Em Toda a Terra

Em Toda a Terra

Em Toda a Terra


"E haverá grande clamor em toda a terra do Egito, como nunca houve semelhante e nunca haverá;"
(Êxodo 11.6)

Em Toda a Terra



No momento determinado por Deus virá ao mesmo tempo sobre a terra a benção e o castigo, a vitória e a derrota. Vem a exaltação para o Povo de Deus e a humilhação para os inimigos de Deus. O Egito permanecia incrédulo, mas Deus permaneceu Fiel. O que haviam semeado durante muito tempo agora estavam colhendo. E eis que se aproximava a última praga, e ela era duríssima e sem misericórdia para com o povo que não teve misericórdia dos filhos de Israel. A décima praga duraria uma noite, mas suas consequências iriam muito além: todos os primogênitos dos egípcios iriam morrer, todos sem exceção. Este deveria ser um castigo que faria todo o povo do Egito parar e pensar: o que eu estou fazendo? Quando vou passar a temer e honrar este poderoso Deus?

Isto ocorreu ha muitos anos, mas hoje estamos passando por uma situação idêntica: Jesus está vindo nos buscar e aos que aqui ficarem restará um tempo de tribulação tal qual não houve outro tão terrível. Este mundo tem agido como os egípcios, humilhando e perseguindo o povo de Deus, crucificando o Filho do Altíssimo, e a recompensa não tardará. No entanto, aos que temem a Deus, e a Sua Palavra tem dado ouvidos, verão a Sua Glória e a manifestação do Seu Poder. Foi o que ocorreu com os israelitas e é o que ocorrerá com aqueles que estão caminhando para o céu em nossos dias por meio do único caminho que nos leva de volta para Deus.

"Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim."
(João 14:6)

No passado a Justiça de Deus se manifestou sobre o Egito. No Futuro a Justiça de Deus se manifestará Em Toda a Terra. Novamente se verá a diferença entre aquele que serve a Deus e o que não serve, entre o joio e o trigo, entre o certo e o errado. Hoje ainda há tempo, ainda podemos fazer a escolha certa, diferente do que ocorreu no passado hoje temos a oportunidade de decidir a qual povo queremos pertencer: se ao Povo de Deus ou ao Povo do Mundo, e esta escolha não será feita por palavras apenas, mas acima de tudo por nossas atitudes.

"E, eis que cedo venho, e o meu galardão está comigo, para dar a cada um segundo a sua obra."
(Apocalipse 22.12)

Eis aqui um mistério da Palavra de Deus que está revelado e diante de nossos olhos não se oculta. Que nós possamos estar de olhos abertos e ouvidos atentos para percebermos os sinais e estarmos preparados para o que eles anunciam.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou optando por fazer parte do Povo de Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 11 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Cadê Você?

Cadê Você

Cadê Você


"Então disse o Senhor a Moisés: Estende a tua mão para o céu, e virão trevas sobre a terra do Egito, trevas que se apalpem."
(Êxodo 10.21)

Cadê Você



Já imaginou uma treva tão densa que possamos apalpar? Que possamos tocar de tão perto que ela está? É o tipo de escuridão que faz com que não vejamos "um palmo a frente do nariz". Quando isto acontece passamos a depender apenas da palavra, de falar e ouvir. Para saber onde alguém está precisamos apelar para o: "Cadê Você?". Realmente é uma situação muito complicada. O homem não foi feito para a escuridão. Desde pequeno gostamos de estar em ambientes que tenham luz, porque traz maior segurança, mais visão, mais bem estar. Deus nos criou para estar na luz, tanto é que antes de haver nos feito Ele Criou a Luz.

Agora um fato que não podemos negar é que quem está em um quarto escuro experimenta durante um pouco de tempo a sensação de estar cego. A cegueira nos impede de ver a luz tanto quanto a escuridão. Quando Deus enviou trevas sobre a terra do Egito fez com que eles experimentassem fisicamente o que já estavam experimentando espiritualmente. Eles eram cegos espirituais e não conseguiam ver o agir de Deus mesmo diante de inúmeras demonstrações do Seu Poder. Faraó, por não conseguir ver com nitidez mudava a todo momento de decisão, em um dia ele dizia: Sim, podem ir. No outro voltava atrás: Não, não podem mais.

"Seja, porém, o vosso falar: Sim, sim; Não, não; porque o que passa disto é de procedência maligna." (Mateus 5:37)

Faraó estava endurecido. Com um Coração de Pedra. Acreditava cegamente que tinha uma visão perfeita, e esta é a primeira "dica" que temos de que não estamos vendo muito bem. Nossa natureza não reage bem quando alguém nos diz que não estamos vendo direito, pois não podemos crer que não vemos tudo que há para ser visto, mas a verdade é que nossa visão - por mais apurada que seja - tem suas limitações e no final das contas nunca enxergamos tudo. Apenas algumas coisas alcançam nossa visão e uma menor parte delas chegam ao nosso entendimento.

Quanto a Faraó e ao seu povo, cabe aqui ressaltar que eles chegaram a um tal ponto de obscurecimento em seu entendimento que viviam apalpando a escuridão, pois durante muito tempo adoraram a falsos deuses, e um deles era o Sol que o Senhor Deus havia criado. Sempre que passamos a dar glória a criação de Deus e deixamos de glorificar O Criador nós estamos entrando em um caminho que nos levará a escuridão espiritual.

Ao trazer trevas sobre os egípcios Deus estava demonstrando que Ele era superior a este falso deus Sol que eles adoravam.

Não podemos nos deixar enganar, Deus pode trazer trevas, e normalmente Ele o fará quando a Luz da Verdade for rejeitada, quando o homem amar mais os prazeres, as mentiras e os enganos - desprezando a Palavra de Deus - estará semeando trevas em sua própria vida. Na verdade, o que os homens mais gostam é de "sombra e água fresca", e o que é a sombra senão uma mistura de luz com trevas? Gostar da sombra é natural do ser humano, mas precisamos nos atentar para o fato que a Palavra de Deus é uma Luz perfeita que ilumina nossa vida e não deixa sombras, nem mesmo de dúvidas, para que possamos ser um SIM para Deus em toda extensão do significado desta palavra!

"Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo." (Apocalipse 3:15-20)

Talvez você esteja se sentindo como se estivesse no escuro, e não consegue ver uma saída, mas lembre-se que mesmo se estivermos cegos Deus ainda tem uma solução, ele quer nos dar o colírio que nos possibilita voltar a enxergar. Ele está chamando: Cadê Você? Basta dar ouvido a voz de Deus.

Que a Luz da Palavra de Deus ilumine todo o interior do nosso coração e resplandeça em meio as trevas nos fazendo ver, acima de tudo, o que é importante, o que é eterno.

Perguntas para Reflexão:


1) Acredito que minha visão é perfeita?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 10 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Dever do Homem

O Dever do Homem

O Dever do Homem


"Então lhe disse Moisés: Em saindo da cidade estenderei minhas mãos ao Senhor; os trovões cessarão, e não haverá mais saraiva; para que saibas que a terra é do Senhor. Todavia, quanto a ti e aos teus servos, eu sei que ainda não temereis diante do Senhor Deus."
(Êxodo 9.29-30)

O Dever do Homem



Temor é reverenciar com devoção. Dar honra a alguém por considerá-lo superior era algo que Faraó não planejava fazer, pois não conseguia entender que alguém poderia estar acima dele. Ele não estava vendo a realidade, estava olhando para seus falsos deuses e para sua própria imagem, e seus olhos não viam bem. Sempre que olhamos na direção errada corremos o risco de não ver o que precisávamos ver. Quando não vemos a realidade tomamos decisões erradas, e a maneira mais comum de não ver a realidade é quando nos acostumamos com uma mentira a tal ponto que passamos a acreditar nela.

Vamos para um exemplo prático: você ouve noticias que o fazem acreditar que o dolar vai aumentar muito, então troca todo o dinheiro que tinha em reais por dólares, se depois de um tempo acontecer de o dolar cair o que acontecerá? você terá perdido seu patrimônio. Porque? Por que você acreditou em uma mentira. Nossas decisões são um resultado preciso e claro do que nós acreditamos. Se acreditarmos no que é verdade nossas decisões serão acertadas, se crermos na mentira erraremos dia após dia.

Pois bem, o Faraó acreditava que ele mesmo era um deus, e isto era mentira - é claro - ele era apenas um homem. Tomou então a decisão de enfrentar o único e verdadeiro Deus. Ele não podia temer a Deus, pois em seu coração não admitia conceder honra a alguém que não fosse ele mesmo. Os egípcios eram semelhante ao Faraó. Na verdade Deus dá aos homens um líder que possa representar o povo. Muitos reclamam das autoridades, mas poucos entendem que cada povo tem o líder que buscou, o líder que foi gerado em meio ao seu povo, em meio a tudo que o povo acredita.

Era certo que mesmo em meio as pragas que castigavam o Egito Faraó não se arrependeria, não temeria e não daria glória a Deus, mas também é certo que este é o único caminho para alcançar tanto o perdão quanto a misericórdia de Deus. Estejamos, pois, atentos e vigilantes para termos um coração que honra a Deus conforme a grandeza de seu poder, e que consequentemente é alcançado por sua graça e misericórdia continuamente.

"De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus, e guarda os seus mandamentos; porque isto é o dever de todo o homem. Porque Deus há de trazer a juízo toda a obra, e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau."
(Eclesiastes 12.13-14)


Perguntas para Reflexão:


1) Reverencio ao Senhor como meu Deus diante dos homens, ou nego seu senhorio sobre minha vida?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 9 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Meu Povo e o Teu Povo

Mosca

Mosca


"E naquele dia eu separarei a terra de Gósen, em que meu povo habita, que nela não haja enxames de moscas para que saibas que eu sou o Senhor no meio desta terra. E porei separação entre o meu povo e o teu povo; amanhã se fará este sinal."
(Êxodo 8.22-23)

O Tratamento Correto



Muitas pessoas imaginam que é justo tratar todos os seus filhos de uma mesmíssima maneira. Acreditam que o filho obediente deve receber o mesmo tratamento do filho desobediente, e que independente do que façam devem receber tudo de maneira igual, será mesmo? Você concorda com esta atitude?

