O que foi que eu Disse - Gênesis 31


Palavras


As Palavras Não Voltam sem Cumprir seu Desígnio



"Com quem achares os teus deuses, esse não viva; reconhece diante de nossos irmãos o que é teu do que está comigo, e toma-o para ti. Pois Jacó não sabia que Raquel os tinha furtado."
(Gênesis 31.32)

Eu Falo Muito!


Depois que falamos não podemos "desfalar", podemos até nos desculpar, mas as palavras não voltam mais. Elas se vão e cumprem o propósito para o qual foram designadas. Se forem boas, serão bons resultados, se forem más, então teremos problemas. Foi o que ocorreu com Jacó, ele falou, mas não sabia que a pessoa que ele mais amava era o alvo secreto da palavra mortal que acabara de proferir. Ele disse a Labão: "Com quem achares os teus deuses, esse não viva;". Jacó não sabia, mas eles estavam com Raquel. E sobre Raquel ficaram estas palavras. E sobre elas se cumpriram pouco tempo depois: "Assim morreu Raquel, e foi sepultada no caminho de Efrata; que é Belém." (Gênesis 35.19)

Nós estamos acostumados a falar. Falar é fácil, prazeroso e necessário. Ficar um dia sem falar é como ficar um dia sem beber água, faz muita falta. Falamos e acreditamos que sabemos falar, mas afinal de contas o que falamos tanto? Falamos sobre as outras pessoas, sobre coisas, sobre idéias, sobre o que passou, o que virá e sobretudo falamos muito sobre nós mesmos. Falamos inclusive sobre tudo isto misturado de uma só vez e se possível em uma só frase. Mas a verdade é que normalmente - mesmo falando tanto - falamos mal.

Falar mal não é necessariamente falar palavras erradas, sem concordância, ou com o sentido distorcido. O "Falar mal" destacado aqui nesta reflexão é o ato de falar o que não é bom. Nós falamos palavras diariamente que podem fazer mal para nós e para os outros. Não acredita? Vejamos alguns exemplos:

As pessoas falam:

Eu não posso fazer isto.
Estou quebrado hoje.
Tenho dificuldade para aprender matemática.
Minhas pernas estão me matando.
Acho que não vou conseguir suportar mais.
Todo mundo sempre age assim comigo.
Hoje estou chateado.
Isto me deixa irritado.
Nunca vou conseguir.
Já estou perdendo as esperanças.
Dá vontade de pegar ele pelo pescoço.
Não consigo controlar minha ira.
Ele não aprende nada.
Eu vivo para pagar contas.
Você nunca faz o que é certo.
É sempre a mesma coisa.
Este menino é muito burro.
Todo mundo fica zombando de mim.
Ninguém me ama.
A vida inteira foi sempre a mesma coisa.

Isto para citar só as mais "doces" entre elas. E apenas algumas poucas delas.

O que elas tem em comum?


Todas elas nos levam a extremos, nos fazem perder a razão ou ainda agir como alguém que está descontrolado. Mas acima de tudo, elas nos fazem receber algo que é mentira como se fosse uma verdade. Fazer uma declaração forte em um momento de grande emoção é um erro terrível. Devemos evitar a todo custo, pois o custo de uma palavra pode ser uma vida.

Quando começar a falar depois de terminar de ler esta reflexão pense: estas palavras são boas, edificantes e sábias? Vale a pena falar isto? Quando estiver irritado (ou irritada) com alguém lembre-se que forte é quem consegue conter as próprias palavras. Quando não conseguir controlar suas palavras vá para um canto e fale com Deus. Ele entenderá seu desespero, e lhe dará paz. Mas não deixe que uma palavra se transforme em um motivo para lamentar.

Abrão se tornou Abraão, e com uma letra passou de um homem sem filhos para pai de uma multidão. Apenas uma letra e toda a história mudou. Se com uma Letra Toda a História pode mudar, Quanto mais ainda com uma Palavra Inteira? Falemos, pois com sabedoria, para que possamos ser cada dia mais sábios e aprender até mesmo a algumas vezes não falar nada, pois o silêncio é a força do sábio.

Que - no futuro - possamos nos lembrar de nossas palavras com a sensação de "foi bom ter falado assim"!

Perguntas para Reflexão:


1) Tenho prestado atenção ao que estou falando?

2) Eu falo bem, ou falo mal?

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Atitudes e Palavras - Gênesis 30


Atitudes e Palavras


Influenciar e ser Influenciado



"Então lhe disse Labão:
Se agora tenho achado graça em teus olhos, fica comigo.
Tenho experimentado que o Senhor me abençoou por amor de ti."
(Gênesis 30.27)

Suas Atitudes e Palavras


Não podemos negar um fato: Estamos todos conectados. Olhe bem, não estou falando da internet, e sim da conexão que há entre os seres humanos. Os seus atos e palavras alcançam outras pessoas, e estas por sua vez alcançam outras, e assim sucessivamente até que todos estejam interligados.

O que isto significa?

Que em maior ou menor grau você sempre está influenciando as outras pessoas. A sua vida pode ser o motivo de felicidade ou de tristeza para muitas outras pessoas. Você pode edificar vidas, ou destruir vidas. E este poder está escondido na sua atitude, nas suas palavras e nas suas decisões.

Imagine o seguinte: você está rodeado por pessoas que possuem um bom coração e continuamente buscam fazer o bem para as outras pessoas. Queira você ou não será impactado pelo exemplo destas pessoas. Diante disto só haverá dois caminhos: Ou você se tornará mais parecido com eles, ou ficará cada dia mais diferente deles. Não tem como manter contato, e não ser gradualmente transformado.

O que as pessoas do seu convívio fazem é o que você terá mais chance de fazer. Não há como negar. Você pode até não agir da mesma maneira que eles, mas será uma exceção a regra. E se isto for verdade, eles estarão sendo transformados por sua maneira de agir. Todos queremos fugir desta realidade, afinal de contas ninguém quer admitir que pode ter que mudar algo, todos querem parecer que estão prontos e não precisam de nenhum "retoque". (Eu - pessoalmente - me acostumei a atender o telefone com a seguinte expressão: "Pronto!", mas estou realmente pronto? Acredito que estamos todos em "fase de construção")

Na verdade, nossas atitudes e palavras não são verdadeiramente nossas, mas sim um aglomerado de pensamentos e atos que aprendemos a imitar observando os outros. E hoje repetimos aquilo que admiramos e evitamos o que desprezamos. Porém mesmo que tenhamos observado milhares de vezes alguém agir de determinada maneira sempre teremos a oportunidade de agir de maneira diferente.

Nós sempre temos opções, o que ocorre, na maioria das vezes, é não enxergarmos nossas opções.

Uma consequência interessante da verdade mencionada nesta reflexão é que quando alguém está Andando com Deus acabará por ser influenciado por Ele. Passará a ter atitudes e palavras mais parecidas com as atitudes e palavras de Deus. Uma das características que rapidamente reconheceremos como "de Deus" é a capacidade de abençoar outras pessoas. Deus derrama suas bençãos sobre todos, bons e maus, ricos e pobres, homens e mulheres, grandes e pequenos. Deus é um abençoador por excelência! Então quem anda com Deus acaba por se tornar também uma pessoa que abençoa os outros. Foi exatamente isto que aconteceu com Jacó, ele se tornou uma benção para seu tio Labão, que acabou por reconhecer isto quando notou como havia prosperado durante o tempo que Jacó havia estado ao seu lado.

Quando queremos ficar mais parecidos com alguém precisamos andar com esta pessoa. Se há alguém que vale a pena seguir é o nosso Deus, que é perfeito e modelo em tudo que precisamos aprender e melhorar. Sejamos, pois, imitadores de Deus, seguindo seus passos para que possamos ser também fonte de bençãos para todos que nos rodeiam, e de alguma forma - tendo algo de bom a oferecer - oferecer as outras pessoas um bom exemplo a seguir, e ainda mais: influenciar as outras pessoas de uma maneira positiva.

Perguntas para Reflexão:


1) Eu sou uma boa influência?

2) Sou fonte de bençãos para outras pessoas?

3) Estou parando para pensar nestas perguntas ou só passando os olhos por elas?

4) Vamos ler juntos hoje o capítulo 30 do livro de Gênesis que inspirou esta reflexão para entender melhor esta mensagem?

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Sete Anos - Gênesis 29

Sete Anos

Sete Anos


“E Jacó amava a Raquel e disse: Sete anos te servirei por Raquel, tua filha menor.”
(Gênesis 29.18)

Sete Anos


Quando finalmente Jacó encontra Labão, seu parente, descobre que ele tem duas filhas, e logo se apaixonou por Raquel. Tão forte foi o seu amor que se propôs a trabalhar por sete anos pelo direito de se casar com ela.

Labão aceitou a proposta, porém ao se cumprir o prazo estabelecido enganou Jacó e lhe deu por esposa Léia, sua outra filha.

Jacó havia enganado seu pai e seu irmão e agora estava colhendo os frutos de sua atitude de enganador.

O enganador por fim é enganado.

Depois que o fato ocorreu Labão contornou a situação dizendo que se ele o servisse por mais sete anos daria a ele agora sua filha Raquel como sua esposa também. E ele aceitou a proposta de Labão.

Entre as diversas reflexões que podemos fazer olhando para este texto cabe aqui salientar algumas que se destacam:

Jacó havia se encontrado com Deus, porém sua natureza ainda estava sendo tratada, Deus lhe prometeu a benção, mas o que ele não sabia era que a maior benção de todas seria ter seu caráter transformado durante aquele tempo em que ele estaria buscando as bênçãos de Deus. O que ele não sabia era que nesta busca iria por fim entender que a maior benção é encontrar o Doador de todas as bênçãos.

Nesta caminhada ele teve que reconhecer que o que semeamos por fim colheremos. Se engano for semeado, engano será colhido. Se for qualquer outra coisa, esta mesma coisa será colhida. É justo, natural e certo que isto aconteça. Jacó passou por isto, por fim acabou dizendo a Labão: “Por que me fizeste isso? Não te tenho servido por Raquel? Por que, pois, me enganaste?” A resposta é: Jacó estava colhendo o que havia plantado.

Um homem com um propósito não se rende as circunstâncias. Jacó tinha um propósito, tinha um objetivo. Também tinha contratempos e impedimentos, teve inclusive uma grande (e não muito boa, aos seus olhos) surpresa. Foi enganado e forçado a mais sete anos de trabalho, porém o seu propósito estava firme, o seu objetivo não o permitia voltar atrás ou se render.

