordeiro seria morto, e na morte do cordeiro uma nova vida para os israelitas teria início. Deus já havia planejado tudo. E tudo correu como Deus planejou. O povo celebrou a Páscoa, conforme a orientação do Senhor, e o livramento aconteceu.

Hoje estamos vivendo um tempo muito parecido com este citado em Êxodo: Jesus Cristo, o cordeiro de Deus, foi sacrificado na Páscoa para que nós, através da sua morte, tivéssemos uma nova oportunidade. Ele por sua vez reiniciou o calendário não dos Judeus, mas de todos os povos da terra, e é por isto que hoje utilizamos as notações que calculam as datas como antes ou depois de Cristo. Assim como a Páscoa dos Judeus trouxe libertação e dividiu o tempo para eles, a Páscoa de Cristo dividiu o tempo para a humanidade e nos libertou para uma nova vida. Assim como o povo de Israel nós também precisamos marchar em direção a terra prometida, enfrentando tudo por amor a Deus. Deus tem nos libertado, resta-nos marchar para fora do Egito, e a parte que nos cabe Ele não fará. Mas no que não podemos fazer, fará até o impossível acontecer, se isto for necessário para nos abençoar.

Na morte do Cordeiro de Deus encontramos uma oportunidade de recomeçar nossa vida. Por meio de seu sangue temos acesso a Graça de Deus.

"E aquele sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes; vendo eu sangue, passarei por cima de vós, e não haverá entre vós praga de mortandade, quando eu ferir a terra do Egito." (Êxodo 12.13)

Os israelitas foram excluídos do castigo, mas nós temos recebido a oportunidade de sermos incluídos na benção de Deus. Não se esqueça, Deus tem nos dado uma oportunidade de ouro, de recomeçar, de ter uma nova vida, de reescrever nossa história com letras desenhadas pela mão de Deus.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou valorizando as oportunidades que Deus tem me entregado nesta vida?

2) Vejo cada dia como uma oportunidade de recomeçar?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 12 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -
Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.
Saiba Mais: Política de Privacidade