Pois bem, é certo que os filhos devem receber igual atenção, amor e carinho de seus pais, pois de outra forma se criaria rixas e inimizades entre eles. Isto não se discute. O que estamos tratando aqui é de algo um pouco mais além, estamos falando de consequências, veja só: deve um pai tratar o filho que o obedece da mesma maneira que trata com o filho que o desobedece? Seria justo para com o obediente? Certamente não. Deus também não nos trata assim. Sabemos que Deus não faz acepção de pessoas, mas isto não quer dizer que Ele não trate cada um segundo as suas obras. Se o homem é mal não será tomado por bom, se for piedoso não será visto como infiel por Deus.

Há uma concepção errada sobre o que é fazer acepção de pessoas, pois quando lemos que "Deus não faz acepção de pessoas" precisamos entender que isto quer dizer que Deus não se deixa levar pela aparência, situação financeira, social, fama, status, cor ou raça. O que faz diferença diante de Deus é um coração contrito e quebrantado que reconhece suas limitações e busca refúgio e graça em Deus.

Quando Deus enviou sobre o ímpio povo Egípcio um enxame de moscas fez com que elas não perturbassem os Israelitas, Deus colocou uma separação entre o povo de Faraó e o povo de Deus. Precisamos nos atentar para o fato que Deus é justo e Ele não se deixa levar pela aparência, se fizermos o bem teremos boa recompensa, porém se fizermos o mal seremos alvos da repreensão. Não tem lógica pensar de outra maneira, mas muitos tem raciocinado assim pelo simples motivo que nem sempre a recompensa vem rapidamente, muitas vezes ela demora para chegar e alguns se enganam achando que fazendo o mal há de se colher o que é bom, isto pode até acontecer, mas por um pouco de tempo, até que se cumpra o tempo determinado por Deus.

Fazer as escolhas certas não é comum do ser humano, por natureza costumamos errar, mas é exatamente por isto que Deus enviou Seu Filho Jesus Cristo, e Jesus enviou o seu Santo Espírito, para que possamos ser transformados segundo a natureza de Deus. E como novas criaturas mudarmos nossas escolhas e decidirmos diariamente ser parte do povo de Deus. Se esta for nossa decisão estaremos debaixo de suas bençãos, bem como de sua proteção, e durante a tempestade que aflige o mundo poderemos então saber que Deus faz separação entre o justo e o injusto, entre o que faz o que é certo e o que não faz, pois em sua misericórdia ele nos chamou e em sua justiça nos escolheu para conforme dermos ouvido as Suas Palavras nós sejamos recompensados e fortalecidos na Fé, na Esperança e no Amor de Deus.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou certo de que seria injusto tratar todos da mesma maneira?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 8 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Frase sobre Relacionamentos Complicados





"A Loucura diz:
Se joga precipitada!
Mas a Sabedoria Responde:
Cuidado! Quem te deixa balançado também pode te derrubar."



Gilliard Lima





Confira centenas de Frases aqui!




Coração de Pedra

Coração de Pedra

Coração Endurecido


"Porém o coração de Faraó se endureceu, e não os ouviu, como o Senhor tinha falado."
(Êxodo 7:13)

Coração Endurecido



Ninguém pode discordar que uma má alimentação ao longo do tempo causa sérios prejuízos, não é mesmo? Pois bem, assim como o corpo pode ser alimentado o nosso coração também é capaz de receber bons ou maus alimentos. Um coração que se alimenta de bons sentimentos crescerá forte, bom e saudável, por outro lado um coração que almoça soberba e de sobremesa saboreia a vingança está colocando sua saúde em risco.

Faraó havia alimentado o seu coração diariamente, por toda sua vida, com sentimentos destrutivos - orgulho, ira, inimizade, idolatria, feitiçaria, adultério e contenda - e agora sua "saúde emocional" não estava nem um pouco em dia. Alguém já perguntou: porque Deus endureceu o coração de Faraó? E a resposta é: Deus não se deixa escarnecer, aquilo que o homem semear, isto ceifará. (Gálatas 6.7) Por diversas vezes no livro de Êxodo lemos que Faraó endureceu o seu próprio coração, por sua própria natureza o coração do homem já é duro, o que o faz "amolecer" é o agir do Santo Espírito de Deus convencendo o homem de seu mal caminho, mas o que irá ocorrer se o homem entristecer Aquele que o convence do erro? Certamente O afastará de tal forma que seu coração ficará entregue ao mal caminho.

O coração do homem é duro, mas o agir de Deus pode mudar o seu coração. Ele está batendo e aguardando que alguém ouça a sua voz, por isto diz: "Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo." (Apocalipse 3.20) Se alguém lhe abre a porta receberá dEle um novo coração. "Dar-vos-ei um coração novo e em vós porei um espírito novo; tirar-vos-ei do peito o coração de pedra e dar-vos-ei um coração de carne." (Ezequiel 36.26)

Não foi o que aconteceu com Faraó, seu coração estava endurecido, e as Palavras do Deus de Israel não dava ouvidos, de maneira que seu coração se tornou tal qual eram os seus falsos deuses: "Os ídolos deles são prata e ouro, obra das mãos dos homens. Têm boca, mas não falam; olhos têm, mas não vêem. Têm ouvidos, mas não ouvem; narizes têm, mas não cheiram. Têm mãos, mas não apalpam; pés têm, mas não andam; nem som algum sai da sua garganta. A eles se tornem semelhantes os que os fazem, assim como todos os que neles confiam." (Salmos 115.4-8)

O que faz a diferença na vida do homem para que ele tenha ou não um coração de pedra? Simples: Se a boca fala do que está cheio o coração, o coração se enche do que o homem dá ouvidos. Se ele se encher da Palavra de Deus estará saudável e forte, se não der ouvidos a voz de Deus, não se importando com a opinião dEle estará entregue aos seus próprios sentimentos perversos.

"E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; Estando cheios de toda a iniqüidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem." (Romanos 1.28-32)

Façamos agora a melhor escolha que é: dar ouvido a voz de Deus. E o mais Ele fará!

"Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida." (Provérbios 4.23)

Perguntas para Reflexão:


1) Estou dando ouvido a voz de Deus?

2) Tenho guardado o meu coração dos maus sentimentos?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 7 de Êxodo e se fortaleça na Palavra de Deus.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões

Confira esta Seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

A Redenção do Povo de Deus

Reflexão Evangélica

O Povo de Deus


"E eu vos tomarei por meu povo, e serei vosso Deus; e sabereis que eu sou o Senhor vosso Deus, que vos tiro de debaixo das cargas dos egípcios;"
(Êxodo 6.7)

A Redenção do Povo de Deus



Sabemos que povo é o conjunto de indivíduos que possuem uma característica importante em comum. Deus decidiu que tomaria as tribos dos filhos de Jacó por seu povo. Quando falamos de Israel não estamos falando de um povo qualquer, precisamos estar conscientes que se trata da nação que o Senhor mesmo chamou de seu povo, estamos tratando do Povo de Deus. A igreja também é povo de Deus, mas segundo um entendimento mais profundo compreendemos que na verdade a Igreja é o Povo de Cristo, e sendo Cristo de Deus, nós (a igreja de Cristo) também fazemos parte do povo de Deus, porém por excelência Israel é o Povo de Deus.

O versículo citado acima pode ser tomado como resumo do livro de Êxodo, que trata especialmente de um assunto: A Redenção de Israel.

Ao pesquisar no dicionário sobre o significado da palavra Redenção encontramos que é equivalente a Salvação, Resgate, Libertação e Auxílio. Vamos pensar um pouco sobre isto:

Redenção significa:


Salvação: Deus estava salvando o povo das mãos de Faraó, das tristezas do Egito e de uma vida de escravidão.

Resgate: Sequestraram a liberdade dos filhos de Israel, e Deus estava disposto a realizar o resgate imediatamente.

Libertação: Egito representa o mundo, e todos os seus mecanismos que buscam nos afastar de Deus. Quando falamos em libertação devemos observar que Deus não queria apenas tirar Israel do interior do Egito, mas principalmente tirar o Egito do coração dos Israelitas.

Auxílio: Deus não diz "Faça isto" e logo após nos abandona a própria sorte. Ele nos auxilia em todo o tempo para suprir todas as nossas necessidades por sua imensa graça e bondade.

Hoje a escravidão é algo menos visível, e pouco tolerado abertamente, porém continua existindo, e até com mais força, pois se trata de uma escravidão dissimulada. Homens são escravos de outros homens por um pouco de dinheiro ou poder. Homens são escravos de suas paixões, e servos de sua cobiça. As cargas do engano, da vaidade, e do medo estão se acumulando diariamente, mas Deus está vendo tudo. Se nós quisermos, se dermos ouvidos a voz de Deus, iremos contemplar sua libertação e nos alegraremos com a liberdade que alcançaremos na Redenção que nos é oferecida.

Não é fácil sair do Egito, ir para uma terra que conhecemos apenas de "ouvir falar", não é algo simples, no entanto, nesta caminhada podemos estar certos de que Deus está indo não somente a nossa frente, mas Ele segue viagem também no coração de todo aquele que ouve as Suas Palavras.

Quando Deus decide salvar, Ele resgata, liberta e auxilia continuamente, foi assim com Israel, o Povo de Deus. E é assim que Deus age também em nossos dias - pois Ele não mudou - Deus quer nos tomar por seu povo, através de seu filho Jesus Cristo. Se dermos ouvido as Suas Palavras não seremos somente salvos da ira, resgatados do pecado, libertos da opressão e auxiliados por Deus, mas muito mais do que isto: Faremos parte do Povo de Deus que está caminhando para a Terra Prometida, daqueles que estão voltando para a Casa de Deus.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou disposto a deixar o Egito e ir para a Terra Prometida?

Reflexão na Prática


Dê ouvidos a Palavra de Deus.

Leia hoje o capítulo 6 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas

Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Por que me Enviastes?

Por que me Enviastes?

Por que me Enviastes?


"Então, tornando-se Moisés ao Senhor, disse: Senhor! por que fizeste mal a este povo? por que me enviaste?"
(Êxodo 5.22)

Pensando Errado



Moisés estava diante de um problema: Ele havia feito o que Deus lhe mandou fazer, porém não estava vendo o resultado que esperava ver. Este mesmo problema nós enfrentamos muitas vezes, pois buscamos pela aprovação imediata de nossas ações, queremos colher assim que plantamos. Queremos tudo ao nosso tempo.