O Amor possui a força que o forte desconhece. Por amor Jacó trabalhou não apenas durante sete anos, mas os outros sete anos também foram trabalhados por ela. Aos olhos de Jacó foram como poucos dias, pois a amava muito. O amor tem este poder, o poder de tornar fácil o que seria difícil, de tornar possível o que parecia impossível. O amor é capaz de quebrar barreiras e vencer obstáculos como se eles nem mesmo existissem.

Quando semearmos teremos sempre a oportunidade de semear a boa semente, Jacó passou vários anos de sua vida semeando uma nova semente, antes era semeador de engano, agora – enquanto colhia o que havia plantado – semeava uma nova semente, de amor e trabalho. Sua colheita futura estava brotando e era abundante nas recompensas previstas para um coração persistente e bondoso.

Cada ação, decisão, pensamento, palavra, atitude ou olhar que você produz hoje é uma semente, e os frutos desta semente serão colhidos a partir de agora - no devido tempo - no seu futuro.

A trilha que conduz a benção de uma colheita abundante das bênçãos de Deus certamente passa por semear com amor e propósitos bem definidos. Façamos, pois, a partir de hoje o que convém para alguém que busca não somente a benção de Deus, mas a presença do Deus da Benção, durante todo o tempo que for necessário.

Perguntas que geram Reflexão


1) Já entendi que o propósito da benção é me ajudar a me aproximar de Deus?

2) Meus propósitos estão bem definidos?

3) Estou sendo guiado pelo amor?

4) Minha semente me agrada? O que eu fiz hoje me agrada? Irá me gerar uma boa colheita?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 29 de Gênesis.

2) Comece a ver cada ação, decisão, pensamento, palavra, atitude, olhar como uma semente que se multiplicará no seu futuro.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Agora Sei o Que Não Sabia - Gênesis 28

O Senhor está neste lugar

O que eu não sabia


“Acordado, pois, Jacó do seu sono, disse: Na verdade o Senhor está neste lugar, e eu não o sabia.”
(Gênesis 28.16)

O Senhor está neste lugar


Jacó acabara de sair da casa de seu pai, e agora rumava ao desconhecido a toda velocidade. Ia para uma terra que não conhecia, em busca de uma família que não sabia quem ele era. Sua missão era casar com uma das filhas de Labão. Podemos pensar que haveriam razões suficientes para que ele sentisse medo. É neste momento que Deus fala com Jacó, e lhe diz que haveria de estar com ele e que não o abandonaria.

Ao acordar Jacó diz: “Na verdade o Senhor está neste lugar, e eu não o sabia.”

Ele teve um sonho e neste sonho Deus falou com ele, se revelou como o Deus de Abraão, e o Deus de Isaque, e permitiu que os olhos espirituais de Jacó fossem abertos e que ele enxergasse que ali havia uma escada cujo topo tocava nos céus, e que anjos de Deus subiam e desciam por ela.

É muito comum passarmos por situações em que não vemos nada do mundo espiritual. Depois com mais discernimento passamos a entender que Deus estava presente naquele tempo e lugar. A maior parte do tempo nos sentimos sozinhos por não enxergar quem está ao nosso lado. A solidão do homem é fruto de sua incapacidade de ver Deus ao seu lado.
Quando acordarmos do sono iremos exclamar: “Na verdade o Senhor está neste lugar, e eu não o sabia.”

Mas, pensando bem, por que vamos esperar mais, porque não podemos ver isto agora, pelos olhos da fé? A verdade é que podemos sim, podemos ver que Deus está neste lugar, ao nosso lado, o tempo todo, precisamos apenas confiar em suas Palavras que nos confirmam esta verdade.

Realmente nós não sabíamos, mas agora sabemos: o Senhor está neste lugar!

Se é assim, então qual deve ser minha nova maneira de viver tendo em vista que meu entendimento é este agora?

Um novo conhecimento gera novos pensamentos.
Novos pensamentos nos levam a novas atitudes, então tomaremos decisões diferentes das que vínhamos tomando até agora.
Decisões diferentes significam propósitos diferentes, ou seja, novos objetivos.
Novos objetivos implicam também em um novo futuro.

Este conhecimento de que “o Senhor está neste lugar” gera em nós um novo futuro. Melhor? Muito Melhor!

Perguntas que geram Reflexão


1) Sinto solidão? Isto é porque não tenho sido capaz de ver que Deus está meu lado?

2) Estou consciente que o conhecimento me transforma?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 28 de Gênesis.

2) Se acostume a ver quem você se torna quando aprende algo novo.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

O Que Os Pais Dizem - Gênesis 27

O Que Os Pais Dizem

O Que Os Pais Dizem


“Sirvam-te povos, e nações se encurvem a ti; sê senhor de teus irmãos, e os filhos da tua mãe se encurvem a ti; malditos sejam os que te amaldiçoarem, e benditos sejam os que te abençoarem.”
(Gênesis 27.29)

O Que Os Pais Dizem


Um leitor atento das sagradas escrituras notará facilmente que a benção de Isaque sobre a vida de Jacó se cumpriu integralmente, bem como sobre a nação que se originou por meio da descendência dele.

É comum a muitos filhos desprezar as palavras de seus pais, não valorizar a benção que vem através das palavras liberadas por eles. Mais comum ainda são os pais desconhecerem o poder que possuem de abençoar (ou amaldiçoar) seus filhos através de suas palavras. Na verdade, muito do que ocorre na vida dos filhos é decorrente de palavras lançadas por seus pais.

Se soubermos valorizar as palavras de nossos pais, e os pais souberem falar palavras de bênçãos para seus filhos, teremos famílias mais saudáveis, formadas por pessoas muito mais abençoadas.

Jacó, com todas as suas falhas, não falhou em valorizar o que poderia receber de mais valioso de seus pais: a benção. Valorizar a benção é o primeiro passo para ter acesso a ela, só podemos de fato alcançar algo se antes o valorizarmos, reconhecermos o seu valor.

Esaú – ao contrário – desprezou a benção, e por mais de uma vez demonstrou isto. O desprezo é o segredo para perder. Quando desprezamos algo estamos fazendo um convite para que isto saia de nossa vida.

Hoje ainda podemos desprezar ou valorizar a benção, tanto de nossos pais terrestres, como de nosso Pai Celeste. A decisão está em nossas mãos. E a única forma de provar que valorizamos é pagando o preço que for necessário para tomar posse dela. O melhor de tudo é que no nosso caso podemos ter acesso a benção de Deus mesmo não sendo o filho mais velho, pois Jesus, o primogênito de Deus, se tornou a maior de todas as bênçãos para seus irmãos.

Ele nos fez coparticipantes das bênçãos celestiais através de sua vida.

Façamos hoje, portanto, um propósito de valorizar o que, de fato, nos é licito buscar: a benção de Deus que se derrama em nossas vidas através de Jesus Cristo: A benção da reconciliação, por meio da qual temos novamente acesso ao Pai Eterno, e que nos permite desfrutar da Paz de Deus que excede todo entendimento.

Perguntas que geram Reflexão


1) Falo o que é bom para meus filhos? Minhas palavras são abençoadoras?

2) Valorizo ou desprezo a benção de meus pais?

3) Valorizo ou desprezo a benção de meu Pai Celestial?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 27 de Gênesis.

2) Busque valorizar mais as Bênçãos de Deus que já estão presentes na sua vida.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Cem Vezes Mais - Gênesis 26

Reflexões Bíblicas

Cem Vezes Mais


"E semeou Isaque naquela mesma terra, e colheu naquele mesmo ano cem medidas, porque o Senhor o abençoava."
(Gênesis 26.12)

A Benção de Deus


O capítulo 26 do livro de Gênesis começa com as seguintes palavras: "E havia fome na terra,". E é em meio a este cenário de privação que vamos observar Isaque saindo de onde estava para ir habitar em Gerar, junto de Abimeleque. Ali Deus o abençoa muitíssimo, pois "semeou Isaque naquela mesma terra, e colheu naquele mesmo ano cem medidas".

Observe que esta não é uma colheita qualquer, é um colheita extraordinária: 100 vezes mais. Não se trata de um retorno de 100%, pois 100% de retorno nada mais é do que um retorno de 1 vez o que foi investido. 100 Vezes é igual a um retorno de 10.000%.
É ou não é extraordinário?

O que fez com que Isaque alcançasse um resultado tão excelente? A Benção de Deus.

Por vezes chegamos a desprezar a benção de Deus. De que maneira? Quando nos dispomos para trabalhar, mas nos indispomos para buscar a Deus. Tiramos tempo para estudar com o objetivo de ganhar mais, mas não tiramos tempo para meditar na Palavra de Deus. Falamos com os amigos por uma tarde inteira, mas com Deus não falamos mais do que cinco minutos. Se pensarmos bem veremos que isto é ilógico, pois se cremos que Ele é o Deus que tem poder para abençoar o homem, então estamos agindo da maneira errada.

Não estou falando para servirmos a Deus porque Ele nos abençoa, é justamente o contrário: Se é Ele que nos Abençoa, podemos então servir a Ele com mais confiança nos dedicando mais a conhecer quem Ele É.

O homem pode enriquecer estando afastado de Deus, é verdade, mas temos que ter consciência que terá no final da caminhada colecionado vários problemas. Mas a Palavra de Deus afirma que "A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores." (Provérbios 10.22)

Em Mateus 19.29 Jesus diz "E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna."

A verdade é que podemos viver de Duas maneiras: Correndo atrás da benção, ou seguindo Jesus. Não podemos fazer as duas coisas ao mesmo tempo. O interessante é que se decidirmos seguir Jesus então as bençãos seguirão atrás de nós.

Perguntas que geram Reflexão


1) Estou correndo atrás das benção ou seguindo a Jesus Cristo?

2) Meu tempo dedicado a Deus diz que eu estou seguindo a Jesus ou as bençãos?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 26 de Gênesis.

2) Se esforce por selecionar melhor o que ocupa o seu tempo, e dedique mais tempo de qualidade para buscar a Deus a partir de hoje.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Amigo Fiel - Gênesis 25

Amigo Fiel

Amigo Fiel


"E Isaque orou insistentemente ao Senhor por sua mulher, porquanto era estéril; e o Senhor ouviu as suas orações, e Rebeca sua mulher concebeu." (Gênesis 25.21)

Desenvolvendo uma Amizade


Isaque conhecia o Deus de Abraão, seu pai. E ao entender que não podiam ter filhos passou a falar "insistentemente" ao Senhor para que Ele retirasse este impedimento. Isaque conhecia as promessas de Deus, sabia que elas afirmavam que ele teria descendência. Diante disto imaginamos que ele poderia ficar "descansando", e aguardando sem nada fazer, mas o que Isaque fez? Isaque orou.