Deus falou com Moisés e Arão e os enviou até o Faraó para dizer a ele: "Deixa ir o meu povo, para que me celebre uma festa no deserto." (Êxodo 5:1) Porém, ao invés de obter a liberação do povo, conseguiram que eles fossem mais atribulados do que já estavam sendo antes deles irem a Faraó. O povo imediatamente ficou indignado contra Moisés e Arão. Neste momento Moisés foi falar com Deus e em seu coração havia muita frustração, e foi por isto que ele se expressou desta maneira: "Senhor! por que fizeste mal a este povo? por que me enviaste?"

Nos momentos em que a frustração nos envolve é comum esta reação, e ela expressa dois erros que precisamos evitar:

Pensamos errado sobre o agir de Deus - Moisés perguntou a Deus por que Ele havia feito mal ao povo, imaginando que ter a simpatia de Faraó poderia resultar em algum benefício. Deus não queria que o povo se tornasse "amigo do Egito", mas que rompesse os laços definitivamente com aquela maneira de viver.

Pensamos errado sobre o nosso agir - Moisés não havia entendido exatamente qual era sua missão, e somente as constantes intervenções de Deus iriam fazer com que ele passasse a andar conforme a vontade de Deus.

Moisés cometeu estes dois erros, mas ele fez algo extremamente correto: ele foi falar com Deus. Se nós estivermos enfrentando uma frustração, pode até ser que não tenhamos as palavras corretas, mas a atitude incomum que nos levará ao caminho certo é: Falar com Deus. Ele tem as respostas que nós tanto buscamos, e sabemos que aquele que pede recebe e aquele que busca encontra.

Se olharmos para a dor, a aflição e as frustrações logo nos veremos lutando contra Deus, pensando de uma maneira errada sobre quais são seus planos para nós. Precisamos confiar que Deus está certo, não importa o que aconteça. Confiar que a semente da fé ao ser plantada não germina automaticamente, mas os seus frutos são permanentes.

Muitas vezes não entendemos por que Deus nos enviou, por que não foi outro? A resposta não está disponível logo de início, muitas perguntas estão sendo respondidas através das atitudes que iremos tomar no decorrer dos dias e anos que ainda iremos viver. Deus tem nos enviado para uma missão específica - quem não conseguimos ver em sua plenitude - por um motivo específico. Não é para outra pessoa, é para você e para mim, é para aqueles que Deus escolheu enviar, então a nós nos basta confiar que Deus tem toda sabedoria para fazer as melhores escolhas. Se Deus te escolheu Ele tem seus motivos, não discorde da Sabedoria de Deus!

É comum não entender o agir de Deus (nem mesmo entendemos nosso próprio chamado) quando enfrentamos uma crise. É comum, mas nós não fomos chamados para ser alguém comum, alguém que é igual a todo mundo. Nós fomos chamados para ser diferentes, para fazer a diferença, para viver de uma maneira diferente. Então a partir de hoje, quando o resultado de sua fé não aparecer imediatamente, não faça como todas as outras pessoas que se martirizam como se tudo estivesse perdido, faça algo diferente: Fale com Deus e acima de tudo Acredite em Deus na confiança que Ele sabe o que está fazendo!

Perguntas para Reflexão:


1) Estou frustrado? Qual tem sido minha reação diante da frustração?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 5 de Êxodo para ter um entendimento mais profundo desta reflexão.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas

Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Espelho da Alma

O Espelho da Alma

Como são as pessoas deste mundo?


"Então respondeu Moisés, e disse: Mas eis que não me crerão, nem ouvirão a minha voz, porque dirão: O SENHOR não te apareceu. (...) E o povo creu; e quando ouviram que o Senhor visitava aos filhos de Israel, e que via a sua aflição, inclinaram-se, e adoraram."
(Êxodo 4.1,31)

O Espelho da Alma



Moisés havia dito: Eis me aqui, agora porém começava a retroceder. Mil e uma dúvidas estavam abalando a sua confiança. Desculpas começaram a aflorar em sua mente. E ele se lembrou de quando estava no Egito e foi rejeitado pelos filhos de Israel. Diante de tudo isto ele pensou naquele povo e viu eles através desta lente que ampliava os seus medos e ofuscava a sua fé, e o que ele viu? viu um povo incrédulo e de ouvidos fechados para a verdade, ou seja, um povo em um estado igual ao que ele estava naquele momento, viu um povo que não acreditaria nas Palavras de Deus.

Aqui observamos uma característica muito interessante da mente humana: nós vemos o mundo através da lente de aumento que reflete a nossa situação atual.

Isto pode parecer banal, mas não é! É muito importante! Revela a verdade sobre como nós somos, como estamos atualmente.

Como você vê o mundo? Como vê a igreja? Como vê as outras pessoas?

Pare agora um instante e pense a respeito.

Qual a característica mais marcante das pessoas que estão ao seu redor? São felizes, honestas, batalhadoras, mentirosas, fofoqueiras, inteligentes, abençoadas, determinadas, sofredoras, incrédulas, egoístas, difíceis, impacientes, teimosas, críticas, medrosas, infelizes, amorosas ou obstinadas?

Como você vê o mundo?

Um lugar de dor, sofrimento e tristeza, ou um lugar de aprendizado, experiência e crescimento?

Como você vê a igreja?

Fonte de alegria, salvação e esperança, ou fonte de julgamento, luta e desentendimento?

Como você vê as outras pessoas?

Seres para serem amados ou para serem evitados? Certos ou errados?

Pois eu posso lhe dizer com toda certeza que você não pode ver nas outras pessoas algo que não esteja presente em sua própria mente. Calma, eu explico: para que nós possamos ver algo precisamos ter uma representação mental deste "algo". Não entenderia uma só palavra deste texto se em sua própria mente não tivesse um sistema que representasse cada uma das letras, sílabas e palavras que aqui estão.

Quanto mais algo está em nossa mente mais nossos olhos o detectarão com mais facilidade durante nossa vida. Vejamos alguns exemplos: a partir do momento que você compra um carro, ou mesmo começa a pesquisar por ele, parece que ele começa a te perseguir, começa a ver muito mais carros do mesmo tipo em todo lugar. Porque? Por que vemos com mais facilidade o que também está dentro de nós. E isto pode se aplicar a todo tipo de produto, atitude ou sentimento.

Nossa visão é sempre proporcional a nossa representação mental. Se tenho muita "informação maliciosa" em minha mente tudo que eu ouvir, olhar ou falar terá muito mais chance de ser interpretado com maliciosamente. Se por outro lado tenho muita "informação financeira", vou olhar para tudo com olhos de quem sabe - ou quer - ganhar dinheiro.

Isto é muito revelador, é uma forma correta de reconhecer quem sou eu, e a maior "dica" que você terá nesta terra sobre como você está. Veja o caso de Moisés, ele acreditou que o povo não creria, mas quem não estava crendo era ele mesmo. Ele pensou que não dariam ouvidos, pois na verdade o próprio Moisés não estava dando ouvidos a voz de Deus naquele exato instante. Foi necessário uma ação mais "contundente" da parte de Deus, e o apoio de seu irmão Arão, para que ele prosseguisse em sua missão.

E ao final do capítulo fica claro que o "olhar" de Moisés não coincidia com a realidade, pois o povo creu - e deu ouvidos - as Palavras de Deus.

Você pode estar se perguntado, então se é assim, se os meus "filtros internos" estão errados, se eu não estou vendo certo, o que posso fazer para corrigir isto? Qual é o colírio que limpará minha visão? E a resposta é: a Palavra de Deus, ela, unicamente ela, pode lhe dar uma visão perfeita da realidade. Busque este colírio, busque com todas as suas forças, para que ela possa limpar toda e qualquer distorção da verdade que tenham até agora afetado seu bom julgamento. Se você a buscar de coração Deus lhe dará uma nova visão, a visão dEle sobre tudo o que se passa por aqui.

Não termine de ler esta reflexão sem fazer uma rápida análise sobre como tem sido o seu olhar, e veja que ele pode ser um excelente espelho que você sempre terá para ver quem é você na realidade.

"Portanto, és inescusável quando julgas, ó homem, quem quer que sejas, porque te condenas a ti mesmo naquilo em que julgas a outro; pois tu, que julgas, fazes o mesmo." (Romanos 2.1)

Perguntas para Reflexão:


1) Se minha opinião sobre os outros é um espelho do que sou, o que eu estou vendo?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 4 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas

Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Chamado de Deus

O Chamado de Deus

O Chamado de Deus


"E vendo o Senhor que se virava para ver, bradou Deus a ele do meio da sarça, e disse: Moisés, Moisés. Respondeu ele: Eis-me aqui."
(Êxodo 3.4)

O Chamado de Deus



Eis que chegado é o tempo do cumprimento da promessa.

Deus ouviu o clamor dos filhos de Israel no Egito, viu sua aflição e conheceu suas dores (Êxodo 3.7), e buscava agora um homem para ser um canal de benção para eles, e o nome do escolhido de Deus foi Moisés. Diante disto Deus o chamou: Moisés, Moisés. E ele respondeu: Eis-me aqui.

Chama a atenção neste texto que Moisés não sabia ao certo o assunto que se falaria, mas sua resposta foi de prontidão: Eis-me aqui. Ou seja, ele estava dizendo para Deus: Queres falar com Moisés? Fala que eu estou aqui pronto a escutar.

Moisés ouviu o chamado de Deus, este é o primeiro ponto. Moisés respondeu ao chamado de Deus, este é o segundo ponto. Moisés correspondeu ao chamado de Deus, este é o ponto principal da mensagem. Não basta ouvir, precisamos responder, e mais ainda, mesmo tendo dúvidas - e Moisés teve várias - precisamos buscar corresponder ao chamado de Deus.

Alguém pode dizer: mas Deus não me chamou até hoje desta maneira. Sim, isto pode ser verdade, mas Deus tem nos chamado de muitas formas, hoje temos em mãos uma carta escrita pelo Espírito de Deus - na época de Moisés ainda não estava escrita - a todos os homens, e se é a todos os homens é para mim e para você também. Esta carta - a Bíblia - tem muitos chamados aos quais podemos recusar ou dizer: Eis-me aqui!

Vejamos alguns exemplos:

No livro de Tiago, capítulo 4, versículo 17 lemos que "Aquele, pois, que sabe fazer o bem e o não faz comete pecado.", em outras palavras: Este é um chamado para fazer o bem!

Em Provérbios 3.5 está escrito: "Confia no Senhor de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento.", um chamado para acreditar na Sabedoria de Deus, e não em sua própria sabedoria.

Lucas 12.31 diz: "Buscai, antes, o Reino de Deus, e todas essas coisas vos serão acrescentadas.", um chamado para priorizarmos nossa vida com Deus.

Poderíamos aqui citar milhares de versículos, cada um deles com seu chamado, mas isto não é necessário, pois você mesmo pode agora abrir sua Bíblia, e ver cada um dos chamados, o importante é: Deus tem nos chamado constantemente, são muitos os chamados, e fica a pergunta: Qual tem sido minha resposta para os chamados de Deus? O que tenho respondido? Tenho agido de acordo com as resposta que dou a Deus? Veja que Moisés buscou se inteirar bem do chamado que Deus estava lhe fazendo e logo depois atendeu ao chamado não somente com palavras, mas com ação.

Façamos, pois, como Moisés, a resposta certa é "Eis-me aqui", e a atitude certa é "Agir de acordo com o chamado que recebemos". Busquemos então não somente responder ao chamado de Deus, mas acima de tudo: Corresponder ao chamado de Deus para nossas vidas, e seremos - assim como Moisés - alguém que fez a diferença no meio do seu povo.

Quem corresponde ao chamado de Deus se torna em um canal da benção de Deus para os homens.

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho buscado conhecer diariamente os chamados de Deus para minha vida?

Reflexão na Prática


Fale com Deus e aceite os seus chamados, leia mais a Palavra de Deus a cada dia e Ela te fortalecerá. Leia hoje o capítulo 3 de Êxodo.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas

Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Ele está Ouvindo

Deus Ouve

E ouviu Deus


"E aconteceu, depois de muitos dias, que morrendo o rei do Egito, os filhos de Israel suspiraram por causa da servidão, e clamaram; e o seu clamor subiu a Deus por causa de sua servidão. E ouviu Deus o seu gemido, e lembrou-se Deus da sua aliança com Abraão, com Isaque, e com Jacó;"
(Êxodo 2.23-24)

Ele Ouviu o Clamor



Moisés foge do Egito e vai para o deserto. Os filhos de Israel continuam no Egito debaixo de uma dura servidão. Lá eles clamaram a Deus por causa da servidão. E Deus os ouviu. Meditando no segundo capítulo do livro de Êxodo algo fica muito claro: Deus está ouvindo. Alguém pode pensar que não, mas o Todo Poderoso não criou os homens e se esqueceu deles. Deus está ciente de tudo que se passa aqui embaixo. Algumas vezes nos incomodamos com o silêncio de Deus, e passamos a acreditar que ele não está vendo - pensamos que ele não ouve nosso clamor - mas isto não é verdade. Deus está vendo tudo.

Ele tem olhado por nós e é a sua incomparável sabedoria que o impede de agir na hora nós que desejamos. Ele sabe o momento certo.

Olhando para a história dos hebreus podemos nos perguntar:

Por que Deus não os tirou de lá antes?
Por que Deus permitiu que eles sofressem na terra do Egito?
Por que eles tiveram que sair da terra de Canaã nos tempos de José?

As respostas estão todas na Palavra de Deus. Se buscarmos com atenção vamos entender não somente por qual motivo Deus agiu daquela maneira com os Israelitas, mas também entenderemos melhor como Deus tem agido conosco. Muitos "porquês" parecem sem resposta durante toda uma vida, e ficam sem resposta simplesmente por que não tomamos a atitude de buscar as respostas na Palavra de Deus.

Durante a leitura deste livro de Êxodo - nas próximas reflexões - iremos aos poucos ver as respostas para as perguntas acima, no momento vamos nos ater a uma rápida reflexão sobre a primeira delas: Por que Deus não os tirou do Egito antes?

Sabemos que Deus é justo, e na sua justiça ele tem colocado limites para a maldade do homem, e é por isto que muitas vezes tem sido extremamente paciente com os erros dos homens, pois apenas os castiga após os seus erros alcançarem certa medida. Isto se aplica a indivíduos e também a nações. Os cananeus eram homens pecadores diante de Deus, que faziam coisas terríveis, até mesmo a seus filhos recém nascidos eles sacrificavam em rituais de adoração a demônios, isto para citar apenas uma das abomináveis atitudes destes povos. Os Egípcios por outro lado não estavam muito longe, porém Deus em sua sabedoria estava tratando com três povos: Israelitas, Egípcios e Cananeus, e para ser justo com os três é que esperou o momento certo.

O momento certo para dar livramento aos filhos de Israel, Humilhar o extremo orgulho Egípcio e Castigar os corruptos Cananeus.

Precisamos entender que sabedoria não é resolver um problema, sabedoria é não gerar problemas quando se cria uma solução. Deus em sua Sabedoria não somente resolve um problema, mas resolve vários ao mesmo tempo, e principalmente: não cria outros problemas com sua solução. Para isto, é claro, tudo precisa acontecer no tempo certo, no tempo de Deus, pois sabemos que para todo propósito há um tempo.

Se você está aguardando algo e ainda não chegou, continue clamando, Deus está ouvindo. Não duvide, creia, pois Ele ouve até o seu gemido, quanto mais suas palavras. Se algo não aconteceu ainda não desista, pois bem pode ser que o momento da sua benção esteja bem perto, e eis que vem, confia pois, e descansa, que o teu Deus é Forte e Poderoso, e o mais importante: Ele é Sábio, e sabe o momento certo para te dar vitória.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou clamando a Deus por minha benção?

Reflexão na Prática


Comece hoje a clamar a Deus, se não estiver fazendo isto até agora. Mas lembre-se clamar não é apenas orar, pense em como clamou o povo israelita, como gemeu de dor durante o período de escravidão. Se for realmente importante você irá se "derramar" diante de Deus em seu clamor.

Leia hoje o capítulo 2 de Êxodo e vamos juntos um capítulo por dia até o fim.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas

Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Frase - Tempo Feliz





"O tempo é igual para todos, 
feliz será aquele que souber aproveitar cada minuto."

Gilliard Lima







Confira centenas de Frases aqui!

.

A Escravidão de Toda Uma Nação

Escravidão

Escravidão


"E os egípcios faziam servir os filhos de Israel com dureza;"
(Êxodo 1.13)

A Escravidão de Israel no Egito



Como vive alguém que tem que se sujeitar as regras impostas por uma outra nação? Como se sente um povo que está sob o terror da escravidão?

Hoje começamos a refletir sobre Êxodo, o segundo livro da Bíblia, que trata exatamente deste tema: escravidão.

No primeiro capítulo podemos ler que José e seus irmãos faleceram e depois de muitos anos se levantou um rei no Egito que não havia conhecido José, e não entendeu o quanto os filhos de Israel fizeram bem aos egípcios, nem mesmo se preocupava com isto, pois estava mais ocupado em temer a este mesmo povo, por que ele havia se multiplicado e se tornado extremamente poderoso.

O que ele fez então? Decretou dura servidão para os descendentes de Israel, e os fez sofrer de várias maneiras. Agora, uma pergunta antes de continuarmos: Como nós podemos entender melhor o que significa escravidão nestes "tempos modernos"? A resposta está na Palavra de Deus, em Provérbios 22.7 lemos que "O rico domina sobre os pobres e o que toma emprestado é servo do que empresta." Quando alguém contrai uma dívida, toma emprestado, se torna servo daquele que lhe emprestou, é um tipo de escravidão, a preocupação e a dependência que um empréstimo causa são provas desta verdade. Infelizmente nós não estamos livres desta situação, muitas vezes podemos entrar em um destes laços, que naturalmente não é nada confortável. Pois bem, de toda forma a comparação é apenas para mostrar que ainda hoje não estamos livres dela, mas é claro que foi muito mais pesada e triste a escravidão sofrida pelos Israelitas neste período no Egito, pois se estendia não a alguns indivíduos, mas a todo um povo.

Uma observação que temos que fazer aqui é que eles estavam longe da terra que Deus lhes havia prometido, a terra deles era Canaã, e eles agora estavam no Egito. Se tudo continuasse "as mil maravilhas" no Egito possivelmente eles nem iriam querer ir para Canaã. Na verdade, mesmo na escravidão mais dura, diante de grandes privações e fortes castigos, muitos deles não se animavam a sair do Egito, como veremos nos próximos capítulos. Portas fechadas nem sempre significam que temos insistir, muitas vezes significa que devemos olhar em outra direção. Temos que estar atentos, pois quando várias portas estão se fechando, Deus pode estar tentando chamar nossa atenção para buscarmos a terra que Ele nos prometeu. Precisamos estar atentos, pois Deus não usa somente palavras para falar com o seu povo.

Se não estivermos com os olhos abertos, deixamos de ver o que está a nossa frente. Se o povo de Israel não conseguisse entender que eles não eram "bem vindos" naquele lugar, não poderiam tomar a sábia decisão de partir. Necessário é estar disposto a se colocar de pé, e ir para onde Deus está a nos esperar. Isto pode não ser fácil, mas o caminho da terra prometida não é fácil, é recompensador. Fazer o que é certo custa mais do que fazer o que é errado, no momento presente. Com o passar do tempo, no entanto, aquele que faz o que é certo colhe frutos eternos, enquanto o que faz o que é errado colhe prejuízos eternos.

No primeiro capítulo de Êxodo vemos um povo sofrendo em meio a escravidão, mas também vemos que estar no lugar errado é o motivo de nossas maiores dores. Que possamos ter de Deus sabedoria para saber para onde ir a cada momento de nossas vidas, e ter coragem para sair de onde estamos sempre que a mudança for necessária para nos aproximarmos da vontade de Deus para nossas vidas.

Se estivermos no lugar errado precisamos olhar para a direção correta. Sempre há uma saída. Enquanto há vida, há esperança.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou disposto a sair de onde estou se esta for a vontade de Deus?

1) A quem estou servindo, o que estou fazendo para buscar minha libertação?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 1 de Êxodo e acompanhe aqui diariamente as reflexões sobre este maravilhoso livro.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas

Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Estou eu no lugar de Deus?