Uma lição que precisamos aprender é que quando algo não está bem, quando as circunstâncias estão contra as promessas, o que precisamos fazer é antes de tudo orar com insistência. Ter promessas não nos dá o direito de ficar inertes, parados, só aguardando, sem nada fazer. Ter promessas nos dá o direito de pedir pelo cumprimento delas. Esta é a melhor atitude nestes momentos.

Orar - nos bem sabemos - é falar com Deus. Isaque não passou vinte anos se lamentando diante de Deus perguntando: Porque?
Isaque - ao contrário - passou vinte anos falando com Deus, cultivando um relacionamento de amizade com Deus. Isaque não tinha o objetivo de "incomodar" Deus, mas sim de falar com Deus constantemente sobre o que estava em seu coração.

Notório é o fato que ele não orou insistentemente por uma semana, nem por um mês ou mesmo por um ou dois anos, ele orou insistentemente por vinte anos! Quando ele começou a orar tinha 40 anos, quando sara concebeu ele tinha 60 anos, confira no capítulo 25 do livro de Gênesis. O que nos vemos aqui é que os que alcançam as promessas são aqueles que não desistem, que insistem, que perseveram até o fim. Este é o sentimento que se tivermos em nosso ser nos levará a receber as maiores, melhores e mais valiosas bençãos de Deus. Fiquemos, pois, firmes. Retenhamos firmes a nossa fé. Firmados na fé seremos não apenas homens e mulheres abençoados por Deus, mas também - o que é mais importante: Amigos de Deus.

Perguntas que geram Reflexão


1) Minha oração é para obrigar Deus a me atender, ou para desenvolver minha amizade com Ele?

2) Deus é meu amigo. E eu, tenho sido amigo de Deus?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 25 de Gênesis.

2) Comece a orar insistentemente a respeito das promessas que Deus tem feito. Não ore como se questionasse (Porque?), ore confiando que Deus é um Amigo Fiel, e também um Pai Amoroso, e Ele ouvirá a sua oração.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Os Planos de Deus Não Podem Ser Frustrados - Gênesis 24

Os Planos de Deus Não Podem Ser Frustrados

Os Planos de Deus


"E sucedeu que, antes que ele acabasse de falar, eis que Rebeca, que havia nascido a Betuel, filho de Milca, mulher de Naor, irmão de Abraão, saía com o seu cântaro sobre o seu ombro." (Gênesis 24.15)

Os Planos de Deus Não Podem Ser Frustrados


Abraão - após a morte de Sara - olha para o seu amado filho e nota que ele já não é mais um menino, ele havia crescido e já era um homem. E abraão sabia que, assim como ele, Isaque iria precisar da presença de uma mulher sábia para lhe acompanhar na Jornada da Vida. Também sabia das promessas de Deus que recaiam sobre a vida de seu filho, de que ele seria pai de uma grandíssima descendência. Foi neste tempo que ele enviou seu servo para ir a sua terra buscar uma mulher para Isaque, pois sabia que não deveria buscar esposa para ele das filhas dos cananeus, pois este era um povo idólatra e que não tinha temor de Deus.

Eliézer, o Servo de Abraão vai até a Mesopotâmia e lá fala com Deus em seu coração pedindo auxilio para saber quem haveria de escolher. No momento que Eliézer abre os olhos eis que vem Rebeca e tudo quanto havia pedido a Deus como confirmação acontece no mesmo instante. O que ele pensou ser um plano seu na verdade era um Plano de Deus.

Deus nos criou a sua imagem e semelhança, e por vezes nos esquecemos que algumas coisas que fazemos são na verdade características que herdamos de Deus. Fazer Planos é uma delas. Deus planejou o encontro do servo de Abraão com Rebeca nos mínimos detalhes. Desde o momento do pedido de Abraão até o tempo de sua viagem, tudo estava bem preparado por Deus. A estratégia de Deus é perfeita, e se revela maravilhosamente durante todo este capítulo 24 no livro de Gênesis. Não houve "se", ou "talvez" que impedisse o agir de Deus. Na verdade quando Deus quer agir, não há quem possa impedir. Não há quem possa vencer Aquele que tem Todo Poder, não é a toa que seu sobrenome é Todo Poderoso, pois é apenas uma de suas inigualáveis qualidades.

Três pedras no caminho do homem


Na caminhada da vida tropeçamos muitas vezes em três problemas:

Esquecer que Deus é Onipresente


O primeiro problema é que no nosso dia a dia nos esquecemos que estamos caminhando debaixo da Graça e da Misericórdia do Todo Poderoso Deus Criador do Universo, e nos deixamos levar por pensamentos que não fazem jus a um Servo de Deus. Deus é Onipresente, ou seja, Ele está em todo lugar - ao mesmo tempo - e não importa em que ponto do universo estejamos, Ele sempre estará ao nosso lado, se nós estivermos firmes em Sua Verdade.

Esquecer que Deus é Onipotente


O segundo problema é que - quando estamos sofrendo com as angústias que o mundo reserva aos que aqui estão - ficamos cegos para ver que de braços abertos Jesus Cristo foi Crucificado para provar que o Amor de Deus não é apenas de palavras, mas de fato e de verdade. Deus é Onipotente, Ele tem todo o poder para fazer o impossível através da Sua Palavra, e nada, nem ninguém, pode impedir que a Palavra de Deus faça o que lhe foi designado. Nem mesmo a morte pode impedir o seu agir, pois o Verbo de Deus - Jesus Cristo - morreu, porém - certo é que - ao terceiro dia Ele ressuscitou.

Esquecer que Deus é Onisciente


O terceiro problema é que não conseguimos compreender a Mente de Deus, e mesmo que tenhamos a Mente de Cristo ainda possuímos muitas limitações por falta de fé, esperança e amor. E quando não compreendemos ficamos em um ponto em que precisamos escolher continuar a caminhada pela fé, ou deixar que o vento da dúvida nos faça retroceder. Deus é Onisciente, Ele sabe de tudo, nós sabemos em parte, e no restante, na parte que não sabemos, o que devemos fazer? Confiamos no Deus que tudo sabe.

O que não podemos nos esquecer, independente do problema que se apresente é que nem mesmo nossa falta de fé afeta o alcance do Poder de Deus. Nem mesmo nossas falhas e limitações poderão "estragar" os Planos de Deus, pois Ele é um Deus extremamente honrado que vela por sua Palavra e se necessário for fará o tempo parar ou mesmo o impossível acontecer para cumprir com seus propósitos em nossas vidas.

Lembre-se:
Os Planos de Deus, além de serem os melhores (melhores que os nossos, inclusive!), nunca poderão ser frustrados, pois Ele está em todo lugar, tem todo poder e sabe de todas as coisas. Quem poderá impedir o Seu agir? Ninguém!

O que fica claro aqui é Deus não obriga ninguém a fazer parte do seu Reino, todos podem escolher. Rebeca fora escolhida por Deus, e teve que decidir se aceitava. E ela fez a escolha certa: "E chamaram a Rebeca, e disseram-lhe: Irás tu com este homem? Ela respondeu: Irei." (Gênesis 24.58) Deus não irá retirar de nenhum ser humano o seu livre arbítrio, sempre poderemos decidir entre seguir a Cristo ou nos sujeitarmos ao domínio do mal. É uma questão de escolha, escolher fazer parte dos planos de Deus.

Deus tinha um propósito maior a cumprir através da vida de Abraão e Sara, Isaque e Rebeca, Ele desejava separar para si um povo zeloso, de boas obras, especial, um povo segundo o seu coração, e havia escolhido a Rebeca para fazer parte deste plano. Ele também tem te escolhido para um plano maravilhoso. Faça como ela fez, aceite o convite do Senhor com confiança, e Ele mesmo se responsabilizará por fazer tudo seguir da melhor maneira.

Perguntas que geram Reflexão


1) O que significa dizer que Deus é Onisciente?

2) O que significa dizer que Deus é Onipresente?

3) O que significa dizer que Deus é Onipotente?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 24 de Gênesis.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Estrangeiro & Peregrino - Gênesis 23

Estrangeiro e Peregrino

Estrangeiro e Peregrino


"Estrangeiro e peregrino sou entre vós; (...)" (Gênesis 23.4)

Estrangeiro e Peregrino


A vida de Sara chegou ao fim. A mulher que estivera ao lado de Abraão por décadas agora não estava mais lá. Grande foi a dor do amigo de Deus, por ela ele lamentou e chorou. E depois de haver chorado se levantou e disse aos homens daquele lugar que permitissem que ele tivesse ali no meio deles um espaço para uma sepultura, pois ele era estrangeiro e peregrino entre eles.

Interessante notar que Abraão fez esta declaração logo após a morte de Sara. Um momento em que certamente estava refletindo sobre a brevidade da vida do ser humano na terra. A verdade é que todos nós somos peregrinos e estrangeiros, todos nós que escolhemos a graça de Deus que está em Cristo Jesus. A vida na terra é curta: cento e poucos anos vivem os mais vigorosos e depois se vão para nunca mais voltar.

Abraão, na verdade, tinha conhecimento que a sua terra não era ali, a sua pátria não era aquela, ele era estrangeiro, e aguardava algo maior, ele acreditava que a morte não seria o fim, mas o começo de um tempo eterno ao lado de Deus na Pátria Celestial.

Se a nossa esperança estiver apenas nesta terra, é certo que seremos os mais miseráveis dos homens. Quando reconhecemos a verdade que diz que nós somos estrangeiros e peregrinos nesta terra somos então finalmente libertos do medo da morte, pois estamos tomando consciência que Deus está no controle de tudo e Ele não Deus dos mortos, mas Deus dos vivos, pois para Ele todos vivem.

Vivamos, pois, nesta vida, como estrangeiros e peregrinos, que aguardam o momento que seguindo o chamado de seu Rei irão para uma Pátria Superior, Celestial, Perfeita e Eterna. A Casa de Deus.

"Na casa de meu Pai há muitas moradas; (...)"

(João 14:2)

Perguntas que geram Reflexão


1) Tenho me considerado como estrangeiro nesta terra?

2) Tenho me considerado como peregrino nesta terra?