Estou eu no lugar de Deus?


Estou eu no lugar de Deus?



"E José lhes disse: Não temais; porventura estou eu em lugar de Deus?"
(Gênesis 50.19)

Estou eu no lugar de Deus?


Sabemos que o orgulho precede a queda, então por consequência: a humildade evita a queda. Claramente podemos ver que o melhor caminho é fugir do orgulho e se apegar a humildade de todo coração, mas como fazer isto? Qual é a indicação visível que o orgulho está ganhando espaço em nosso coração? Sempre que nos exaltamos estamos dando lugar ao orgulho, veja a atitude de José:

Estamos hoje no último capítulo do livro de Gênesis, nestes cinquenta dias meditamos nas mais diversas questões, desde a criação até a benção que Jacó deu a cada um de seus filhos. E agora vemos que Jacó se foi, seus filhos o sepultaram da maneira que prometeram fazer e voltaram para continuar suas vidas no Egito. Porém quando isto aconteceu eles temeram a José, pois sabiam que muito mal haviam tentado fazer ao seu irmão, que agora era o governador do Egito. Foram e se humilharam diante de José rogando que ele lhes perdoasse as ofensas que haviam feito no passado. E foi neste momento que José falou: "Não temais; porventura estou eu em lugar de Deus?"

Ele tinha muito poder, poder para fazer o que bem entendesse em toda a terra do Egito, acima dele estava apenas a palavra de Faraó - José sabia muito bem disto, bem como os seus irmãos - O que ele também sabia era que mesmo o maior poder na terra não é nada comparado com o poder de Deus. Todas as honras que ele tinha recebido não foram suficientes para fazer com que o seu coração se enchesse de orgulho. O orgulho é que nos tenta a ocupar uma posição que não é nossa.

José sabia qual era o seu lugar, e de maneira nenhuma iria tentar ocupar o lugar que era de Deus. Se alguém iria punir seus irmãos por todo o mal que fizeram, com certeza este alguém não seria José. Quem tinha este direito era somente Deus. Quando nos colocamos no lugar de Deus todos os nossos julgamentos são afetados e caímos ao parar de ver, ouvir, falar e sentir de maneira equilibrada.

O que o Orgulho gera no Homem


O Orgulho afeta os olhos:

A humildade nos faz olhar para cima, colocar nossa esperança no Deus Criador dos Céus e da Terra. O orgulho - ao contrário do que se pensa - faz com que a pessoa olhe para baixo, pois ela não vê nada acima dela, todos estão abaixo dela, o foco do orgulhoso está nesta terra, aqui está o reino daqueles que não olham para Deus. O orgulho faz o homem acreditar que vê melhor que o próprio Deus. As palavras do orgulhoso se resumem em: "Deus não está vendo".

O Orgulho afeta os ouvidos:

Quando se sabe tudo, para que ouvir? Assim pensa o orgulhoso. Não permite que alguém fale em sua presença, ou mesmo que conclua uma frase, pois não haverá certamente nada que outra pessoa possa lhe ensinar. Quando o orgulhoso finalmente ouve acredita que o seu entendimento é o único entendimento, ele crê que tem todo conhecimento, que é onisciente. Novamente se colocando no lugar que não deve estar: no lugar de Deus.

O Orgulho afeta o falar:

Se alguém falar, certamente falará do que o coração está cheio. Se for cheio de orgulho suas palavras revelarão o sentimento inconfundível de quem não está disposto a ser corrigido. O orgulho do homem o impede de aceitar críticas com paciência e humildade. Quem fala com orgulho fala o que não pode cumprir, pois não tem poder sobre todas as circunstâncias, e acaba por fazer afirmações além de sua capacidade, como se tivesse todo o poder, como se fosse onipotente. E sabemos que Onipotente somente Deus É.

O Orgulho afeta o sentir:

Não é possível ter sentimentos limpos em um mesmo coração em que se abriga sentimentos sujos. O orgulho suja o coração do homem. Se o orgulho está presente os outros sentimentos irão se expressar de uma maneira deturpada. Por exemplo: O amor será um amor egoísta, amando mais a sí do que aos outros. A amizade será perfeita desde que ninguém "pegue emprestado" o seu pedestal. Quando o homem está coberto de orgulho sente que tudo que existe foi feito por ele, e para ele, sente que o mundo gira ao seu redor, e tudo o que acontece de alguma forma está relacionado com a sua própria existência, desconsiderando que Deus criou todas as coisas por meio de Seu Poder e para Sua própria Glória.

Livre-nos Deus deste sentimento perverso. E nos ajude a ter um coração como o de José, que não buscou tomar o lugar de Deus.

Ao refletir na leitura do livro de Gênesis temos plena certeza que o orgulho não estava presente no coração de José, por este motivo ele foi um canal de benção para todo o seu povo, e também para todo o povo do Egito, pois com humildade se manteve em toda sua vida. Que a humildade nos acompanhe nesta caminhada que estamos percorrendo, e nos permita conhecer - dia a dia - mais sobre o nosso Bom e Maravilhoso Deus. E que nunca, mas nunca mesmo, ousemos nos colocar no lugar que somente Ele tem o direito de ocupar. E assim, seremos sempre, mais e mais, benção em suas Poderosas Mãos.

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho tentado ocupar o lugar de Deus?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 50 de Gênesis. Terminamos o primeiro livro! Vamos começar amanhã o livro de Êxodo, combinado?

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Por que Judá foi a tribo escolhida?


Porque Judá foi a tribo escolhida?


Por que Judá?



"Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão."
(Gênesis 49.8)

Por que Judá foi a tribo escolhida?


Eis os filhos de Jacó na ordem em que eles nasceram: Rúben, Simeão, Levi, Judá, Dã, Naftali, Gade, Aser, Issacar, Zebulom, José, Benjamim. A benção pertence por direito ao primogênito. Porém dos filhos de Jacó alguns deles tiveram atitudes que desonraram seus pais, e por consequência a benção que eles haviam de receber não ficou sobre a vida deles. Foi o que ocorreu com Rúben, com Simeão e também com Levi, que agiram de maneira vergonhosa fazendo com que a benção que seria deles passasse a Judá.

Judá e seus descendentes se tornaram o caminho de Deus em meio aos homens para levar a Salvação até a humanidade. Por meio de sua linhagem nasceu Jesus, o Cristo. Cada filho de Jacó passou a representar uma tribo em Israel, pois seus descendentes se multiplicaram a tal ponto que se contavam aos milhares, mas a tribo de Judá marcou a história de Israel. A marca foi tão grande que hoje os conhecemos por Judeus, ou seja todos os israelitas são chamados pelo nome da tribo de Judá.

Certo é que Deus tem todo conhecimento e poder para agir da maneira que desejar, mas cabe aqui ressaltar que Rúbens, Simeão e Levi não alcançaram as maiores bençãos pois não estavam com um coração segundo o Coração de Deus. E por isto tomaram decisões erradas. E as decisões erradas os levaram para longe da benção de Deus.

Fato é que nós também estamos em semelhante situação. A todo tempo temos a oportunidade de escolher entre o bem e o mal, entre o certo e o errado, entre a benção e a maldição. Cada um colhe o que semear, pois Deus não se deixa escarnecer. (Gálatas 6.7) Hoje podemos fazer o que é certo, ou não. Se agirmos de acordo com a vontade de Deus, expressa, explicada e esmiuçada em sua Santa Palavra, certamente colheremos suas bençãos, não somente sobre a nossa vida, pois ela transbordará e alcançará todos os que nos rodeiam. Façamos pois a boa escolha, pois Deus já tem nos chamado para fazermos parte daqueles que serão escolhidos para herdar a vida eterna.

Não deixe a benção passar, passe longe do pecado e vá para perto de Deus, estar com Ele é a maior de todas as Bençãos!

Perguntas para Reflexão:


1) Estou tomando a decisão certa hoje?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 49 de Gênesis.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Mais do que Pensamos


Mais do que Pensamos


Mais do que Pensamos



"E Israel disse a José: Eu não cuidara ver o teu rosto; e eis que Deus me fez ver também a tua descendência."
(Gênesis 48.11)

Mais do que Pensamos


Israel, pai de José, acreditou por muitos anos que seus filho estava morto, porém ,depois de muitos anos, recebeu a boa notícia que ele estava vivo. Mudou-se de Canaã para o Egito, e lá não somente encontrou seu filho como também a descendência dele.

Servimos a um Deus que sabe o que pode nos fazer feliz.

Quando Jacó perdeu seu filho José, ficou inconsolável, pois José era um dos dois filhos que sua amada Raquel havia lhe deixado. Jacó então ao passar pelo período de grande fome, que sobreveio a toda terra, relutou muito em deixar ir a Benjamim para comprar alimentos porque temia perder o último filho que lhe restava deste amor. Mas Deus em sua bondade não somente devolveu Benjamim aos braços do pai, como também dobrou os frutos que lhe havia dado por meio de Raquel: agora ele tinha a José, Benjamim, Efraim e Manassés.

Servimos a um Deus que faz mais do que esperamos.

Alguém poderia imaginar que Deus não estava preocupado com o que se passava no coração de Israel, que a dor que ele sentia passava despercebida diante do Todo Poderoso, porém esta não é a verdade, porquanto Deus provou de maneira incontestável que Ele estava cuidando de Israel de uma maneira particular.

Servimos a um Deus que se importa.

"Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam." (Hebreus 11.6)

Hoje, a sua impressão pode até ser de que Deus não está vendo o que se passa contigo, não está sentindo a sua dor, ou não está agindo, mas saiba que Deus não se apressa, Ele chega no momento certo, Deus não faz o que pedimos, Ele faz muito mais do que imaginamos, Deus não apenas vê o seu sofrimento, Ele também sente a sua dor. Ele se importa com cada detalhe em sua vida. Faça como Israel, confie em Deus e siga na caminhada, pois no tempo certo Deus irá agir, e no agir de Deus você se alegrará, mas maior felicidade terá aquele que desde já permanecer confiando em Deus, pois somente assim poderá agradar realmente ao Bom Deus.

"Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera, A esse glória na igreja, por Jesus Cristo, em todas as gerações, para todo o sempre. Amém."
(Efésios 3.20-21)

Sejamos, pois gratos a este nosso Senhor, tão bondoso, que tem olhado por nós, demonstrando nossa gratidão através de uma irrestrita confiança no seu bom propósito para nossas vidas!