3) O que é mais importante para mim nesta terra?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 23 de Gênesis.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

O Segredo da Vitória - Gênesis 22

O Segredo da Vitória

O Segredo da Vitória


"E disse: Toma agora o teu filho, o teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá, e oferece-o ali em holocausto sobre uma das montanhas, que eu te direi." (Gênesis 22.2-3)

O Segredo da Vitória


Deus provou a Abraão (Gênesis 22.1) no que ele mais amava: O seu único filho.
Deus lhe pediu para que ele lhe entregasse o seu único filho. Abraão não titubeou, ao contrário, caminhou com fé, crendo que Deus tinha poder para mesmo depois que seu filho estivesse morto, o ressuscitar. Abraão creu em Deus. Ele poderia ter argumentado, buscado uma outra solução, explicado para Deus que amava seu filho. Mas Abraão decidiu Crer sem Duvidar. Pode parecer redundante, ou mesmo ilógico falar assim (Crer sem Duvidar), mas a enfase é importante, pois vivemos em um mundo acostumado a crer e duvidar ao mesmo tempo. Os homens de todas as eras tem crido, mas depois duvidado, inconstantes como a onda do mar.

Em muitos momentos de nossas vidas somos desafiados a acreditar em Deus de verdade, ou seja, acreditar em Deus independente da opinião das pessoas, acreditar em Deus independente das circunstâncias, acreditar em Deus mesmo que não faça sentido (para nós). Este é o momento chave de nossa vida. É o momento em que podemos seguir o caminho fácil - da derrota - ou o caminho certo - da obediência.

É neste momento que precisamos nos lembrar de tudo que já aprendemos na caminhada com Deus até agora. Lembrar que Ele é bom. Que Ele sempre está conosco. Que até aqui Ele nos ajudou. Que a misericórdia dEle é que nos sustenta. Que Ele nos ama. Que Ele nos escolheu. Que Ele nos perdoou. Que Ele nos levará para vivermos eternamente com Ele, em Breve. Que este mundo passa, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

Se fizermos isto - nos lembrarmos da Verdade de Deus - permaneceremos firmes e não nos abalaremos com o vento da dúvida, nem com as tempestades das mentiras de Satanás, nem com o tornado da incredulidade.

Abraão fez isto. Ele acreditou em Deus. Abraão conhecia o segredo da vitória.

Só há um meio de ter vitória em toda e qualquer provação:

Acredite em Deus! Acredite em Deus! Acredite em Deus!

Perguntas que geram Reflexão


1) Você conhece o segredo da vitória? Tem colocado em prática?

2) Quem você tem ouvido? A Verdade de Deus ou as mentiras de Satanás?

3) O que tem impedido a sua vitória?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 22 de Gênesis.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Reflexão Evangélica: Sara e a Promessa de Deus - Gênesis 21

A Oração de Quem Não Tem

Como tinha prometido


"E o SENHOR visitou a Sara, como tinha dito;
e fez o SENHOR a Sara como tinha prometido." (Gênesis 21.1)

Sara e a Promessa de Deus


Aguardar o cumprimento da promessa não é fácil, mas quando o momento chega só há uma coisa a ser feita: se alegrar. Sara aguardou durante muitos anos a sua benção e ela chegou com um nome que não poderia - de maneira alguma - ser diferente: Isaque. Isaque significa riso e Sara testificou que todo aquele que ouvisse o nome do menino iria rir com ela, pois o milagre de Deus era visível em sua vida.

Sabemos que há um tempo para todo propósito debaixo do céu, um tempo para plantar, outro para colher, um tempo para chorar e outro para sorrir (Eclesiastes 3.4). Se os dias são maus, e o sorriso não tem sido seu amigo, não se desespere, mas espere com paciência no Senhor, (Salmos 40.1) e Ele lhe dará escape, vitória, consolo e refúgio. E por falar em refúgio não deixe de buscar a Presença dEle neste momento, pois aquele que descansar em Deus estará seguro, e na sombra do Onipotente não se deixará abalar (Salmos 91.1). Deus é a Rocha inabalável que te sustentará até que o tempo determinado se cumpra, (2 Samuel 22.47) até lá fique na Paz de Deus que excede todo entendimento e só pode se alcançada quando não nos inquietamos por coisa alguma, antes colocamos diante de Deus todas as nossas petições, pela oração e súplica, com gratidão no coração. (Filipenses 4.6)

E então as promessas de Deus se cumprirão, como Ele tinha dito, como tinha prometido. No tempo certo.

Perguntas que geram Reflexão


1) Estou me preparando para receber a benção de Deus?

2) Estou esperando com paciência ou desesperando com a impaciência?

3) Tenho consciência de que há tempo para todo propósito? Ou seja, o tempo difícil poderá ter um fim a qualquer momento?

4) Se a minha Rocha é Cristo, tenho agido de acordo com esta verdade, ou ando com medo de afundar a qualquer momento?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 21 de Gênesis.

2) Quando a ansiedade bater forte fale com Deus, e coloque diante dEle o que está te preocupando.

Confira a Reflexão Evangélica Anterior: A Oração de Quem Não Tem inspirada no capítulo 20 do livro de Gênesis.

Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

A Oração de Quem Não Tem - Gênesis 20

A Oração de Abraão

A Oração de Abraão


"E orou Abraão a Deus, e sarou Deus a Abimeleque, e à sua mulher,
e às suas servas, de maneira que tiveram filhos;"
(Gênesis 20.17)

A Oração de Quem Não Tem


Em Tiago 5.16 lemos que "A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos.". Ao meditar sobre a oração de Abraão com mais atenção precisamos nos lembrar de alguns fatos interessantes:

1° Abraão estava orando por alguém que acabará de lhe causar grande tristeza: Abimeleque.

2° Abraão orou ao Senhor pedindo que Deus novamente permitisse que as mulheres da casa de Abimeleque tivesse filhos, "Porque o Senhor havia fechado totalmente todas as madres da casa de Abimeleque," conforme Gênesis 20.18.

3° Abraão e Sara ainda não tinham filho.

Abraão estava orando crendo que Deus faria o que estava pedindo, pois era justo pensar assim, tendo em vista que Deus já havia se manifestado em muitas ocasiões dando livramentos, bençãos e respostas a Abraão. Nada mais justo da parte de Abraão do que retribuir a confiança de Deus confiando nEle.

Das três considerações acima a que mais me chama a atenção é certamente a terceira, pois Deus fez com que Abraão se tornasse o canal de uma benção para outra pessoa que ele mesmo desejava para si. Não é incomum este acontecimento, muitas vezes somos convocados a entregar para outras pessoas algo que ainda não temos. Alguém poderá dizer ao ouvir isto: "É impossível!" Pois eu lhe afirmo que ocorre mais vezes do que imaginamos, vejamos alguns exemplos:

- Nós somos convocados a levar a Vida Eterna aos outros, porém a nossa Vida Eterna ainda não recebemos do nosso Senhor.

- Paulo pregava e levava libertação as pessoas estando boa parte do tempo encarcerado.

- Jonas pregou aos Ninivitas as Palavras da Revelação da Misericórdia de Deus e ele mesmo não havia ainda recebido o Entendimento sobre a Misericórdia de Deus.

- José interpretou os sonhos dos outros prisioneiros e a libertação de um deles, estando ele também preso, estando ele também aguardando a realização de seus sonhos.

Algumas vezes seremos chamados nesta terra para ser Canal de Benção, normalmente este é o momento que antecede a nossa própria vitória. Quando Deus nos permite ser abençoadores, estamos a um passo de sermos abençoados. Precisamos estar alertas, pois pode acontecer a qualquer momento. O importante é estarmos com o coração puro, purificado para toda boa obra.

"Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam,
fazei-lho também vós, porque esta é a lei e os profetas." (Mateus 7.12)

A verdade é que este é um momento de prova, imagine como deve ter sido esta oração para Abraão, orar para que aquelas pessoas viessem a ter filhos, sabendo de tudo que ele mesmo havia passado por conta deste mesmo impedimento. Orar por outras pessoas pedindo a Deus que lhes dê o que tanto necessitamos é um ato de fé, de esperança e de amor. É uma genuína demonstração de amor, e se olharmos para as Sagradas Escrituras vamos entender que este acontecimento é realmente mais comum do que imaginamos.

Lembre-se: Quando Deus quer nos Abençoar Ele sempre nos colocará diante de alguém que necessita ser abençoado.
A nossa atitude nestes momentos falará mais alto que a nossa própria oração.

"Porque assim lhe amontoarás brasas sobre a cabeça;
e o Senhor to retribuirá." (Provérbios 25.22)

O título desta reflexão é "A Oração de Quem Não Tem", mas precisamos aqui fazer uma pequena correção e incluir uma simples palavra que faz toda a diferença: "A Oração de Quem Não Tem, Ainda!". Creia: É certo que Deus lhe fará acontecer o que você tem feito acontecer as outras pessoas, pois isto é justo. Creia, pois isto é justo!

Perguntas que geram Reflexão


1) Tenho pedido a Deus para abençoar? Mesmo aqueles que me fazem chorar?

2) Sou um canal de bençãos? Ou não deixo que a Benção de Deus alcance aos outros?

3) Tenho abençoado as pessoas que Deus coloca em meu caminho?

Reflexão que gera Atitude


1) Medite hoje no capítulo 20 de Gênesis.

2) Pense nas pessoas também não tem o que você está pedindo a Deus e comece hoje a orar por elas.

Gilliard Lima
- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Nâo Olhe para Trás - Gênesis 19

Lembrai-os da mulher de Ló
Lembrai-os da mulher de Ló


E a mulher de Ló olhou para trás


"E a mulher de Ló olhou para trás e ficou convertida numa estátua de sal."
(Gênesis 1926)

Lembrai-os da mulher de Ló


Em Lucas 17.32 Jesus nos alerta: "Lembrai-vos da mulher de Ló.", então aqui vamos nós, vamos nos lembrar dela para entender porque Jesus disse isto.

Quando os pecados de Sodoma e Gomorra chegaram ao limite Deus enviou seus anjos para que a cidade fosse exterminada, pois Deus não mais podia suportar a impiedade daquele povo. Tudo nesta terra tem limite, o orgulho, o adultério, a prostituição, a mentira, o engano e o ódio estão com os dias contados. Deus está sempre disposto a colocar um ponto final na ditadura do pecado, porém tudo tem o seu tempo, e o tempo de Sodoma e Gomorra tinha chegado.

Neste lugar, no entanto, havia um homem, Ló, que se destacava. Ele não era perfeito, mas buscava caminhar de maneira integra, e o mais importante: ele tinha alguém que estava falando com Deus sobre ele - Abraão, o amigo de Deus. Isto foi mais do que suficiente para Deus dar a ele livramento deste grande mal que sobreveio aquelas cidades.