Perguntas para Reflexão:


1) Entendo que Deus se importa comigo? Aceito isto no meu coração?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 48 de Gênesis.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Segredo de José


O Segredo de José


O Segredo de José



"E José fez habitar a seu pai e seus irmãos e deu-lhes possessão na terra do Egito, no melhor da terra, na terra de Ramessés, como Faraó ordenara. E José sustentou de pão a seu pai, seus irmãos e toda a casa de seu pai, segundo as suas famílias."
(Gênesis 47.11-12)

O Segredo de José


José se tornou uma benção para toda sua família. Este também é o desejo de todas as pessoas que se aproximam de Deus. Ser alguém que é motivo de benção para as pessoas que fazem parte de sua vida. É o desejo, porém - na maior parte do tempo - não é a realidade. Qual a atitude que foi fundamental para que José conseguisse este notável feito? O que ele fez que nos estamos deixando de fazer? O que ele não fez e hoje estamos fazendo e está impedindo o derramar das maiores bençãos de Deus sobre a nossa vida? Qual era o segredo de José? Estas e outras questões queremos aqui de forma resumida abordar a partir de agora:

Qual era o segredo de José?


O que José fez?


Ele acreditou em Deus em todo tempo
Ele perdoou os seus irmãos
Ele abençoou os que o haviam perseguido

O que José não fez?


Ele não se entregou ao pecado
Ele não se vingou
Ele não desistiu de seus sonhos

Quais as atitudes que fizeram de José uma Grande Benção?



Perdão
Retidão
Gratidão
Humildade
Honestidade
Amor a Deus

Se seguirmos estes simples passos, exemplos de atitudes, certamente chegaremos a ser benção não tão somente a nossa família, mas a muitas outras pessoas que Deus nos permitir alcançar. Siga os passos deste servo de Deus, e os seus passos também te levarão para um lugar de honra, um lugar onde você não somente será abençoado, mas será abençoador dos seus irmãos.

Perguntas para Reflexão:


1) As 7 atitudes de José citadas acima estão presentes em minha vida?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 47 de Gênesis.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Berseba: O Lugar Certo


Berseba


Berseba



"E falou Deus a Israel em visões de noite, e disse: Jacó, Jacó! E ele disse: Eis-me aqui.
E disse: Eu sou Deus, o Deus de teu pai; não temas descer ao Egito, porque eu te farei ali uma grande nação."
(Gênesis 46.2-3)

O Lugar Certo


Jacó tinha um bom motivo para ir ao Egito, ver seu filho José, que antes ele acreditava que estava morto. O filho amado vivia e Jacó faria de tudo para ir até ele. Porém ao mesmo tempo Jacó estava preocupado, pois sabia que Deus o havia chamado para estar na terra de Canaã, e havia dito que haveria de dar aquela terra aos seus descendentes. A questão não era se ele deveria ir ver seu filho, mas se ele deveria se mudar para o Egito. Se isto era do agrado de Deus. Ao mesmo tempo Jacó estava grato a Deus, pois o que parecia impossível acontecera: seu filho estava vivo!

Algumas vezes durante nossa caminhada temos dúvidas, mesmo em momentos de benção, se devemos fazer algo, ou se isto irá nos tirar da rota das promessas que temos recebido de Deus. Nessas horas precisamos tomar a mesma atitude de Jacó: Ir para Berseba. "E partiu Israel com tudo quanto tinha, e veio a Berseba, e ofereceu sacrifícios ao Deus de seu pai Isaque." (Gênesis 46.1)

Berseba foi o lugar onde Deus havia falado com seu pai Isaque quando Jacó era mais novo. Berseba era um lugar de falar com Deus, e ouvir Deus. E era isto que Jacó estava precisando, ele precisava saber a "opinião" de Deus sobre sua saída para o Egito. Sempre que um servo de Deus busca lhe agradar, busca andar segundo a Sua Vontade, Deus lhe faz saber qual é ela. O que ocorre muitas vezes é que ao invés de ir para Berseba resolvemos seguir direto e acabamos por não "ter tempo" para receber a benção de Deus.

Berseba é o lugar para onde vai quem acredita que Deus está no controle de tudo. Berseba é o lugar certo para todos aqueles que estão gratos por tudo que Deus tem feito. Berseba é um lugar de comunhão com o Deus que não deixa suas palavras

Pare então neste dia por um momento e vá para Berseba, para o lugar em que Deus irá falar com você, e você irá falar com Deus. Tire um tempo para conhecer qual é a vontade de Deus nas questões que são importantes para você, e no final, se você der ouvido a voz de Deus, certamente sairá de lá abençoado por Ele, assim como saiu Jacó, pronto para seguir viagem rumo a realização de seus sonhos.

Perguntas para Reflexão:


1) Passo em Berseba quando tenho alguma questão importante a resolver?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 46 de Gênesis.

Gilliard Lima

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Tamanho do Meu Universo


Tamanho do Universo


O Tamanho do Meu Universo



"Agora, pois, não vos entristeçais, nem vos pese aos vossos olhos por me haverdes vendido para cá; porque para conservação da vida, Deus me enviou adiante de vós."
(Gênesis 45.5)

Qual é o tamanho do seu universo?


Cuidar do futuro é uma constante preocupação da mente humana. Passamos todo tempo Presente a nos preocupar com o Futuro. Saber o que vai acontecer. Prever o que talvez iremos viver. Vivemos a maior parte da vida preocupados com situações que nunca se tornaram realidade. Isto é um fato. E qual é então a solução? O que precisamos fazer para não nos deixarmos levar por estes pensamentos?

Quando José fez saber a seus irmãos que ele, agora o governador do Egito, era o irmão que eles haviam vendido há muitos anos atrás, ele não o fez com o coração tocado pela vingança, mas contemplava a grandeza dos planos de Deus. Ele disse aos seus irmãos que não se entristecessem, ele mesmo não estava triste por eles o terem vendido como escravo. Como isto é possível?

Ao olharmos para algo que não compreendemos temos a tendencia de não se preocupar muito, e de desviar nossa atenção para outras coisas. Não costumamos ficar pensando em como funciona um moderno celular, apenas usamos ele. Da mesma maneira não atentamos ao real significado de nossas vidas, nos contentamos em ir vivendo, um dia depois do outro, com os medos, preocupações e desafios comuns da vida. Mas isto é tudo? é a nossa melhor opção mesmo?

Não, não é esta nossa melhor opção. Podemos viver por viver, respondendo a cada dificuldade conforme ela aparece, mas - se quisermos - podemos viver com uma consciência mais elevada a respeito dos assuntos desta vida. Ao invés de ver apenas o que está dentro de nós podemos passar a ver o que está ao nosso redor, e aos poucos ampliar esta visão para enxergar as inter-relações existentes no universo. E por falar em universo, qual é o tamanho do seu universo? Você sabia que o "seu universo" tem um tamanho específico? E que cada ser humano tem o "seu universo" particular? O seu universo pode se resumir a apenas sua própria vida, o que você faz, tem, pensa, usa, compra, etc. Pode ser também que seu universo seja um pouco mais abrangente e alcance alguma outra pessoa. Talvez ele tenha uma abrangência maior e alcance também toda sua família. A verdade é que a maioria das pessoas pára por aqui. Raramente o universo de uma pessoa vai além de algumas dezenas de pessoas. Nos esquecemos que vivemos na companhia de centenas de pessoas, em um pais com milhões de pessoas, que formam um planeta de bilhões de seres humanos, em meio a um universo gigantesco. Nos esquecemos de tudo isto e olhamos para o nosso universo particular: Eu, na terra dos meus sentimentos girando ao redor de meus próprios pensamentos.

Certo, interessante você dirá, mas o que isto tem a ver com a reflexão que estávamos fazendo? Pois bem eu explico em uma palavra: Tudo! Explicando com várias palavras: Foi perguntado logo acima como era possível José não estar triste, magoado ou ainda desejando se vingar de seus irmãos, e a resposta é: Ele não estava olhando para sua própria dor, ele olhava para os propósitos do Deus que governa o universo. E o Deus de José governava um universo realmente grande, que não se resumia ao universo apenas de sua vida, mas alcançava todas as pessoas que José conhecia, desde os egípcios até - e principalmente - a sua família.

Se cremos que Deus governa nosso universo, precisamos ver até onde vai este nosso universo, pois se o nosso foco não for além de nossa própria vida, poderemos nos desesperar diante de qualquer fato um pouco mais distante. Se, no entanto, tivermos a noção que Deus tem poder sobre tudo o que acontece na terra e no céu, nossa confiança estará fortalecida, e mesmo em meio a lutas e dificuldades não perderemos de vista a Bondade e a Sabedoria de Deus, nem nos grandes acontecimentos, nem nos pequenos detalhes da vida.

Viver preocupado com o futuro não é bom, mas é o que quase todos estão fazendo. O que precisamos então para não nos prendermos a esta situação? A resposta é: Acreditando que Deus fez tudo o que fez por um bom propósito. E o que quer que venha a fazer será pelo mesmo motivo. Creditar a Deus justiça em todo tempo, este é o segredo da vitória de alguém que teme a Deus. Foi o que José fez, é o que nós podemos fazer também, se quisermos. Façamos, pois, a melhor escolha, e desfrutaremos também das melhores bençãos.

Perguntas para Reflexão:


1) Confio que Deus sabe o que está fazendo?

2) Qual o tamanho do meu "universo"?

Reflexão na Prática


Leia hoje o emocionante capítulo 45 do livro de Gênesis.

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Eu Fico em Seu Lugar


Eu Fico em Seu Lugar


Eu Fico Por Amor



"Agora, pois, fique teu servo em lugar deste moço por escravo de meu senhor, e que suba o moço com os seus irmãos."
(Gênesis 44:33)

Eu Fico em Seu Lugar


Judá, filho de Jacó, havia se oferecido como fiador por seu irmão Benjamim. Ele sabia o quanto seu pai amava a este filho, e se propôs a dar a vida dele pela vida de Benjamim, para que eles pudessem seguir viagem e comprar alimento no Egito e não morrer todos de fome. Nos planos de Judá este seria o pior cenário, a sua esperança estava em não precisar expor a sua vida, porém o que ele havia prometido a seu pai, de repente, se materializou diante de seus olhos: Com Benjamim foi encontrado o copo de prata do governador do Egito, e agora como condenação Benjamim ficaria como escravo naquela terra. Quando tudo isto aconteceu, Judá não titubeou, se colocou diante do governador do Egito e pediu, com grande aflição, que permitisse que ele ficasse como escravo, por toda sua vida, no lugar de Benjamim.