Ló tinha família, esposa e duas filhas. Seus genros zombaram de Deus e disseram que isto nunca iria acontecer quando Ló pediu para que eles saíssem daquela cidade. Ele mesmo não sairia da cidade tão cedo se os mensageiros enviados por Deus não o tivessem retirado de lá puxados pelas mãos. Saíram da cidade, mas este era só o começo.

Quando nós estamos em um lugar aprendemos os seus costumes, compramos suas ideias, somos envolvidos por ela. Uma luta constante acontecia com Ló para não se tornar como os moradores daquele lugar. Mas só temos duas alternativas em todo relacionamento: ou iremos influenciar ou seremos influenciado. Infelizmente a família de Ló não conseguiu influenciar aquele povo, e foi por fim influenciada por ele.

Saíram da cidade, mas a cidade não havia saído deles, estava no coração deles. Prova disto é a mulher de Ló. A cidade representava a vida que eles haviam levado ali. Eles estavam recebendo uma oportunidade de recomeçar. A ordem de Deus para eles era: "(...) não olhes para trás de ti,(...)" (Gênesis 19:17).

Olhar para trás pode parecer tentador, o que deixamos, o que ficou, o que eu tinha, tudo isto pode ser um convite para olhar para trás. Olhar para trás pode ser olhar para o tempo em que estivemos longe de Deus, mas pode ser também olhar para os dias em que não estávamos buscando a presença dEle. Quando olhamos para trás nós invariavelmente ficamos para trás. Quando olhamos para trás ficamos parados, imóveis, estáticos, inertes, sem vida, sem forças para continuar.

Olhar para trás também traz outra consequência terrível: Nos deixamos de olhar para frente, deixamos de olhar para o Deus que nos tem buscado, para aquele que tem nos livrado da destruição.

Olhamos para trás todas as vezes que deixamos de dar ouvido as Palavras de Deus.

Ao olharmos para trás, para o lugar que Deus não está, corremos o risco de termos nosso coração endurecido a tal ponto que perderemos nosso equilíbrio. Quem perde o equilíbrio passa a agir em extremos, uma hora é tudo e outra hora é nada, inconstante como as ondas do mar. Deus não quer isto, Ele tem nos dado espírito de mansidão, de temperança e de domínio próprio. Não vem dele o sentimento de ser "salgado demais". Quando somos "salgados demais"? Quando passamos a olhar para o mundo, para aquilo que Deus na Sua Justiça haverá de Destruir, e desejar, e amar aquilo que Deus abomina. Quando isto acontece estamos nos tornando como a mulher de Ló: Estátuas de Sal. Imóveis, sem vida, sem frutos, sem ação, extremados e levados a um sentimento de que nada é suficiente para preencher o vazio que está em seu interior, pois na verdade o que está lá é o amor ao mundo, e o mundo não pode preencher o coração humano.

O coração do homem possui um vazio infinito que apenas o infinito amor de Deus tem o poder de preencher.

Não olhe para trás, olhe para Jesus, autor e consumador da nossa fé. Olhe para frente, e siga com fé sem duvidar. Deus sempre estará a espera daquele filho amado que escolheu voltar para os braços do Pai.

Perguntas que geram Reflexão


1) Tenho sido salgado demais? Estou olhando para o que há no mundo com desejo?

2) Estou olhando para trás?

3) Estou olhando para um lugar em que Deus não está?

4) O que tem preenchido o vazio infinito do meu coração?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 19 de Gênesis.

2) Não olhe para trás, olhe para Jesus.


Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

O que Esperar do Futuro? Gênesis 18

O que Esperar do Futuro
O que Esperar do Futuro

Semeando e Colhendo - A Justiça de Deus


"E chegou-se Abraão, dizendo: Destruirás também o justo com o ímpio?"
(Gênesis 18.23)

A Justiça de Deus e a responsabilidade do homem


"Disse mais o Senhor: Porquanto o clamor de Sodoma e Gomorra se tem multiplicado, e porquanto o seu pecado se tem agravado muito," (Gênesis 18.20)

São tantas questões, tantas perguntas que um homem pode fazer a Deus, e nós já imaginamos certamente quando o encontrarmos o que queremos perguntar. Aguardamos ansiosamente por esta oportunidade. Abraão teve esta oportunidade, e a pergunta que ele fez foi: "destruirás também o justo com o ímpio?"

Abraão poderia perguntar muitas coisas, poderia falar sobre seu sobrinho, poderia dizer a Deus que livrasse seu sobrinho Ló, pois ele morava na cidade que Deus estava para destruir por conta da multidão de seus pecados. Mas Abraão perguntou: "destruirás também o justo com o ímpio?"

Abraão fez uma pergunta que já sabia a resposta, logo após ele diz: "Longe de ti que faças tal coisa, que mates o justo com o ímpio; que o justo seja como o ímpio, longe de ti. Não faria justiça o Juiz de toda a terra?" (Gênesis 18.25) Abraão conhecia o Deus que servia, e ele sabia que Deus é Justo Juiz de toda a terra, por isto ele clamou desta maneira, mas e nós: conhecemos o Deus que servimos? Conhecemos sua justiça?

Deus é Justo. Isto é fato. Não se discute, não se põe em debate esta questão. Agora o COMO Deus executa a sua justiça é um assunto por demais interessante para que deixemos passar a oportunidade de nos aprofundamos neste ponto, vejamos alguns versículos importantes da Palavra de Deus sobre este tema:

O Arrependimento do homem

"E, convertendo-se o ímpio da sua impiedade, e praticando juízo e justiça, ele viverá por eles." (Ezequiel 33.19)

O homem que se converte, confessando e deixando seus pecados irá alcançar perdão, se ele crer que Jesus é o Filho de Deus que se entregou por seus pecados alcançará misericórdia e Vida Eterna.

O Retrocesso do homem

"Desviando-se o justo da sua justiça, e praticando iniqüidade, morrerá nela." (Ezequiel 33.18)

Se o homem que recebeu a verdade de Deus voltar atrás e escolher cair novamente nas garras do pecado, tendo amado mais o mundo e as mentiras do Diabo, por fim será tragado pela morte eterna.

A caminhada do homem

"Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará." (Gálatas 6.7)

Tudo o que o homem faz, de bom e de mal, estão diante de Deus, e ao tal homem sobrará como recompensa colher os frutos do que semeou.

Se semear o que é mau, colherá o que é mau, se semearmos pecado, colheremos destruição e morte.

Se semear o que é bom, colherá o que é bom, se semearmos vida e paz, esta também será nossa colheita.

Temos todos os dias a oportunidade de escolher o caminho a seguir, o que desejamos fazer.

O que queremos colher? 

A responsabilidade pela colheita está em nossas mãos, em nossas sementes.

O que podemos esperar do futuro?

Olhemos para o que temos semeado, é um espelho que reflete tudo que podemos esperar para o futuro. Certamente não há espelho melhor do que a semente que está em nossas mãos hoje.

As cidades de Sodoma e Gomorra semearam o pecado e colheram o seu salário, que é a morte. Abraão intercedeu por estas cidades baseado na Justiça de Deus: "Disse mais: Ora, não se ire o Senhor, que ainda só mais esta vez falo: Se porventura se acharem ali dez? E disse: Não a destruirei por amor dos dez." (Gênesis 18.32)

Precisamos ficar atentos, pois sabemos que Deus é Amor, e Ele confirma isto ao dizer nesta passagem 'Não a destruirei por amor dos dez'. Porém o Amor de Deus e a Justiça de Deus coexistem pacificamente juntos. Deus continua sendo 100% Amor ao ser 100% Justiça, e sendo assim é importante estarmos sempre alertas, pois ele não muda, nem mudará, ele continuará nos buscando com Amor e nos tratando com Justiça, de acordo com o que temos feito nesta terra.

Perguntas que geram Reflexão


1) Eu tenho reputado Deus por Justo Juiz de toda a Terra?

2) O que eu tenho semeado?

3) O que eu tenho colhido?

4) O que eu quero colher?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 18 de Gênesis.

2) Olhe agora para como tem sido seu dia, hoje e ontem, o que você plantou (fez, pensou, falou, planejou, incentivou) nestes dois dias? Este é um bom palpite sobre qual será a sua colheita. Pare um minuto para pensar nisto.

Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Mudando o Nome - Gênesis 17

quem pode mudar de nome
Mudando o Nome

"E não se chamará mais o teu nome Abrão, mas Abraão será o teu nome;
porque por pai de muitas nações te tenho posto;"
(Gênesis 17.5)

Dois Nomes, Duas Histórias

Abrão x Abraão


Abrão, que significa "Grande Pai" ou ainda "Pai Exaltado", passou a se chamar Abraão, "Pai de uma multidão".

Deus mudou o seu nome e foi exatamente neste momento que Deus mudou a história deste homem.

Agora ele já não mais seria conhecido por este nome, não mais seria motivo de riso para muitas pessoas (ou você pensa que não era motivo de riso alguém se chamar Grande Pai e na maior parte de sua vida não ter nenhum filho?), pois bem, ele agora teria motivos para muito riso, pois Deus iria alegrar o seu coração com seu filho Isaque (que, a propósito, significa "Riso"). Abrão finalmente iria ter um grande motivo para sorrir.

Mas antes, antes de se alegrar sobremaneira, havia algo a ser feito: Ele precisava entender que Deus não queria apenas abençoar a vida dele, mas fazer dele uma benção para todas as famílias da Terra. Deus desejava fazer uma aliança, um concerto com toda a descendência que haveria de nascer, para que ela se constituísse em um povo especial, separado para boas obras, escolhido para ser benção.

Deus desejava colocar neste povo algo que o distinguisse de todos os outros, uma marca, um sinal de que era um povo especial. Deus então instituiu a circuncisão. Todo macho, todo homem, receberia uma marca ao oitavo dia de nascido e assim se saberia que este era um descendente de Abraão, o "pai duma multidão".

Deus não apenas estava começando um novo capítulo na história de Abraão, mas também estava dizendo a Abraão que a partir daquele momento a história dele não seria apenas a história de Abraão, mas a história de Abraão, da Descendência de Abraão e do Deus de Abraão.

Quando Deus quer mudar nossa história o que Ele faz é mudar o nosso nome, mas talvez você diga: "Deus nunca mudou o nome de ninguém que eu conheço", mas eu posso lhe provar que Ele já fez isto muitas vezes, e até pode ser que tenha feito com você, vejamos:

O que é um nome? é a forma como as pessoas chamam alguém, você me dirá. E como chamam um homem que está perdido? De homem perdido! Sim chamam uma pessoa por seu nome, mas também chamam através de inúmeros outros adjetivos, e nem sempre são bons, olhemos para alguns deles: "drogado, mentiroso, viciado, fofoqueira, espancador, infiel, ladrão, preguiçoso", só para citar alguns nomes, que as pessoas utilizam, que são extremamente ruins. O que acontece quando um homem que era chamado assim tem sua vida transformada por Deus? Ele recebe um novo nome, passa a ser chamado por nomes bem melhores, veja alguns: servo de Deus, benção, trabalhador, amigo leal, pregador, irmão, irmã, bom esposo, mulher virtuosa, filho amado, e muitos outros ainda melhores que estes.

O seu nome não é apenas aquele que foi registrado no cartório, mas também é como você é chamado, como é conhecido pelas pessoas. Pode ser algo bom, ou algo ruim. Mas todo mundo tem um nome pelo qual é conhecido. Talvez a própria pessoa desconheça exatamente como é chamada, pode ser que algumas vezes seja apenas calúnia, mas todos temos nomes. E o que Deus quer fazer é mudar o nosso nome. O que Deus deseja é nos dar um novo nome, um novo nome significa também uma nova história, uma nova reputação, significa retirar de sobre nós o que nos fazia ser motivo de riso, e a partir de então utilizar o que estava contra nós para nos fazer sorrir novamente, retirando de nós toda lágrima. Este é o objetivo de Deus, que é conhecido por muitos nomes, entre os quais Bom, Fiel, Verdadeiro, Justo e Santo. Também é conhecido por Deus de Amor, pois o que tinha de mais valioso renunciou para confirmar em testamento eterno que haveria de dar o seu sobrenome a todos que O escolhessem por Pai.

Assim como a circuncisão dos descendentes de Abraão, a marca dos servos de Deus de nosso tempo não é algo visível para todos, é algo intimo, escondido, ela está no coração dos escolhidos, daqueles que aceitaram a Cristo, e são Filhos de Deus, ou seja daqueles que são guiados por seu Santo Espírito. A marca da nova aliança no sangue de Cristo, ou seja a marca que possuem aqueles que confessaram seus pecados, seus erros, suas falhas e aceitaram ser justificados por Jesus, em seu sacrifício para pagar o preço do pecado em nosso lugar. A marca de Cristo.

Deus é o Pai Exaltado, que desejou uma multidão de filhos, e por isto nos enviou seu Filho Jesus para que por meio deles pudéssemos receber a marca de Cristo, e o nome de Cristãos, e de Filhos de Deus, para começar com Ele uma Nova Vida. Foi por meio de Abraão, e seu descendente - Jesus Cristo - que ganhamos a oportunidade de ter um novo nome, e foi assim que tudo começou. Certamente os mistérios da sabedoria de Deus que envolvem este capítulo das Sagradas Escrituras são inúmeros, e estamos apenas tocando nas bordas deles, mas um deles certamente é: Deus muda o nome do homem, e muda a história do homem também, basta que ele creia e permaneça fiel, dando ouvidos a Voz de Deus e Esperando em Suas Promessas com a certeza que no tempo determinado o que há de vir virá e não tardará, pois Fiel é o que prometeu, o qual também o fará.

Deus cumpriu suas promessas a Abraão e quer cumprir as que Ele tem lhe feito, para que todos venham a te conhecer por um novo nome, por um nome muito melhor.

Perguntas que geram Reflexão


1) Qual é o nome que eu tenho?

2) Qual o nome que os homens me dão?

3) Qual o nome que Deus deseja me dar?

4) Tenho a marca de Cristo?

5) Deus já mudou o meu nome?

Reflexão que gera Atitude


1) Leia o capítulo 17 de Gênesis pedindo a Deus mais discernimento para entender como Deus age na nossa vida.

2) Busque entender qual é o seu nome hoje, como você é conhecido pelas pessoas e como Deus quer que você seja conhecido. Qual o nome que ele quer te dar.

Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Atalhos: Caminhos Alternativos - Gênesis 16

Atalhos Caminhos Alternativos
Os Caminhos Alternativos que Chamamos de Atalhos

"E disse Sarai a Abrão: Eis que o Senhor me tem impedido de dar à luz; toma, pois, a minha serva; porventura terei filhos dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai."
(Gênesis 16.2)

Atalhos

Caminhos Alternativos


A reflexão de hoje fala de algo difícil de falar e difícil de viver, mas que exatamente por ser difícil tem muito valor. Vamos falar de algo que todos precisam e poucos fazem, algo que nem mesmo Abrão conseguiu, mas que nós temos a oportunidade de fazer. Vamos falar sobre atalhos.

Atalhos são meios rápidos de chegar a um destino, caminhos alternativos que se propõem a fazer o mesmo que o caminho principal faz, porém com um tempo melhor ou com uma distância menor.

Atalhos são fantásticos, você vai para o trabalho em 30 minutos pelo caminho principal até que num dia em que o trânsito estava horrível você decide seguir por outro caminho, encontra um atalho e a partir daí passa a chegar em 15 minutos, ou seja, na metade do tempo! Atalhos no asfalto ou na terra são bons, ajudam a economizar tempo e dinheiro (e gasolina!), porém nos assuntos relacionados aos céus atalhos são caminhos perigosos.

Abrão não poderia imaginar, mas seus filhos se tornariam em nações e fariam parte dos principais acontecimentos mundiais. Quando Sarai falou a Abrão para que ele lhe desse um filho por meio de sua serva eles imaginaram que este poderia ser o atalho certo para chegar a solução desejada. Difícil era imaginar que esta decisão seria responsável por momentos de grande sofrimento no futuro.

Em nossa experiência nesta terra por diversas vezes somos convidados a buscar uma alternativa, um meio mais rápido, porém precisamos aprender a diferenciar os caminhos de Deus dos atalhos da dúvida. Deus sempre nos dá uma direção a seguir, Ele nos revela qual é o caminho certo e verdadeiro que irá nos conduzir. Pode não ser fácil seguir por este caminho, mas é o caminho que nos levará seguramente ao nosso destino. Os atalhos da dúvida são facilmente reconhecidos, pois eles se destacam por colocar em dúvida as Palavras de Deus.

Você lembra o que aconteceu no Jardim do Éden? O homem e a mulher deram ouvido a serpente que disse que Deus estava mentindo a respeito do fruto da árvore que estava no meio do jardim. Eles aceitaram as palavras da serpente, e rejeitaram a Verdade de Deus. Eles duvidaram de Deus, e acabaram por colher os frutos de sua escolha (bem como todos nós juntamente com eles).

Eles queriam entendimento, queriam saber mais, eram curiosos. Deus nos fez assim, mas Deus também nos fez com a capacidade de decidir obedecer ou desobedecer, Ele nos deu o livre-arbítrio: nós podemos escolher. Eles tinham um caminho para o entendimento que era aprender algo novo todos os dias, e a cada dia conheceriam mais, e mais. Porém eles desejaram um atalho: "E viu a mulher que aquela árvore era boa para se comer, e agradável aos olhos, e árvore desejável para dar entendimento; (...)" (Gênesis 3.6)

O atalho algumas vezes cumpre o propósito, mas a um custo tão alto que torna até o que deveria ser uma benção em uma grande "dor de cabeça". Ismael, o filho desta decisão, se tornou primeiramente um problema para Sarai, logo depois também para Abrão, e para Isaque e por fim para os seus descendentes, pois até hoje os noticiários apresentam diariamente os conflitos da Palestina, o que nada mais é que a briga entre os filhos de Abrão.

Na nossa caminhada um item indispensável é reconhecer o caminho principal e permanecer nele.

Estar atento a Voz de Deus é imprescindível.

A Palavra de Deus nos ensina que para o céu não existe atalho, apenas um caminho e este caminho é Jesus Cristo, o Filho de Deus.

Sempre que se sentir tentado a pegar um atalho faça a seguinte pergunta: Estou buscando este caminho por acreditar que é esta a Vontade de Deus, ou porque não tenho - de fato - acreditado nEle? Acredite: Os Caminhos de Deus são Perfeitos. O Caminho de Deus é o Melhor Caminho.

Perguntas que geram Reflexão


1) Tenho buscado atalho para "agilizar" o agir de Deus?

2) Confio plenamente no que Deus diz?

3) Estou fora da estrada?

4) Estou atento aos sinais de Deus sobre o que preciso fazer?

5) Busco a Deus para conhecer Sua Vontade? Quanto?

Reflexão que gera Atitude


1) Comece a rever os atalhos que tem buscado e volte para o caminho principal.

2) Leia o capítulo 16 de Gênesis meditando em como uma decisão pode impactar vidas.

"A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores." (Provérbios 10.22)

Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!

Empréstimos a Deus? - Gênesis 15

Reflexões
O melhor investimento

"Então o levou fora, e disse: Olha agora para os céus, e conta as estrelas, se as podes contar. E disse-lhe: Assim será a tua descendência."
(Gênesis 15.5)

Quem poderá emprestar a Deus?


A Palavra de Deus diz em Provérbios 19.17 que "Ao Senhor empresta o que se compadece do pobre, ele lhe pagará o seu benefício.", mas hoje vamos falar sobre outro tipo de "empréstimo" a Deus. E para nos explicar como se faz nada melhor do que chamar um amigo de Deus: Abrão.

Abrão não tinha filhos e imaginava em seu coração que tudo que ele possuía, ou que viesse a possuir, ficaria para seu mordomo Eliézer, porém Deus tinha Seus Planos para a vida de Abrão. Deus lhe afirma que independente da aparente impossibilidade de ter filho Deus haveria de lhe dar, e mais ainda: daria a ele uma descendência tão numerosa que seria como as estrelas que não se pode contar. E Abrão creu em Deus.

Crer é acreditar, dar crédito, ou seja, oferecer algo agora antes de receber uma contrapartida. No caso o que Abrão tinha a oferecer? Sua fé. Abrão ofereceu sua fé a Deus esperando receber no futuro a benção prometida. Este é o caminho da benção: Primeiro Crer, Depois Receber. Primeiro Descansar, Depois Comemorar. Primeiro Esperar, Depois se Alegrar.