Judá deu a própria vida como garantia do retorno de Benjamim, e foi somente desta forma que seu Pai permitiu sua partida. É impactante ver alguém aceitar ser condenado pelo crime cometido por outra pessoa. Isto não é comum. É algo extraordinário. Quando Judá fez este pedido ele estava consciente e disposto a pagar o preço que fosse necessário, no lugar de Benjamim. Judá fez isto porque amava seu pai. E não suportaria a dor de ver seu pai sofrendo a perda de mais um filho.

Olhando para estes acontecimentos é impossível não lembrar do que fez Jesus, Ele pediu para pagar por nossos erros, fez isto por amar seu pai. Fez isto por te amar. Se entregou, sofreu, foi humilhado, moído, em seu lugar, pois Ele não suportava a ideia de ver seu Pai perdendo mais um filho: você. Ele não se importou com o preço, com a dor, com as dificuldades, com as consequências, ele queria apenas te colocar em liberdade, mesmo que para isto tivesse que se tornar prisioneiro em seu lugar. Deixou o céu, e esteve aqui, como simples homem. Quando o maltrataram, Ele se lembrou de você, e sabendo o tanto que o seu Pai Celestial te amava, não se conformou em voltar para Ele sem você. Ele poderia até ficar, mas você precisava voltar para os braços do Pai. Quando tudo estava consumado no entanto, o milagre aconteceu, e ao invés de você voltar para o Pai, é o Pai que agora vem para junto de você, na terra do Egito Ele vem morar, no coração do homem vem para ficar. Tudo porque o irmão mais velho não aceitou te perder. Ele te ama e quer te fazer voltar para os braços do Pai, para a casa do Pai ele quer te levar.

Volte hoje para os braços do Pai. Assim como Judá se entregou por seu irmão mais novo, Jesus já se entregou em seu lugar, para que livre das algemas do pecado você possa voltar. Volte hoje e o Pai virá lhe encontrar, e nesta terra contigo Ele estará, bem perto, bem junto, em seu coração, sempre e eternamente.


Perguntas para Reflexão:


1) Você já voltou para os braços do Pai?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 44 de Gênesis e medite no amor do irmão mais velho.

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Gratidão e Louvor


gratidão e louvor a Deus


Louvor e Gratidão a Deus



"Vindo, pois, José à casa, trouxeram-lhe ali o presente que tinham em suas mãos; e inclinaram-se a ele até à terra.
E ele lhes perguntou como estavam, e disse: Vosso pai, o ancião de quem falastes, está bem? Ainda vive?
E eles disseram: Bem está o teu servo, nosso pai vive ainda. E abaixaram a cabeça, e inclinaram-se.
E ele levantou os seus olhos, e viu a Benjamim, seu irmão, filho de sua mãe, e disse: Este é vosso irmão mais novo de quem falastes? Depois ele disse: Deus te dê a sua graça, meu filho.
E José apressou-se, porque as suas entranhas comoveram-se por causa do seu irmão, e procurou onde chorar; e entrou na câmara, e chorou ali. Depois lavou o seu rosto, e saiu; e conteve-se, e disse: Ponde pão."
(Gênesis 43.26-31)

Gratidão e Louvor a Deus


José reencontra seus irmãos, e em especial Benjamim, que não via há tanto tempo. Não é fácil imaginar o que ele sentia naquele momento, mas certamente foi um encontro impactante. Aqueles que o haviam vendido, por inveja, hoje estavam diante dele e suplicavam por pão. Aqueles que não haviam ouvido suas súplicas. Aqueles que eram seus irmãos.

Ao passarmos por momentos de grande tensão emocional a maior dificuldade é manter a calma, o mais difícil é se conter. Ocorre que nossas emoções são subitamente elevadas a um nível quase insuportável. José estava passando por isto, ele mal podia segurar suas lágrimas, a garganta estava apertada, assim como o seu coração, e José chorou. Não chorou perto de seus irmãos, chorou longe deles, chorou sozinho, toda sua história passava ali diante dele. Agora ele compreendia mais um pouco de tudo que tinha acontecido em sua vida. José chorou, mas após chorar, ele lavou o seu rosto e se conteve.

Se conter é a grande dificuldade do ser humano, os fracos não conseguem se conter, o tolo expande toda sua irá, mas o sábio - que é quem é verdadeiramente forte - a contem e a reprime. Autocontrole, domínio próprio e temperança são características de um verdadeiro servo de Deus. Pode até chorar, sofrer e se angustiar, mas depois irá se conter e não se precipitará com suas palavras, nem com suas ações.

Muitas vezes nos encontramos nesta situação, onde somos provados quanto ao que iremos dizer, pensar, decidir e fazer.

Que possamos agir como José agiu, nos emocionar, mas nos conter. Agir com sobriedade, movidos pelo Amor, pois não importa o mal que o inimigo tentou fazer contra nossas vidas, o que importa é em qual benção se tornou para nós esta tentativa, pois Deus está sempre um passo a frente, fazendo com que nenhuma ferramenta forjada para nos fazer mal venha a prosperar, antes venha a se tornar em motivo de gratidão e louvor a Deus.

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho buscado me conter? Por qual motivo busco me conter?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 43 de Gênesis.

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Oportunidade de Ouro


Acredite em Deus


Oportunidade de Ouro



"Então desceram os dez irmãos de José, para comprarem trigo no Egito."
(Gênesis 42.3)

Problemas são bem vindos?


Quando uma situação desfavorável se apresenta a atitude mais comum é imediatamente lamentar a incômoda dificuldade. Se algo não dá certo facilmente nos irritamos e ficamos chateados. Não gostamos de ouvir um não. Nem de pessoas, nem das circunstâncias, nem dos objetos. Já viu alguém irritado com um computador? É um objeto dizendo não para um ser humano, e o ser humano não gosta de ouvir não. Mas muitas vezes acontece. Ouvimos não praticamente todos os dias. Não posso, não devo, não vou, não pode, não tenho tempo, não tenho dinheiro, não funciona. Não, não e não. Parece até que a vida é feita somente de "nãos". Isto é o que parece, porém a verdade é que muitos "nãos" são excelentes. Muitas portas fechadas nos fazem ver portas maiores que antes pareciam invisíveis.

A família de José estava com fome, isto parecia um grande não, mas na verdade era um grande sim, era Deus dizendo a eles que o tempo da prova chegava ao fim, e o tempo da benção, da fartura e da reconciliação se aproximava. O tempo de tristeza de Jacó estava terminando, e o cumprimento dos sonhos estava perto.

Nem sempre vamos entender bem um não, e pode ser que muitos deles fiquem sem explicação, no entanto, não olhe para a porta fechada, olhe a sua volta, olhe para Deus, olhe para Jesus, e a saída surgirá. Ela pode estar bem mais perto do que se imagina.

Não se entristeça com o problema, se alegre, pois para cada problema há uma solução e cada solução tem sua recompensa. Sem problemas ficamos também sem recompensas. Eis a nossa oportunidade de receber algo novo em nossa vida. Olhe, pois para cada problema como devemos olhar: ele é uma grande oportunidade, quanto maior o problema, maior a oportunidade, não desista, pois a caminhada pode ser longa, mas a linha de chegada se aproxima a cada passo que avançamos.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou decidindo me voltar para Deus enquanto aguardo a realização de meus sonhos?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 42 de Gênesis.

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Dia Em Que Tudo Mudou


Acredite em Deus


Os Sonhos de Deus Mudam a História



"Então mandou Faraó chamar a José, e o fizeram sair logo do cárcere; e barbeou-se e mudou as suas roupas e apresentou-se a Faraó."
(Gênesis 41.14)

"Tu estarás sobre a minha casa, e por tua boca se governará todo o meu povo, somente no trono eu serei maior que tu.
Disse mais Faraó a José: Vês aqui te tenho posto sobre toda a terra do Egito."
(Gênesis 41.40-41)

A Prisão é por um Tempo, O Reino é para Sempre


Dois anos haviam se passado desde o dia em que José interpretara o sonho do copeiro de Faraó. E José continuava preso. Um homem que tinha sonhos. Estava preso por um crime que não cometera. Mas Deus estava com ele.

Quantas vezes passamos por tempos difíceis, de prova e dor, de sofrimento e angústia. Estes momentos não são de conhecimento de nossos irmãos, nem de nossos familiares. São passados sozinhos, longe de todos que poderiam - ou deveriam - nos ajudar. Quando isto acontece podemos nos voltar contra Deus, ou nos voltar para Deus. Se entendermos que Deus sabe o que faz, que Ele conhece o melhor caminho, vamos nos voltar para Deus. Se olharmos apenas para nossas feridas e tristezas, poderemos nos voltar contra Deus, e este é um caminho muito perigoso.

Estando na prisão José já havia ajudado duas outras pessoas a entender seus sonhos, ele havia participado da realização do sonho do copeiro de Faraó. Porém os sonhos de José - até aquele dia - continuavam sem realização. Ele poderia ter se angustiado, ter entrado em depressão, se lamentado e até mesmo duvidado dos seus sonhos, mas não não foi isto que ele fez, José - felizmente - se voltou para Deus. Ele não estava sozinho no cárcere, ele estava com Deus. Não havia perdido a fé, estava mais firme do que nunca, pois sabia que Deus o haveria de auxiliar em todos os momentos.

Em um determinado dia, Deus deu a Faraó um sonho, um não, dois sonhos, que o deixaram angustiado. Ele chamou todos os seus conselheiros e os mais destacados de seus súditos, porém ninguém conseguia lhe dizer o que significavam aqueles sonhos. Neste instante o copeiro de faraó, que havia estado com José no cárcere se lembrou dele, e disse que sabia quem daria ao Faraó a interpretação destes sonhos. Rapidamente José foi levado a presença de Faraó e Deus lhe deu entendimento sobre o que significavam os dois sonhos. Ao ver como Deus abençoara a José com entendimento e sabedoria, Faraó entrega a José o governo de toda a terra do Egito.

Em só dia, em um dia determinado por Deus, José vai de Prisioneiro de Faraó a Governador do Egito. Isto porque ele não duvidou, não se voltou contra Deus, mas permaneceu firme, mesmo com todas as circunstâncias desfavoráveis. Olhe que Deus tem lhe dado sonhos também, a você que medita nesta reflexão, e talvez esses sonhos estão parecendo distantes e impossíveis, pode bem ser que não queira nem mesmo pensar sobre eles hoje, mas não se esqueça: uma Palavra de Deus muda qualquer circunstancia. Deus quer que sejamos bençãos nesta terra, bem pode ser que no caminho da sua benção Ele queira lhe usar para abençoar outras pessoas. Pode ser que antes de realizar os seus sonhos Deus te faça realizar os sonhos de outras pessoas.

E aí, o que acha de ser benção e realizador dos sonhos das outras pessoas, está disposto? Então, levante-se, tome folego, se aproxime de Deus e fique firme, pois pode até estar passando por um tempo no cárcere, mas chegará o dia em que, libertos pelo Senhor, reinaremos com Ele.

Talvez você já tenha auxiliado outras pessoas a sair de suas prisões, e até agora mesmo ainda se vê preso a suas próprias impossibilidades, dificuldades e problemas. Talvez você já tenha participado dos sonhos dos outros, e ainda não viu o seu próprio sonho "sair do papel". Pode ser que esta seja a sua realidade hoje, porém, pelos olhos da fé veja uma outra realidade: a realidade que somente quem crê pode ver, a realidade de que o impossível é a rotina de Deus. A realidade que a cada dia que passa o dia determinado por Deus se aproxima +&+ [mais e mais]. Os lugares que passamos e as dificuldades que enfrentamos são apenas um rápido treinamento para aproveitarmos melhor as vitórias que teremos. José sofreu até os 30 anos, mas depois disto reinou por outros 80. Pense nisto!


"E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito."
(Romanos 8.28)

Não se esqueça que Deus determinou um dia para José se tornar governador, Deus também tem um dia determinado para mudar nossa história. Haverá um dia em que tudo irá mudar, só precisamos acreditar e este dia chegará.

Acredite em Deus, independente das circunstancias!

Perguntas para Reflexão:


1) Estou decidindo me voltar para Deus enquanto aguardo a realização de meus sonhos?

2) Estou disposto a abençoar outras vidas enquanto minha benção não chega?

3) Estou lendo um capítulo da Bíblia por dia?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 41 de Gênesis.

Feche os olhos agora e fale com Deus sobre os seus sonhos, agradeça por Ele ter lhe dado estes sonhos.

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Olhar, Escutar, Ver e Ouvir.


Olhar, Escutar, Ver e Ouvir.


Olhar, Escutar, Ver e Ouvir.



"E veio José a eles pela manhã, e olhou para eles, e viu que estavam perturbados."
(Gênesis 40.6)

Sabedoria & Humildade


José estava preso e depois de um tempo na prisão recebeu o copeiro e o padeiro de faraó. Ambos haviam aborrecido a faraó. Estavam encarcerados. Depois de um tempo nesta situação tiveram um sonho e ficaram perturbados. José logo que os viu os interrogou, pois transpareciam que estavam preocupados. Eles lhe contaram seus sonhos enquanto atentamente José os ouvia e depois cada um recebeu a correta interpretação para o que haviam sonhado.

Quem lê este capítulo do livro de Gênesis pode até mesmo passar rapidamente pelo versículo 6, mas não podemos deixar de notar a atitude José, e principalmente aprender com ela. Observe como ele agiu: "E veio José a eles pela manhã, e olhou para eles, e viu que estavam perturbados.", primeiro José veio a eles pela manhã, José tinha como ocupação principal na prisão servir alguns prisioneiros, e entre os que ele servia estavam estes dois destacados homens, e certamente toda manhã José os servia. A função de José, o que ele havia recebido para fazer era isto: servir. Ele poderia fazer apenas isto e seguir o seu caminho, como qualquer outro homem em seu lugar faria, mas José não era um homem qualquer, ele olhou para eles, e viu que estavam perturbados.

Olhar é fácil, é um ato "quase que muscular", você mexe a cabeça, vira o corpo, abre os olhos e está olhando. Ver é um pouco mais complicado, você precisa entender o que está olhando para de fato "Ver". Alguém pode ir a sua casa, e se dispor a falar com você, a olhar para você, mas somente poderá ver o que está acontecendo se estiver disposto a entender você. É possível olhar sem ver, pois só vê quem está procurando entender. Quando olhamos para algo veremos inicialmente apenas o que nos chama mais a atenção, é automático, olhamos e vemos apenas o que queremos ver. Se não estivermos atentos olharemos e nada veremos. Ver exige atenção, é necessário se despir dos preconceitos, nos desvencilhar dos enganos, e quebrar as algemas que nos prendem a uma realidade que criamos para o nosso conforto, para então finalmente ver a realidade que está diante de nós. Ver é entender o que está diante de nossos olhos. José viu que eles estavam perturbados. José viu porque se importava com eles.

Ele estava disposto a entender o que estava acontecendo, e por conta disto quis ouvir deles por que estavam daquela forma. Não podemos entender outra pessoa se não ouvirmos, não apenas escutar, mas dar ouvidos as palavras que tem a dizer. Falar antes de ouvir é - como está escrito em Provérbios - uma grande tolice, uma vergonha. Ouvir é a chave para solucionar os problemas mais complexos, o que nos impede de ouvir é a excessiva vontade de falar, o engano de acreditar que já sabemos de tudo, o excesso de orgulho, a falta de amor. Só pode ouvir quem sabe que tem muito a aprender. Ouvir é exercitar a humildade, ao mesmo tempo ouvir é ter humildade. José ouviu o que eles tinham a dizer, sem interromper, sem antecipar o que eles iam falar, sem se precipitar, e por isto - depois - quando começou a falar ele falou sem errar.

"O que responde antes de ouvir comete estultícia que é para vergonha sua." (Provérbios 18.13)

A humildade de um homem não é difícil de ser medida, pois pode ser facilmente encontrada quando observamos quantas palavras ele consegue ouvir antes de interromper, ou ainda em quanto tempo se dedica a ver antes de emitir sua opinião. O orgulho é exatamente o contrário, se observa facilmente quando não se permite ensinar, acreditando que não há nada que alguém possa dizer ou expressar que ele mesmo já não tenha conhecido, visto, pensado, ou imaginado.

Falar com sabedoria é uma benção que está reservada aqueles que se exercitam em ouvir.

"Há alguns que falam como que espada penetrante, mas a língua dos sábios é saúde." (Provérbios 12.18)

A Humildade está pronta a mudar assim que conseguir enxergar a verdade que não havia visto antes, a reconhecer que ainda não sabia de algo. O Orgulho está pronto a reiterar sua própria verdade, ver apenas o que interessa, e ouvir apenas o que quer ouvir.

Qual é o maior em nós: o Orgulho ou a Humildade? Parece uma pergunta complexa, mas não é, na verdade é bem fácil de calcular: veja quantas palavras você fala e depois quantas palavras você ouve. Se você fala mais do que ouve está caminhando para o orgulho, se você ouve mais palavras do que fala está no caminho da humildade. Não concorda? Veja o que diz a Palavra de Deus a respeito destas questões, medite em cada uma delas até entender o que elas estão dizendo:

"O caminho do insensato é reto aos seus próprios olhos, mas o que dá ouvidos ao conselho é sábio." (Provérbios 12.15)

"Tens visto um homem precipitado no falar? Maior esperança há para um tolo do que para ele." (Provérbios 29.20)

"Até o tolo, quando se cala, é reputado por sábio; e o que cerra os seus lábios é tido por entendido." (Provérbios 17.28)

"O que guarda a sua boca e a sua língua guarda a sua alma das angústias." (Provérbios 21.23)

"O sábio ouvirá e crescerá em conhecimento, e o entendido adquirirá sábios conselhos;" (Provérbios 1.5)

"Porque o Senhor dá a sabedoria; da sua boca é que vem o conhecimento e o entendimento." (Provérbios 2.6)

"Os sábios entesouram a sabedoria; mas a boca do tolo o aproxima da ruína." (Provérbios 10.14)

"Quem dentre vós é sábio e entendido? Mostre pelo seu bom trato as suas obras em mansidão de sabedoria." (Tiago 3.13)

"Em vindo a soberba, virá também a afronta; mas com os humildes está a sabedoria." (Provérbios 11.2)

O sábio consegue ver o que os outros não conseguem, o humilde consegue escutar o que ninguém está disposto a ouvir, pois o sábio olha novamente, e o humilde escuta até o final.

Ouvir e Ver são atitudes cada dia mais raras no mundo em que vivemos, pois ao contrário de Escutar e Olhar exigem um pouco de atenção, de amor, e principalmente de humildade, ou seja, artigos de luxo na sociedade moderna. No entanto não podemos nos conformar com esta realidade no meio daqueles que confessam Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador, pois Ele é o Mestre do Amor, da Atenção e da Humildade, e nós somos seus discípulos, e queremos seguir seus passos nesta jornada da vida.

Exercitemos, pois, o Ouvir com Atenção, Olhar com Amor e em todo momento a humildade de reconhecer que não sabemos de tudo, e certamente Deus mesmo nos dará a conhecer o que precisamos saber.

José estava disposto a ouvir, e também a ver, e por conta disto foi um instrumento nas mãos de Deus para revelar os Desígnios dEle para a vida daqueles homens. Que nós possamos seguir o seu exemplo, e também nos tornarmos sábios e humildes, assim como foi José.

Perguntas para Reflexão:


1) Estou ouvindo, ou apenas escutando?

2) Estou vendo, ou só olhando?

3) Acredito que sei de tudo, e que ninguém pode me ensinar algo novo?

4) Sei que não sei de tudo? Estou disposto a ficar em silêncio para ouvir o que os outros tem a dizer?

Reflexão na Prática


Leia hoje o capítulo 40 de Gênesis, buscando ver o que não viu até hoje neste texto.

Seleção de Reflexões Evangélicas


Confira agora esta seleção de Reflexões Evangélicas!

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -
Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.
Saiba Mais: Política de Privacidade