Acreditar não é difícil, difícil é continuar acreditando mesmo em face de diversas situações contrárias. Continuar com Fé é o nosso grande desafio. Aquele que perseverar até o fim é que será salvo, não basta uma decisão, é necessário permanecer nela até o fim. O galardão, a recompensa é o próprio Deus, sua presença, sua paz, seu amor. Deus diz a Abrão: Eu Sou o teu Escudo, o teu Grandíssimo Galardão. As escrituras nos ensinam a não olharmos para os problemas, mas olhar para Jesus. Não olhar para os tesouros desta terra, mas preservarmos nosso tesouro nos céus, pois os tesouros de lá permanecem eternamente.

Acreditar não é difícil, difícil é não perder o foco, continuar caminhando enquanto a benção não chega.

Acreditar não é difícil, difícil é continuar sempre lembrando que maior do que qualquer benção é a benção de ter Jesus como Salvador e Senhor.

Acreditar não é difícil, mas se não olharmos fixamente para Deus, se pararmos de ouvir a Sua Voz, passaremos a olhar para as circunstâncias, e ouvir as mentiras do Diabo ao invés de valorizar as Verdades de Deus.

Acreditar não é difícil, porém pode ser muito difícil acreditar em quem não conhecemos muito bem. Este não foi o caso de Abrão, pois ele já tinha experiências com Deus, já tinha ouvido Deus falar, mas acima de tudo tinha visto - muitas vezes - Deus agir. Abrão era um homem muito abençoado e reconhecia isto, e por reconhecer sua fé era fortalecida, e por ter a fé fortalecida era ainda mais abençoado, continuamente.

Acreditar não é difícil, pois acreditar significa dar crédito, e dar crédito para quem tem como pagar é fácil. Dar crédito a Deus não é difícil, difícil é esperar o Tempo de Deus para recebermos.

Sabe o que mais me intriga? Que Abrão creu em Deus mesmo depois de suas esperanças estarem se desfazendo. Abrão lutou contra sua própria desesperança, que era muito grande, e venceu. E permaneceu crendo.

E nós, como estamos? Você tem acreditado? Tem dado crédito a Deus? Emprestado a Ele sua fé para que Ele possa lhe devolver com juros extraordinários? Se a resposta for não, te convido a experimentar, posso garantir que não ficará decepcionado, este é o melhor investimento que um homem pode fazer estando na Terra: Investir no Reino de Deus. Não com dinheiro, mas com a sua Fé.

Empreste a Deus seu coração e Ele lhe dará outro melhor em troca.

Empreste a Deus sua vida, e Ele lhe pagará com a Vida Eterna.

Empreste a Deus sua fé e ele lhe devolverá suas bençãos.

Perguntas que geram Reflexão


1) Estou emprestando minha fé a Deus?

2) Se for receber "juros" de minha fé em forma de bençãos, qual seria o tamanho destes "juros"?

3) Reconheço o que Deus já fez?

4) Tenho crido continuamente, ou minha fé tem prazo de validade?

Reflexão que gera Atitude


1) Comece a dar crédito a Deus, Ele - no devido tempo - lhe recompensará por isto.

2) Continue a acreditar em Deus, mesmo que suas esperanças estejam no fim, pois é agora que sua fé realmente "vale ouro".

3) Acredite em Deus, mesmo que as circunstâncias estejam contra, pois se elas não estiverem contra, então não será necessário ter fé.

4) Leia o capítulo 15 de Gênesis hoje.

Não se esqueça que sem fé é impossível agradar a Deus, e que Deus pode se agradar tanto de sua fé que decida pagar por ela o que - aos seus olhos - pareceria impossível de receber.

Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Reflexão Evangélica: Lugar Determinante - Gênesis 14

Reflexões
Lugar Determinante

"Também tomaram a Ló, que habitava em Sodoma, filho do irmão de Abrão, e os seus bens, e foram-se."
(Gênesis 14.12)

O Lugar


No capítulo 14 de Gênesis lemos a respeito de uma grande batalha entre vários reis que trouxe pânico as cidades de Sodoma e de Gomorra. Neste período havia ali um homem chamado Ló, sobrinho de Abrão, amigo de Deus. Ló foi levado cativo quando estas cidades foram tomadas. Abrão recebeu esta notícia. Logo após saiu e depois batalhar com quatro reis - e os vencer - trouxe tanto o seu sobrinho de volta quanto tudo o que havia sido roubado.

Lendo este capítulo observamos que algumas coisas não podem ser contestadas. Vejamos algumas delas:

Frases para Reflexão:


"Uma pessoa pode fazer o que muitas pessoas não podem."

"Nem mesmo muitos homens sem Deus podem fazer frente a uns poucos homens com Deus."

"A amizade pode pagar pelo que o dinheiro não pode comprar."

"Lealdade é um raro tesouro escondido na vida de valorosos guerreiros."

"A atitude de um homem pode determinar o futuro de muitos outros."

"O lugar onde você está determina suas oportunidades e seus desafios."

Perguntas que geram Reflexão


1) Estou disposto a parar tudo para ajudar alguém?

2) Confio em Deus independente das circunstâncias ou apenas quando o vento sopra favoravelmente?

Reflexão que gera Atitude


1) Faça uma análise sobre os lugares que tem estado. Quais são as oportunidades e os desafios que eles estão te proporcionando? Quais te aproximam de Deus, e quais estão te afastando de Deus? Busque sair dos lugares que te afastam de Deus.

2) Leia o capítulo 14 de Gênesis hoje.

Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Aparência - Gênesis 13

Reflexões
Julgando segundo as Aparências

"E levantou Ló os seus olhos, e viu toda a campina do Jordão, que era toda bem regada, antes do Senhor ter destruído Sodoma e Gomorra, e era como o jardim do Senhor, como a terra do Egito, quando se entra em Zoar."
(Gênesis 13.10)

Olhar e não Ver


Olhar e não ver. Eis o grande e terrível problema. É muito mais comum do que se imagina. Nós passamos a maior parte do tempo de nossa vida andando no escuro. Olhando, olhando e olhando. E nada vendo. O Futuro é uma incógnita. O amanhã um desconhecido. E o hoje que deveria ser nosso "velho" conhecido nada mais é do que estranho por perto. Passamos a vida sem conseguir reconhecer o que está ao nosso lado, não conseguimos enxergar os sinais e por fim não estamos preparados para os acontecimentos que eles anunciavam. Esta é a verdadeira situação do ser humano.

Este também foi o caso de Ló. Sobrinho de Abrão, ele foi um homem de posses, abençoado por causa de seu tio - que era Amigo de Deus. Porém ele não foi capaz de ver o óbvio: A benção de Deus e o Deus da benção são inseparáveis, não é possível ter apenas um deles por muito tempo.

Ló se separou de Abrão e escolheu para si o lado mais promissor, segundo seus olhos, o lado de Sodoma e Gomorra. Ele não conseguia ver o que era bem claro: O Pecado dos homens daquele lugar estava chegando ao limite.

Não podemos fazer afirmações sobre o que impediu Ló de ter visão espiritual, porém sabemos hoje o que pode cegar um homem, e eis alguns exemplos:

"Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia,
Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus." (Gálatas 5.19-21)

Dar lugar para uma destas "obras" é dar lugar para o mal, pois por menor que pareça tal atitude acabará por cegar o homem ou a mulher que se deixa dominar por um deles.

Por diversas vezes encontramos na Palavra de Deus exemplos de homens que não conseguiram ver os sinais e acabaram pagando um alto preço. Sansão, Salomão e o Servo de Eliseu são apenas alguns nomes. O Segredo - na maior parte das vezes - é não se deixar levar pela cobiça, desejo desenfreado ou precipitação.

Se não atentarmos para nossa maneira de agir corremos o risco de ficarmos cegos e deixar de ver o que é Eterno passando a ver apenas o que é passageiro. Ló não conseguiu ver, mas escolheu para si o lado da terra que haveria de ser destruído.

Devemos estar atentos, pois a qualquer momento corremos o risco de tropeçar, não em grandes pedras, mas em pedregulhos que por seu diminuto tamanho só nos chama a atenção depois de nos derrubarem. É preciso buscar sabedoria, discernimento e conhecimento, para tomar decisões melhores e que estejam firmadas na Eternidade do Deus que está além do tempo.

As aparências enganam o homem, porém Deus, que tudo sabe, pode nos fazer mais do que vencedores em todo tempo.

Se nosso julgamento não estiver firmado na verdade, nossas decisões serão como castelos de areia destinados a desmoronar quando a próxima onda passar.

"Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça."
(Jo 7.24)

Perguntas que geram Reflexão


1) Tenho tomado minhas decisões baseado apenas no que meus olhos estão vendo?

2) Como tomar decisões mais sábias?

3) Como posso adquirir mais sabedoria?

Reflexão que gera Atitude


1) Peça a Deus mais visão espiritual, sabedoria e discernimento.

2) Busque a Sabedoria de Deus na Palavra de Deus.

3) Leia o capítulo 13 de Gênesis hoje.


Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

A Busca de Deus - Gênesis 3


Reflexão EvangélicaReflexões Evangélicas


"E chamou o Senhor Deus a Adão e disse-lhe: Onde estás?"
Gênesis 3.9

A Busca de Deus e a fuga do homem


É importante que olhemos para a história do primeiro homem entendendo que ele representa ali toda a humanidade. Quando ele erra, todos erramos com ele. Mas por que todos erramos com ele? Simplesmente porque se qualquer um de nós estivéssemos no lugar dele também falharíamos, pois temos sim o poder de decidir o que fazer, mas geralmente decidimos por desobedecer, desde criança.

Adão havia pecado, ou seja: falhado em obedecer, e agora estava diante de um terrível problema: estava com medo de Deus. Buscou se esconder, pois não queria ter que admitir que havia errado. Ele que antes se alegrava ao se encontrar com o Senhor agora não mais desejava sua presença, havia compreendido a diferença entre o certo e o errado, o bem e o mal, havia perdido a inocência. Antes Adão e Eva eram como uma criança que brinca, agora eles eram como adultos com todos os sentimentos mortais que os acompanham. É por isto que Jesus disse que para entrar no Reino dos Céus nós precisamos nos tornar novamente como crianças, porque é exatamente isto que perdermos: a pureza da alma.

Perdemos a inocência


Eles agora "imaginam coisas", suspeitavam de tudo, e acima de tudo: estavam envergonhados. Sabiam que haviam cometido um erro, mas não sabiam se havia conserto. No entanto, sabiam que haveriam consequências e por outro lado não estavam dispostos a sofrer as consequências. Se preciso fosse iriam se voltar um contra o outro para tentar fugir da condenação.

Quando finalmente o momento chega, o momento que antes era o mais aguardado: o momento do encontro com Deus, eles estão apavorados e escondidos aguardam o que Deus fará. E o que Deus fez? Deus chamou.

Chamar é um verbo que denota o desejo de que alguém responda, que se aproxime, que venha até onde a pessoa que chamou está.

Deus disse a Adão: Onde estás?


É certo que Deus sabia onde Adão estava. Sabia que ele estava escondido, que estava com medo, que estava no erro. Porém Deus queria que Adão reconhece que ele estava assim, pois sem reconhecermos onde estamos não podemos saber nem para onde estamos indo, nem para onde queremos ir.

E Adão reconheceu que temeu, que havia se escondido, pois ouvira a voz de Deus, mas infelizmente não fez o que seria correto: Ele não reconheceu que havia errado. Este é o ponto. Ele não reconheceu que havia errado. Ele jogou a culpa na mulher, e também em Deus dizendo: "A mulher que me deste por companheira, ela me deu da árvore, e comi." (Gênesis 3.13) Fica claro que ele não se considerava culpado, se a mulher não o tivesse induzido ao erro, ou se Deus não tivesse lhe dado a mulher por companheira, ele estaria bem.

Por que Jesus teve que morrer na cruz?


Muitos não entendem o porquê da necessidade de Jesus Cristo morrer em uma cruz para salvar a humanidade. Mas está tudo aqui, tudo bem explicado para quem quer entender. O Filho do Homem veio ao mundo para corrigir o que estava errado e reconstruir o que fora quebrado. Jesus veio para buscar o que se havia perdido. E o que era? A nossa inocência.

Ele passou por tudo isto para cumprir as Palavras de Deus, e para nos dar um choque de realidade, para que pudéssemos fazer o que Adão não fez: admitir o próprio erro. Esta é a maior de todas as nossas falhas. É o maior aprendizado, a mais forte lição que precisamos aprender nesta terra: aprender a admitir que é o erro, a falha é nossa e não é culpa de mais ninguém, apenas minha. Apenas minha culpa.

Por que preciso aceitar a Jesus?


Quando aceito Jesus Cristo como Salvador estou dizendo que entendo que Ele teve que morrer pelo meu pecado. Por minha falha. Estamos através desta atitude confessando que erramos. E ao fazer isto estamos cumprindo com justiça nosso papel na terra. Acredite: Tudo neste mundo tentará te levar a ter justificativas para os seus erros, mas quando estivermos diante de Deus nada poderá nos justificar, a não ser o Sangue de Cristo.

Esta não foi a atitude de Adão. Esta não é - na maior parte do tempo - a nossa atitude.



Deus esta procurando aqueles que vão escolher parar de se justificar. Aqueles que vão parar de jogar a culpa nos outros. 

Deus esta procurando aqueles que querem voltar a ser como crianças. Inocentes. Não por não terem pecado, mas sim por terem recebidos o perdão e estarem justificados mediante o sangue de Jesus. 

Deus ainda está chamando: Onde Estás?

Perguntas que geram Reflexão


1) Sou do tipo que erra e diz que foi culpa de outra pessoa eu ter errado?

2) Estou me escondendo de Deus?

3) Aceito receber a responsabilidade por minhas falhas, ou fico tentando dividir ela com os outros?

Reflexão que gera Atitude


1) Quando for falar vigie suas palavras para ver se não está apenas tentando se justificar.

2) Não aceite mais a atitude de colocar a culpa em outras pessoas em sua vida.

3) Se volte para Deus e assuma seus erros, aceitando o sacrifício de Cristo como único e suficiente para cobrir suas falhas.

4) Busque não se esconder mais de Deus, pois Ele sabe onde você está, e está buscando por você.

"Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que se havia perdido." (Lucas 19.10)

Gilliard Lima


Veja mais Reflexões Evangélicas!


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

O Descanso de Deus - Gênesis 2

Reflexão Evangélica
Reflexão Evangélica

"E abençoou Deus o dia sétimo e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra, que Deus criara e fizera."
Gênesis 2.3


O Descanso de Deus e o Trabalho do Homem


Você já parou para pensar em quanto estamos trabalhando? Pois saiba que se a sua resposta é sim é porque você tem conseguido parar um pouco para pensar, pois no geral a maioria das pessoas estão trabalhando tanto que nem mesmo conseguem parar para refletir sobre como estão vivendo desesperadas, correndo freneticamente, apenas para chegar ao fim do mês e recomeçar tudo de novo. Infelizmente é a triste realidade de noventa e nove em cada cem pessoas.

Se você parar agora poderá prosseguir depois de uma maneira melhor


Por isto eu sou obrigado a lhe dizer: preciso que você pare agora. Pare de pensar compulsivamente sobre o que irá fazer daqui a pouco, ou sobre o que já aconteceu. Pare, por favor. Eu preciso falar contigo. É difícil, eu sei, sair da loucura do dia a dia. Ficar alguns minutos desconectado deste mundo não é nada fácil [Principalmente depois da invenção do celular], porém é necessário. Respire fundo, feche seus olhos por alguns segundos e pense apenas no que está fazendo agora: lendo uma reflexão neste site sobre descansar em Deus. Ter um momento para pensar sobre o que realmente importa, o que realmente é prioridade, é a diferença entre uma vida sem propósito e uma vida plena e que verdadeiramente vale a pena.

Deus Descansou


Interessante notar que Deus, sendo Deus - O Todo Poderoso - descansou.
Ele tendo todo o poder, descansou.
E nós diariamente tomamos decisões erradas, embarcamos em canoas furadas, entramos por caminhos sem volta, simplesmente porque não estamos conseguindo pensar direito: estamos cansados, sobrecarregados, exaustos e principalmente: sem tempo.

Por outro lado é interessante também que Deus descansou DEPOIS de trabalhar e não antes. Ou seja, não deve o preguiçoso imaginar que descansar é para toda a vida. O descanso é merecido e necessário - para quem trabalha, no final das contas tudo precisa ser com equilíbrio. A saúde está no Equilíbrio. Mas o desequilíbrio maior hoje no mundo pende para o lado da quantidade de pessoas que estão trabalhando demais, e não tem tempo para nada, nem mesmo para recuperar as forças e pensar: para que estou me sobrecarregando deste jeito, ou ainda:

O que um descanso poderá fazer por mim?


Sabemos nós que cremos em Deus que Jesus Cristo é o nosso descanso, e nEle e por Ele vale a pena se esforçar, mas com sabedoria. Pois muito esforço na direção errada não nos levará a frente, porém mesmo o menor esforço quando feito da maneira correta pode produzir bom resultado.

Que nós possamos buscar de Deus Sabedoria para nos esforçarmos de maneira inteligente, para avançarmos em nossa caminhada para o céu e não sermos derrubados por falta de entendimento quanto ao valor de descansar no momento certo.

Descansar em Deus significa exatamente isto: descansar sabendo que Ele trabalha para os que nEle confiam. É - quando exercido com sabedoria e equilíbrio - um ato de fé.


Clique aqui e receba estas Frases e Reflexões no seu email!



Perguntas que geram Reflexão


1) O que é realmente importante?

2) Como melhorar minha visão para ter uma percepção de outras saídas para meus problemas atuais?

3) Minha sobrecarga não tem sido resultado de minha falta de fé?

4) Se eu não passar tanto tempo preocupado com o que poderá acontecer serei mais produtivo?

Reflexão que gera Atitude


1) Comece hoje a priorizar um tempo de descanso. Não deve ser um ato de negligência. Deve ser um ato de fé.

2) Busque pesquisar, estudar e conhecer outros meios de alcançar seus objetivos sem ter que se desgastar tanto.

3) Pare de vez em quando e responda: Porque, afinal de contas, estou fazendo isto?

4) Leia Gênesis 2, lá encontrará a base desta reflexão e muitas outras Palavras de Deus para iluminar o seu dia.

"Confia no Senhor de todo o seu coração e não te estribes no teu próprio entendimento." (Provérbios 3.5)

Gilliard Lima


- Reflexão Bíblica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -

Leia a Bíblia Inteira em Apenas 7 Minutos

A Criação e o Criador - Gênesis 1

Reflexão Evangélica
Reflexão Evangélica

"No Princípio, criou Deus os céus e a terra."
Gênesis 1.1

Quando lemos no versículo 26 do primeiro livro da Bíblia que Deus fez o homem conforme a sua imagem e semelhança deixamos - na maior parte das vezes - de dar o devido valor as implicações que esta verdade revela, porém cabe ressaltar que [literalmente] vai além das aparências.

Como conhecer quais são as inumeráveis características que herdamos de Deus naquele momento? O que tínhamos, mas perdemos quando Adão e Eva pecaram contra Deus? O que nos resta hoje? Como voltar a ter a imagem e semelhança de Deus?

A resposta está na Palavra de Deus, a busca por estas questões é uma busca que pode nos conduzir a um verdadeiro encontro com Deus, pois nos revelará a verdade acerca não tão somente do que passou, mas também do que estamos vivendo e ainda mais: do que está por vir.

Começaremos a partir de hoje a realizar esta busca, e estaremos publicando - aqui no FraseseReflexoes.Net - uma reflexão para cada capítulo da Bíblia, te convido a me acompanhar nesta caminhada em direção a conhecimento da Palavra de Deus, pois certamente seremos fortalecidos a cada dia na força que vem de Deus.

Para iniciarmos comece a refletir no que o ser humano mantêm hoje e que notamos facilmente que está presente no agir de Deus. Veja que Deus começou criando os céus e a terra, ou seja Deus é Criador por excelência, e nós recebemos também este dom, somos então "criaturas criadoras", e é isto que nos leva além.

Então eu te faço um convite neste dia: Comece algo novo em sua vida. Crie, invente, imagine e sonhe. Algo que dê esperança e paz ao seu coração. Algo que o leve para mais perto de Deus. Algo bom, muito bom. Porquê? Simplesmente porque fomos criados para exercitar plenamente os dons que recebemos de Deus, e só podemos ser plenamente felizes quando cumprimos com a nossa finalidade, nossa missão, nosso objetivo, e um deles é criar. Comece hoje, e volte aqui amanhã para conversarmos mais um pouquinho a respeito da Inigualável Sabedoria de Deus. Combinado? E não deixe de ler hoje o capítulo 1 de Gênesis. Esta caminhada com certeza será de muito crescimento para todos nós!

Gilliard Lima


- Reflexão Evangélica publicada originalmente no site FraseseReflexoes.Net -
Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.
Saiba Mais: Política de Privacidade